Bom dia! jornais e revistas desta sexta-feira

Querido leitor, divulgamos as manchetes dos principais jornais e a sinopse dos mesmos para que você não perca seu tempo procurando. Comente e dê sua opinião!

O Globo
Manchete: Multas por sonegar imposto podem chegar a R$ 100 bi
Receita reforça fiscalização para aumentar autuações de empresas e pessoas físicas

A Receita Federal está apertando a fiscalização para tingir a meta de aplicar R$ 100 bilhões em multas a empresas e pessoas físicas este ano, volume acima do registrado em 2010, de R$ 90 bilhões. O resultado já está aparecendo neste início de ano: até março, as autuações a pessoas jurídicas cresceram 30% e a pessoas físicas, mais de 10%. Neste último caso, os campeões de autuações foram proprietários ou dirigentes de empresas seguidos por profissionais liberais. As delegacias especializadas criadas pelo órgão para reforçar a vigilância a grandes empresas no Rio e em São Paulo já aplicaram, só este ano, R$ 10 bilhões em multas a 131 pessoas jurídicas, com receita bruta anual acima de R$ 90 milhões. Até o fim de maio, serão outros R$ 6 bilhões. O coordenador de Fiscalização, Antonio Zomer, diz que a Receita terá uma malha fina para empresas, semelhante à de pessoas físicas. Outra novidade será o monitoramento de operações de compra e venda de moeda estrangeira por contribuintes. (Págs. 1 e 17)
Petrobras é a 8ª maior do mundo, diz a “Forbes”
A Petrobras subiu dez posições no ranking de empresas elaborado pela revista americana “Forbes” e, agora, é a oitava maior de capital aberto do mundo. A lista, que abrande duas mil companhias, mostra ainda a Vale como maior mineradora, superando Rio Tinto e BHP Billinton. Outras 35 brasileiras são citadas. (Págs. 1 e 21)
Dilma compara Inconfidência à luta antiditadura
Em Ouro Preto (MG), a presidente Dilma Rousseff traçou ontem um paralelo da luta dos envolvidos na Inconfidência Mineira, no século 18, com o combate à ditadura militar. “Na nossa História, muitos tiveram que se exilar por desejar também liberdade e democracia”, disse. (Págs. 1 e 4)
Proteção a testemunhas sofre com falta de verba
O Sistema Nacional de Assistência a Vítimas e a Testemunhas Ameaçadas(Provita) do governo federal, tem cerca de 1.200 pessoas sob proteção no país, mas o programa enfrenta problemas com a falta de verbas e infraestrutura, além do atraso nos repasses. O orçamento anual, de R$ 14,4 milhões, é considerado baixo até pelo governo. Há também denúncias de irregularidades na gestão. (Págs. 1 e 3)
Ozônio: buraco afeta o clima
Um antigo vilão ambiental volta à cena. Pela primeira vez, o buraco na camada de ozônio, que protege a Terra das radiações ultravioletas é associado a alterações climáticas. Estudo na “Science" relaciona o buraco à mudança na circulação atmosférica. O resultado é um aumento de 10% nas chuvas na regiões tropicais. (Págs. 1 e 24)
País tem déficit de 12 mil creches
O governo federal prometeu construir seis mil creches até o fim do mandato da presidente Dilma Rousseff, mas pesquisa da Fundação Abrinq mostra que faltam 12 mil unidades no país. (Págs. 1 e 9)
Gente boa
O primeiro foi Cabral, há exatos 511 anos. Hoje, uma nova safra de portugueses está chegando ao Rio, fugindo da crise econômica (Pág. 1 e Segundo Caderno)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete: 'Maquiagem' de produtos crescem junto com inflação

Empresas reduzem quantidades sem deixar claro para consumidor

Para driblar a alta de preços, empresas estão “maquiando” seus produtos.

Com o aumento de custos, em vez de elevar o valor do produto, o fabricante reduz o peso ou o seu volume. A mudança, contudo, não é informada com clareza, relata Leandro Martins.

Levantamento da Folha em supermercados achou 12 produtos com redução no volume. As embalagens traziam informação sobre a redução – como determina lei – mas, na maioria dos casos, em letras miúdas. (Págs. 1 e Mercado,B1)

Análise: Ao olhar para a embalagem, consumidor deve perceber que houve uma alteração quantitativa, diz Arthur Rollo. (Págs. 1 e B1)
Em disputa por classe média, PT sai na frente
O PT saiu à frente dos tucanos na disputa pelos votos da nova classe média, faixa que reúne as famílias com renda mensal entre 3 e 20 salários mínimos. Eleitores desses estratos são os que mais dizem preferir o PT.

Segundo a última pesquisa Datafolha de março, entre 29% e 32% desse eleitorado prefere o PT, contra 6% a 8% pró tucanos. (Págs. 1 e Poder,A4)

Mônica Bergamo
Estrategista do PT pretende transformar Dilma Rousseff em “anti-Lula”. (Págs. 1 e Ilustrada,E2)
Foto Legenda: Calvário 1
Na saída do feriado, trânsito rumo ao interior, como a bandeirantes, foi maior que o previsto, acidente com ônibus matou 3 e feriu 36. (Págs. 1 e Cotidiano,C4)
Foto Legenda: Calvário 2
Fiéis posam com o figurino que usarão na “Paixão de Cristo” do Jardim Santa Cruz; sem a fama, nem dinheiro das superproduções, encenações religiosas se multiplicam na periferia de São Paulo. (Págs. 1 e Ilustrada,E1)
Brasileiro diz que forças de Galdafi fazem civis de escudo
O fotógrafo brasileiro André Liohn que está em Misrata (oeste da Líbia) e fez o reconhecimento dos corpos dos também fotógrafos Tim Hetherington e Crhis Hondros, disse que a ação aérea da Otam é impotente para romper o cerco de Gaddafi aos rebeldes na região.

Ele disse que forças do ditador usam bombas de fragmentação e civis como escudos humanos. (Págs. 1 e Mundo,A12)
Líder eleito do Haiti propõe a recriação do Exército
Poucas horas depois de ter sido oficializado como presidente eleito do Haiti, o cantor popular Michel Martelly anunciou que pretende recriar o Exército do país, com o objetivo de substituir a missão de paz da ONU comandada pelo Brasil.

A recriação do Exército dissolvido porque promoveu inúmeros golpes de Estado, é tem,a delicado na política haitiana. (Págs. 1 e Mundo, A8)
Cotidiano: Avião cai em Manaus logo após decolar e mata sete. (Págs. 1 e C4)

Carlos Heitor Cony
O rito estéril, mas cerimonial religioso é belo

Não gosto da Semana Santa. Mas vibro com as cerimônias, são belas. Sinto a vida religiosa naufragada num rito estéril. (Págs. 1 e Ilustrada,E10)
Editoriais
Leia “sinais contraditórios”, sobre o aumento na taxa básica de juros e “Impasse na Síria”, acerca do fim da lei de emergência no país árabe. (Págs. 1 e Opinião,A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Dilma enquadra agências reguladoras
Até o final do ano, órgãos como Anatel e ANP deverão ter comando com perfil técnico, e a ideia do Planalto é ampliar seu controle sobre eles

As agências reguladoras vão começar a ganhar um perfil mais alinhado com a presidente Dilma Rousseff ainda neste ano. As indicações para os cargos já foram iniciadas pelo Planalto. Até o fim do ano, o comando de órgãos reguladores, como a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis(ANP), estará sob nova gestão. As indicações políticas não estão vetadas, mas os aliados terão de encontrar pessoas com perfil técnico efetivo. O Planalto quer aproveitar as mudanças para exercer maior controle sobre as agências. Para operadores do setor elétrico, a decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de apertar o Grupo Bertin por conta dos atrasos na entrega de termoelétricas já é uma evidência dessa ligação estreita. (Págs. 1 e Economia B1 e B3)

Royalties da mineração
A presidente Dilma Rousseff reiterou ontem, em Minas, a disposição de rever os royalties pagos pela exploração mineral. “Não é justo, nem tampouco contribui para o desenvolvimento do Brasil, que os recursos minerais sejam daqui tirados e não haja a devida compensação”, disse Dilma. (Págs. 1 e Economia B3)
STF abre nova polêmica sobre Ficha Limpa
Depois de decidir que os fichas-sujas poderiam concorrer em 2010, o STF vai julgar ações do PPS e da OAB sobre a Lei da Ficha Limpa e deverá impedir as candidaturas a partir de 2012. A polêmica agora é para definir se um condenado, mas ainda com chance de recorrer, será impedido de disputar eleição. (Págs. 1 e Nacional A4)
Celso Minc
O BC dos puxadinhos

Elevar os juros em 0,25 pontos porcentuais não ajuda a recuperar a credibilidade do Banco Central, abalada pela tolerância com avanço da inflação. (Págs.1 e Economia,B2)
Nelson Motta
Prendas domésticas

Só vamos ter certeza de ascensão social no País quando as imobiliárias começarem a lançar apartamentos de luxo sem quarto de empregada. (Págs. 1 e Nacional,A8)
5 – Notas & informações
Brincando com a Inflação?

A inflação avança no bolso dos brasileiros e o governo não mostra disposição de contê-la. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete 1 – Comer...
Comer...
Um roteiro com restaurantes para você apreciar o bacalhau e outros pratos deliciosos. Mas a Diversão vai além da mesa: Rock do motorhead, cinemas, teatro e festas movimentam a cidade. (Págs. 1 e Divirta-se em Diversão e Arte)

Rezar...
Via-sacra deve atrair 200 mil pessoas ao morro da Capelinha, em Planaltina. Desde ontem, fiéis lotam igrejas, devoção continua hoje com procissão, missas e outras celebridades. (Págs. 1 e 25)

Amar...
Numa prova de amor à cidade, 5 mil corredores celebram os 51 anos da capital na maratona Brasília de revezamento, vencida pelo Cruzeiro. Veja a classificação de cada um na disputa. (Super esportes. Suplemente especial com resultado da Maratona. Págs. 1 e 19 a 21)
Gasolina já passou dos R$ 3 no Distrito federal
Em pelo menos um posto da Asa Sul e outro no Riacho Fundo, o litro subiu R$ 0,08, sendo vendido a R$ 3,02. (Págs. 1 e 27)
STJ mantém Deborah Guerner na cadeia
Acusada de simular doença mental, promotora tem hábeas corpus negado e passará o fim de semana presa. (Págs. 1, 17 e 18)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Calvário nas estradas

A interdição da ponte sobre o Rio das Velhas na BR-318, principal ligação de BH com Espírito Santo e Bahia, transformou a viagem da Semana Santa em penitência para milhares de pessoas. Houve grandes congestionamentos nos desvios por cidades vizinahas à capital. E a BR-040, sentido Rio rota alternativa para as praias capixabas e baianas, ficou engarrafada até o trevo de Ouro Preto. Por causa da cerimônia de 21 de Abril, o acesso à cidade histórica foi fechado para veículos pesados das 6h às 15h, provocando mais transtornos.

Foto Legenda: BR-040. Além de sobrecarga de veículos, pequenos acidentes sem gravidade aumentaram os gargalos no fluxo da rodovia na saída para o Rio de Janeiro.

Foto Legenda: Sabará. O trajeto ficou intenso para quem saía ou chega a BH

Foto Legenda: Santa Luzia. O desvio deu nó no trânsito e moradores fizeram protestos
Dilma promete elevar royalties da mineração
No discurso em Ouro Preto, onde recebeu a Medalha da Inconfidência, a presidente se comprometeu a enviar ao Congresso projeto do marco regulatório da mineração, para aumentar a compensação aos municípios explorados. O aumento dos royalties é uma das principais reivindicações do estado. (Págs. 1, 3, 5 e Editorial,6)
Imposto. Governo faz caixa a custa da inflação
Em vez de frear o consumo e a alta dos preços como seria o objetivo a sobretaxação de compras no exterior com cartão de crédito e duplicação do IOF sobre os empréstimos às famílias vão render arrecadação extra à Receita Federal de até R$ 10 bilhões este ano. (Págs. 1 e 10)
Preço salgado
O bacalhau não é a única estrela do mercado central. A alta do produto levou consumidores a enfrentar filas atrás de peixes precos como sardinha e merluza. (Págs. 1 e 10)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Crime bárbaro no agreste (Pág. 1)

Petrolina vai fabricar cerveja (Pág. 1)

Avião cai e mata sete no Amazonas (Pág. 1 )

PPPs dão os primeiros resultados (Pág. 1)

------------------------------------------------------------------------------------
ISTOÉ Dinheiro

Manchete: Brasileiros que estão bombando no Vale do Silício

Conheça os empreendedores que estão dando muito o que falar na meca da tecnologia mundial, onde nasceram a Apple, a Intel e o Google, com produtos inovadores nas áreas de software, jogos para celular e ferramentas para as redes sociais.
Armas: A corrida por um negócio de R$ 30 bilhões

Eike Batista: “Por que perdi US$ 3 bilhões em um dia"

------------------------------------------------------------------------------------
CartaCapital



Manchete: O diário do Araguaia

O dia a dia na selva narrado por Maurício Grabois, líder da guerrilha, em escritos mantidos sob sigilo pelo Exército há 38 anos

“Nosso objetivo estratégico nesta fase da luta armada é sobreviver." (12/09/72)

"Esse aprendizado nos custou sangue, sofrimentos e suor.” (12/10/73)
Cartaverde - Como o mundo se prepara para viver sem petróleo

Salvador - Degradada, a capital baiana perde turistas para Fortaleza

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchetes: Feriadão de Páscoa 2011. Por que as estradas pararam

Rodovias como a BR-386 registram engarrafamentos sem precedentes. Veja como escapar deles na volta. (Págs. 1, 4, 5, Rosane de Oliveira,08 e Editorial,10)
PSD de Kassab
Nova sigla agrava crise na oposição(Págs. 1 e 6)
------------------------------------------------------------------------------------


Jornal do Brasil
















Jornais Internacionais

The New York Times
(EUA)Humor da nação no nível mais baixo em dois anos, mostra pesquisa

The Washington Post (EUA)
Obama envia bombardeiros à Líbia
The Times (Reino Unido)
Igreja incita escolas a cortarem vagas para fiéis

The Guardian (Reino Unido)
Os cemitérios estão enchendo na guerra inesperada de Misrata

Le Figaro (França)
Sarkozy parte em campanha em seu balanço

Le Monde (França)
Paris, Londres e Roma acentuam seu engajamento no conflito líbio

El País (Espanha)
ETA ordenou a Batasuna criar aliança eleitoral independente

Clarín (Argentina)
Pobreza seria 3 vezes maior que os dados oficiais






Patrocinadores:




Construtora




Informática






Bom dia! Uma Sexta-feira Santa de amor e paz.
Equipe Visão La Flora

Comentários