Líbia

Três jornalistas estrangeiros são libertados

Dois jornalistas da agência France Presse e um fotógrafo da Getty Images, detidos no sábado na região de Ajdabiyah no leste da Líbia, foram libertados agora a noite em Trípoli.

Os jornalistas Dave Clark e Roberto Schmidt, e o fotógrafo Joe Raedle já estão no hotel Rixos, no centro da capital da Líbia.

A libertação dos três tinha sido anunciada horas antes pelo porta-voz do regime líbio, Mussa Ibrahim.

"O líder da revolução [o ditador Muammar Gaddafi] recebeu um pedido da agência francesa de notícias, do CEO Sr. Emmanuel Hoog, e o líder basicamente pediu que o Estado líbio e o governo libertem esses jornalistas e, de fato, eles serão libertados em uma ou duas horas", afirmou Ibrahim.

"Poderão retornar com suas famílias, se for seu desejo, ou permanecer e trabalhar legalmente em Trípoli".

Clark, Schmidt e Raedle foram detidos no sábado na região de Ajdabiyah por tropas leais a Gaddafi.

Comentários