Atentado a jornalista no Rio

Repórteres Sem Fronteiras pede investigação

Por Redação, com RSF - de Paris
A organização não governamental Repórteres Sem Fronteiras (RSF), com sede em Paris, pediu nesta quinta-feira que a Polícia Federal investigue a pista de um possível acerto de contas no ataque contra o blogueiro Ricardo Gama, conhecido por críticas regulares a políticos, empresários e autoridades policiais.
A RSF indicou que há pouco tempo o blogueiro denunciou a presença de um empresário envolvido no tráfico de drogas na favela da Rocinha e solicitou que a investigação leve em conta essa última acusação.
“Abordar o crime organizado ainda expõe os jornalistas brasileiros a graves ameaças”, assinalou a RSF em comunicado, segundo o qual a vítima é conhecida por “suas fortes críticas contra as autoridades locais”.
Para o RSF, apesar dos avanços em liberdade de expressão sob o mandato de Luiz Inácio Lula da Silva, a imprensa, “exposta a uma forte insegurança em várias regiões”, sofre “o abuso por parte de algumas autoridades locais”, o que é “outra forma de censura que também afeta os blogueiros”.

Comentários