Dólar tem 5ª queda

... e atinge menor valor em duas semanas
O dólar engatou a quinta baixa seguida frente ao real nesta quinta-feira (24) e recuou ao menor nível em duas semanas, em meio à contínua entrada de recursos e ao maior apetite por risco no exterior. Nesta quinta-feira, a moeda norte-americana caiu 0,18%, a R$ 1,658 - menor nível desde 9 de março.

Segundo profissionais, o mercado tem evitado derrubar o dólar com mais força por expectativas de que o governo possa anunciar medidas no câmbio.

Com o recuo de hoje, o dólar igualou a série de quedas iniciada no final de novembro. Desde a última quinta, a cotação da moeda já recuou 1,66%.

Os estrangeiros chegaram a diminuir as apostas contra o dólar, após fontes afirmarem que o governo planejava anunciar ações para conter a escalada do real.

Mas o silêncio das autoridades e a posterior informação de que a tragédia japonesa havia levado o governo a abandonar por ora o anúncio das medidas, abriram espaço para novas apostas contra o dólar.

Jorge Knauer, diretor de tesouraria do Banco Prosper, no Rio de Janeiro, lembrou que a elevada taxa de juros brasileira é um dos principais motivos para a enxurrada de capital no país.

- Não dá para ignorar isso [o juro]. A arbitragem continua sendo feita e esse movimento pressiona o dólar. 

Comentários