Qualificação na área da construção civil

Qualificação na área da construção civil

Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Arrecadação com royalties registra queda em Cabo Frio e prefeito faz ajuste no orçamento. Alair Corrêa garante manutenção de projetos sociais


Arrecadação com royalties registra queda em Cabo Frio e prefeito faz ajuste no orçamento

Texto e foto: Rodrigo Branco - Folha dos Lagos
Durante discurso na inauguração do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Grazielle Azevedo Marques, no Jardim São Francisco, na tarde de segunda-feira (18), o prefeito Alair Corrêa garantiu que nem mesmo a queda de R$ 7,5 milhões no valor da última cota trimestral de royalties recebida da Petrobras, no início do mês, prejudicará os programas sociais do governo e os preparativos para os festejos de 400 anos de fundação de Cabo Frio, no ano que vem.
Durante a cerimônia, que reuniu dezenas de pessoas, entre funcionários e assessores, o prefeito afirmou que ‘estava tranquilo e que não ficaria se lamentando’ pela situação. Durante sua fala, que durou pouco mais de dez minutos, ele afirmou ainda que as contas públicas municipais estão em ordem e que o município está preparado para dar ‘o grande boom’.
– Organizamos a casa e hoje estamos colhendo os frutos. As finanças hoje estão sanadas. Tenho agora, por hábito, não ficar reclamando das coisas. Tanto que mesmo perdendo mais de R$7 milhões da Petrobras, não vou ficar me lamentando – afirmou.

Cliente receberá R$ 2 mil após esperar mais de três horas na fila do banco

Santander terá que indenizar cliente após demora de três horas para o saque
Santander terá que indenizar cliente após demora de três horas para o saque Foto: Paolla Serra / Extra/Agência O Globo
O Banco Santander terá que pagar uma indenização por danos morais de R$ 2 mil por demora na fila de atendimento. O cliente ficou mais de três horas na fila da agência para ser atendido e fazer um simples saque. A decisão é da 20ª Vara Cível de Brasília.

Petrobras vai simular vazamento de óleo no mar de Búzios e Cabo Frio. Objetivo é avaliar capacidade de resposta na proteção de áreas sensíveis. Equipes atuarão na foz do Rio Una e no Mangue de Pedras.

Do G1 Região dos Lagos
Petrobras vai fazer nesta quinta-feira (21), das 7h às 17h, um simulado de vazamento de óleo no mar em Cabo Frio e em Armação dos Búzios, na Região dos Lagos do Rio. O objetivo do treinamento é avaliar a capacidade de resposta da companhia na proteção das áreas sensíveis e de animais que possam ser atingidos pelo óleo, além de testar a operacionalidade dos recursos disponíveis e medir o desempenho da força de trabalho diante de uma situação de emergência ambiental.

Cabo eleitoral aponta pistola para fiscais do TRE em Japeri, na Baixada Fluminense

“Me segue, babaca”. Foi o que disse aos fiscais do TRE um homem que dirigia um carro de propaganda política em Japeri, na Baixada, nesta terça-feira à tarde. Ele passava em frente a um colégio quando os agentes pediram para ele abaixar o volume de um jingle. Os fiscais foram atrás. Mais à frente, o cabo eleitoral desceu descalço do carro e apontou uma pistola para eles. A cena, que terminou na 63ª DP (Japeri), foi flagrada pelo EXTRA na Chacrinha. O homem vai responder por desacato e ameaça.
— Ele estava muito nervoso e ainda parecia embriagado. Apresentou-se como policial e, depois de dizer que iria buscar identificação, arrancou com o veículo — contou Cláudio Ignácio, fiscal do TRE que fotografou o carro antes da fuga do suspeito.
O homem estava muito nervoso e parecia embriagado, diz fiscal
O homem estava muito nervoso e parecia embriagado, diz fiscal Foto: Mazé Mixo / Extra
Ao sair armado do Fiesta preto, o homem ordenou que os fiscais levantassem a blusa. Houve discussão e duas mulheres, que saíram do carro com crianças de colo, tentaram acalmar os ânimos. Quem estava na rua pôde ouvir o homem gritar: “Que palhaçada é esta?”.
O jingle transmitido era da campanha a reeleição do deputado estadual Marcelo Simão (PMDB). No vidro traseiro, aparecia a identificação dele e do deputado federal Marcelo Matos (PDT), também candidato a reeleição.
O cabo eleitoral foi parado porque o volume do jingle estava muito alto
O cabo eleitoral foi parado porque o volume do jingle estava muito alto Foto: Mazé Mixo / Extra
A assessoria de Matos informou que o veículo não pertence à sua candidatura. Já Marcelo Simão disse que o Fiesta é de uma senhora que pediu para trabalhar em sua campanha. Segundo o candidato, ela alegou que seu marido “pegou o carro, deliberadamente, e sumiu”.
Simão disse que dispensou imediatamente os serviços da proprietária do veículo
.
O desconhecido apresentou-se como policial ao ser abordado


Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/brasil/eleicoes-2014/cabo-eleitoral-aponta-pistola-para-fiscais-do-tre-em-japeri-na-baixada-fluminense-13665017.html#ixzz3AwJfKEOz

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Projeto “Uma música em minha vida” se apresenta do Festival Internacional de Dança. Orquestra infantil participa da abertura do evento, no dia 3 de setembro, executando o Hino Nacional e o Hino de Cabo Frio

Exibindo Apresentação com uniforme de gala.jpg
O X Festival Internacional de Dança de Cabo Frio tem sua abertura oficial no dia 3 de setembro, no Complexo Esportivo Aracy Machado, no Portinho. E a solenidade de abertura terá uma importante participação: 80 crianças do projeto social “Uma música em minha vida” se apresentam para abrilhantar o evento.

Os menores têm entre 12 e 15 anos e farão a execução do Hino Nacional Brasileiro e do Hino de Cabo Frio, com a participação da cantora Patrícia Rodrigues. Para isso, os músicos estão se preparando com afinco, sob a batuta do maestro Valquer Barbosa de Oliveira, idealizador e fundador do “Uma música em minha vida”.
 Exibindo foto 1.JPG
O convite para a participação com as crianças no Festival de Dança veio da empresária Márcia Sampaio, organizadora do evento, que acredita que o maestro Valquer Barbosa tem na sua forma abnegada de ser o prazer de lutar pelo bem comum e a garra de quem acredita que a cultura é um caminho que pode mudar a história daqueles que não acreditam mais no amanhã.

- São jovens talentosos tocando com desenvoltura uma música clássica sem nada a dever às Orquestras Sinfônicas mais estruturadas e mais famosas – explicou Márcia Sampaio.
Exibindo foto 2 (4).JPG

O maestro Valquer Barbosa trabalha há 40 anos com música e há 16 anos com a inclusão social com crianças e adultos, “pescando” talentos em Cabo Frio. Seu foco principal está na periferia da cidade, dando oportunidades e, consequentemente, vida àqueles que, devido à exclusão social, ficaram à margem da sociedade e tem seus talentos podados. O maestro abraça a causa e ajuda a retirar do crime ou das drogas, jovens que tem resgatada sua autoestima e são trazidos novamente junto à sociedade.

O maestro comemora a oportunidade afirmando que sempre sonhou com esta parceria e que “a boa música é capaz de transformar a vida de qualquer pessoa”.
 Exibindo foto 4 (3).JPG
- A música faz um trabalho de resgate da dignidade dessas pessoas que sentem amor pelo projeto e vão por livre e espontânea vontade e levam outras. Neste governo, a nossa história passou a ser outra. O prefeito Alair Corrêa já esteve nos visitando e nos doou instrumentos e o uniforme de gala das crianças – conta o maestro, que acredita que com a ajuda da classe empresarial aliada à do poder público, poderá fazer um trabalho maior e melhor, e alcançar mais pessoas.

Atualmente, mais de 200 crianças, adolescentes e adultos, sem limite de idade são atendidas. Com aulas teóricas e práticas, os integrantes são apresentados ao mundo da música instrumental. As aulas acontecem durante toda a semana, ora em alguns dos CRAS do município, ora nas igrejas dos bairros onde moram que gentilmente cedem o espaço para o projeto, que ainda não possui uma sede própria.

A organizadora do Festival, Márcia Sampaio esteve pessoalmente em um dos ensaios conhecendo de perto o trabalho e a dedicação do maestro e afinou os detalhes para apresentação na abertura do evento.

O X Festival Internacional de Dança tem apoio total da Prefeitura de Cabo Frio, com a participação da Secretaria de Turismo e da COMSERCAF. O evento deve reunir cerca de 12 mil pessoas nos seis dias do evento, que acontece de 2 a 7 de setembro. As inscrições podem ser feitas pelo site oficial do evento: http://festivalcabofrio.festivalonline.com.br


Projeto Escola
Exibindo Foto da ultima edição, quando A Secretaria de Educação viabilizou a ida de Mais de 1.500 alunos da rede pública de ensino ao festival de dança, na tarde do Projeto Escola..jpg
A “avant-première” denominada “Projeto Escola” é um viés do Festival Internacional de Dança de Cabo Frio, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e tem como objetivo proporcionar a estudantes e educadores um espetáculo especialmente elaborado com fins educativos e culturais. Conta com a presença de várias escolas e centenas de estudantes que têm a oportunidade de assistir a belos espetáculos. 

– O Projeto Escola é uma referência dentro do Festival Internacional de Dança de Cabo Frio, inclusive apresentando coreografias elaboradas por algumas escolas públicas e projetos sociais da cidade – destaca Luane Ferreira, turismóloga da secretaria de Turismo de Cabo Frio.
Exibindo prefeito.jpg

As apresentações exclusivas para a Rede Pública de Ensino acontecem no dia 2, das 14h às 16h.

Texto: Telma Flora | Assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Turismo

Centro de Convivência do Idoso em Tamoios avança com atividades diárias. Ações atraíram mais de 3 mil pessoas em apenas 18 meses da unidade


Exibindo 19.08 - Wanderson acompanhado de alguns idosos do centro de convivêencia, junto a horta. (1).JPG

As atividades diárias dirigidas para o morador de Tamoios que faz parte da melhor idade contabilizam mais de três mil idosos registrados em pouco mais de um ano. O novo espaço do Centro de Convivência do Idoso (CCI)  instalado às margens da Rodovia Amaral Peixoto n 04, KM 133, lado praia, no bairro Unamar, se consolida como um dos projetos mais expressivos da Prefeitura de Cabo Frio dedicado a um público específico.

O objetivo do CCI é integrar cada vez mais os moradores com atividades que vão além de encontros casuais. O projeto oferece oficina de artesanato; oficina de tapeçaria; oficina de pintura; aula de dança cigana; aula de carimbo; aula de biscuit; aula de reciclagem; aula de yoga; atendimento com nutricionista e fisioterapeuta, além do cultivo de uma horta, pelos próprios idosos. O centro disponibiliza também uma professora de educação física, para a realização de atividades físicas, e uma técnica de enfermagem, para aferição da pressão arterial, medição das taxas de glicose, troca de curativos e banho aos idosos que necessitam de atendimento especial em domicilio.