Bom dia! Manchetes dos jornais desta quarta-feira

Querido leitor, divulgamos as manchetes dos principais jornais e a sinopse dos mesmos para que você não perca seu tempo procurando. Comente e dê sua opinião!
O Globo
Manchete: China investe no Brasil e acena com vaga na ONU 
Fornecedora da Apple promete aplicar US$ 12 bi e produzir tablets

Num gesto comemorado pela diplomacia brasileira, a China concordou em incluir no comunicado oficial conjunto divulgado pelos presidentes Dilma Rousseff e Hu Jintao o apoio à aspiração do Brasil por uma vaga no Conselho de Segurança das Nações Unidas. O Brasil, por sua vez, reiterou o compromisso de acelerar o processo de reconhecimento da China como economia de mercado, que ainda depende de regulamentação do Ministério do Desenvolvimento e do aval do Congresso. Ontem, a Foxconn, fornecedora taiwanesa da Apple e maior exportadora da China, prometeu a Dilma investir US$ 12 bilhões no Brasil, inclusive para produzir no país iPads e iPhones. (Págs. 1 e 17 a 19)

País reage a OEA e não indica candidato

Em repúdio ao pedido da OEA para suspender Belo Monte, o governo brasileiro retirou a candidatura de Paulo Vannuchi à Comissão Interamericana de Direitos Humanos. (Págs. 1 e 19)

Foto-legenda: A presidente Dilma Rousseff e Hu Jintao passam a tropa em revista em Pequim: Brasil reitera que China é economia de mercado.
Atirador deixou mensagem em vídeo
No estilo de homens-bomba e atiradores de outros massacres em escolas, o assassino Wellington Menezes de Oliveira deixou dois vídeos, gravados, segundo ele, na terça-feira, 5 de abril, dois dias antes do ataque em Realengo, em que 12 alunos morreram. O Serviço Antiterrorismo da PF investigará a vida do assassino. (Págs. 1, 11, Zuenir Ventura e Roberto DaMatta)

Plebiscito divide, mas já tem data

O presidente do Senado, José Sarney, apresentou o polêmico projeto de decreto propondo um plebiscito sobre a proibição do comércio de armas de logo. Sarney disse que desistiu do referendo porque só um plebiscito - previsto para outubro - pode mudar a lei já aprovada. (Págs. 1 e 14)

Foto-legenda: Condecorado - O vice-presidente Michel Temer entrega a condecoração ao sargento Alves, que deteve o assassino de Realengo. Ele foi promovido por bravura (Págs. 1 e 12)
Japão entre a incerteza e a desconfiança
Após equiparar o desastre nuclear de Fukushima a Chernobyl, o governo japonês foi alvo de críticas pelas informações imprecisas. O premier Naoto Kan pediu que a população evite o pânico, e autoridades disseram que a radiação representa um décimo da registrada em Chernobyl. “O público já não acredita mais nas declarações oficiais. Se o governo quisesse evitar o pânico, deveria ter sido mais franco sobre a gravidade”, disse Philip White, diretor de uma ONG. (Págs. 1 e 24)

Foto legenda: Prédio perto do reator nuclear 4 pega fogo depois de novo tremor
Em 10 anos, mortes de motociclistas sobem 753%
De 1998 a 2008, o número de mortes em acidentes com motocicletas cresceu 753,8%, informa o Mapa da Violência 2011. O aumento é muito maior que o da frota de motos: 368,8%. Só em 2008, morreram 8.939 motoqueiros, mais do que os motoristas e passageiros de automóveis: 8.120. Na década, foram 369 mil mortes no trânsito. (Págs. 1 e 3)
CNJ recua e libera 'siesta' de servidores
Após pressão de servidores e magistrados, que se queixaram até do calor, o Conselho Nacional de Justiça flexibilizou o expediente das 9h às 18h nos tribunais: permitiu dois turnos e horário de almoço, mas com oito horas de trabalho. (Págs. 1 e 9)
Deputado do castelo ganha cargo em MG
Sem ter sido eleito para novo mandato, o ex-deputado Edmar Moreira - que é dono de um castelo e chegou a defender o fim do Conselho de Ética da Câmara - ganhou cargo no governo de Antonio Anastasia, em Minas. (Págs. 1 e 4)
Guerra atômica: Eike X Eletronuclear
Após citar o acidente no Japão, Eike Batista chamou de “monstro” a energia nuclear e propôs a troca dessas usinas por térmicas de carvão. Para a Eletronuclear, Eike só quer alavancar seus negócios. (Págs. 1 e 23)
Encontrada no mar a cauda do avião da Air France (Págs. 1 e 15)
Editorial
Plebiscito é perda de tempo. O que o Estado deve fazer é fiscalizar a aplicação do Estatuto do Desarmamento. (Págs. 1 e 6)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete: Chineses anunciam US$ 12 bilhões para fazer iPad no Brasil 
Recursos virão ao longo de 5 anos; associação questiona dimensão do projeto, que prevê 100 mil funcionários

A taiwanesa Foxconn anunciou em reunião com a presidente Dilma Rousseff que investirá US$ 12 bilhões no Brasil nos próximos cinco anos. A intenção é produzir displays (telas de computador e de tablets), hoje exclusividade da China, do Japão e da Coreia do Sul.

Terry Gou, fundador da empresa controladora de Foxconn, disse ainda ter acertado com a Apple a montagem de iPads no Brasil a partir de novembro. (Pág. 1 e Mercado)

Análise: Após chineses, Brasil terá de aceitar outros estrangeiros, escreve Julio Wiziack. (Pág. 1 e Mercado, Pág. B3)
Foto-legenda: Novo lazer
No M’Boi Mirim, na zona sul, uma das regiões mais violentas de SP, aluna participa de campanha de ONG que troca armas de brinquedo por gibis. (Pág. 1 e Cotidiano, Pág. C3)
Aécio diz ser mais otimista que FHC sobre atrair 'povão'
O senador Aécio Neves se disse mais otimista que Fernando Henrique Cardoso e defendeu que a oposição tente se inserir no Nordeste e nos movimentos sociais.

Segundo FHC, tucanos e aliados devem buscar a nova classe média e desistir do "povão", que está com o PT. (Pág. 1 e Poder, Pág. A4)
Aeronáutica vigiou políticos de esquerda após ditadura
O Arquivo Nacional libera a partir de hoje documentos que revelam que a Aeronáutica monitorou políticos, partidos e organizações de esquerda mesmo depois do fim da ditadura militar.

Estarão disponíveis para consulta 35 mil documentos – cerca de 1.300 deles produzidos nos governos José Sarney, Fernando Collor e Itamar Franco. (Pág. 1 e Poder, Pág. A8)
Para a França, Otan não cumpre o seu papel ao atuar na Líbia (Pág. 1 e Mundo, Pág. A15)
Atirador gravou vídeo sobre o massacre que iria cometer
Em vídeo descoberto pela polícia e exibido ontem no “Jornal Nacional”, o atirador Wellington Menezes de Oliveira diz que “a luta pela qual (...) eu morrerei não é exclusivamente pelo que é conhecido como bullying. A nossa luta é contra pessoas cruéis, covardes, que se aproveitam da bondade, da inocência ou da fraqueza de pessoas incapazes de se defender”. (Pág. 1 e Cotidiano, Pág. C4)
Fernando Rodrigues
Proposta de repetir plebiscito é irreal e oportunista. (Pág. 1 e Opinião, Pág. A2)
Cotidiano
Lei proíbe cobrança de acompanhante que assiste a parto. (Págs. 1 e C9)
Mercado
Eike lança Bolsa eletrônica para negociar energia elétrica. (Págs. 1 e B5)
Editoriais
Leia “Avanços em Pequim”, com avaliação de viagem de Dilma à China, e “Intolerância à francesa”, sobre proibição de véus que cobrem o rosto. (Pág. 1 e Opinião, Pág. A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete: China apoia aspiração do Brasil a mais poder na ONU
Na visita da presidente Dilma Rousseff à China, Pequim deu um passo adiante ao tratar da defesa do Brasil como membro permanente do Conselho de Segurança da ONU, informam a enviada especial Vera Rosa e a correspondente em Pequim, Cláudia Trevisan. No comunicado conjunto, os chineses assinalaram que a representação das nações em desenvolvimento no conselho é “prioridade”. “A China atribui alta importância à influência que o Brasil, como maior país em desenvolvimento do hemisfério ocidental, tem desempenhado nos assuntos regionais e internacionais, e compreende e apoia a aspiração brasileira de vir a desempenhar papel mais proeminente na ONU”, diz o comunicado. Embora Pequim já tenha declarado apoio à pretensão brasileira, por enquanto tudo ficou na retórica. A China, membro permanente, não quer ajudar o Japão, com quem o Brasil se associa nesse projeto, ao lado de Índia e Alemanha. (Pág. 1 e Nacional, Pág. A8)

Taiwanês pode investir US$ 12 bilhões no País

A empresa Foxconn, maior fabricante de produtos eletrônicos do mundo, informou que pretende investir US$ 12 bilhões para construir fábrica de displays digitais no Brasil. (Pág. 1 e Economia, Pág. B1)

Foto-legenda: Na China - Dilma participa de cerimônia de boas-vindas ao chegar ao Grande Palácio do Povo, em Pequim
Plebiscito sobre armas pode ser em 2 de outubro
O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), apresentou proposta de plebiscito sobre o desarmamento a ser realizado em 2 de outubro. Para que a consulta popular seja feita, será necessário trâmite acelerado no Congresso. A ministra Maria do Rosário (Direitos Humanos) apoia. O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), é contra a ideia. Além do plebiscito, diversas propostas estão sendo apresentadas em reação ao massacre de Realengo. (Pág. 1 e Cidades, Pág. C1)

Proposta de pergunta para o plebiscito:

“O comércio de armas de fogo e munição deve ser proibido no Brasil?”
Reforma política será só 'perfumaria'
A maioria das propostas de reforma política que serão entregues hoje ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), não deverá sair do papel. A exceção poderá ser o fim das coligações nas eleições proporcionais. Líderes de partidos aliados e de oposição consultados pelo Estado apostam que o Congresso vai restringir a reforma política à chamada “perfumaria”. (Pág. 1 e Nacional, Pág. A4)
Oposição deve disputar classe média, diz FHC
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em artigo para a revista Interesse Nacional divulgado ontem na internet, criticou as estratégias do PSDB, enfatizando o papel dos novos grupos sociais que atuam fora dos partidos. A oposição, escreve FHC, deveria parar de brigar pelos votos do “povão” e voltar-se para as “novas classes médias”, ativas nas redes sociais. (Pág. 1 e Nacional, Pág. A6)
Japão teme pânico ao citar Chernobyl
Após igualar o acidente nuclear de Fukushima ao maior da história, o de Chernobyl, o premiê do Japão, Naoto Kan, pediu que a população e os países vizinhos não entrassem em pânico. Ele disse que a situação na usina, atingida pelo terremoto de 11 de março, está sendo estabilizada. Para analistas, o nível de radiação do local equivale a até 10% do de Chernobyl. (Pág. 1 e Internacional, Pág. A12)

Foto-legenda: Deserto - Policial japonês em área esvaziada perto da usina de Fukushima
França pode estar perto de caixa-preta de Airbus (Pág. 1 e Cidades, Pág. C4)
Maternidade não poderá cobrar de quem vê parto (Pág. 1 e Vida, Pág. A10)
Erro faz veículos serem reprovados em inspeção (Pág. 1 e Cidades, Pág. C5)
Dora Kramer: Convite à reflexão
A “pensata” de Fernando Henrique Cardoso sobre o papel da oposição hoje no Brasil não requer apoio ou repúdio, mas um exame detido. (Pág. 1 e Nacional, Pág. A6)
Notas & Informações: O FMI e o déficit brasileiro
Um ajuste sério tem de levar em conta gastos públicos, demanda interna e juros elevados. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
Manchete: Negócio da China, mas nem tanto
Pragmática, Dilma trará de Pequim acordos para construir cidade digital e fabricar Ipad no Brasil. O maior alvo da viagem, porém, ficou aquém do esperado: o apoio chinês à pretensão brasileira de ter assento no Conselho de Segurança da ONU não foi explícito

Foto-legenda: Jatos da Embraer, exportação de carne suína, iPad, cidade digital... Na área econômica, o brinde com o colega Hu Jintao sela um balanço positivo da primeira etapa da visita de Dilma. Já na política, ficou evidente o empenho da delegação brasileira para não melindrar os chineses. O resultado foi lacônico: uma discussão apenas superficial da questão dos direitos humanos.

E no balanço de perdas e ganhos...

TECNOLOGIA: Investimento de R$ 12 bilhões em cidade digital no Brasil deve abrir 100 mil vagas de emprego.

IPAD: Empresa chinesa começa a produzir o tablet da Apple em território brasileiro em novembro.

ONU: Dilma
não conseguiu apoio formal da China à candidatura do Brasil ao Conselho de Segurança. (Págs. 1 e 2 a 5)
Foto-legenda: O atirador, o referendo e as armas
Dois dias antes do massacre, assassino gravou vídeo no qual fica claro que planejou a matança em escola no Rio. No Congresso, o debate em torno de novo referendo sobre desarmamento revela políticos movidos a tragédias e holofotes. O exemplo mais recente é a CPI do Tráfico de Armas, encerrada sem aprovar nenhuma proposta para desarmar o crime no país. (Págs. 1 e 10)
Foto-legenda: Sai a lama, entram os estudantes
Enquanto professores, alunos e servidores fazem o levantamento do material e das pesquisas destruídas pelo temporal de domingo, a UnB tenta retomar as aulas a partir de hoje. Para evitar novos alagamentos, o GDF prevê obras de captação de água nas quadras 10 e 11 da Asa Norte. (Págs. 1 e 27 a 29)
Será o Benedito?
Câmara quer processar o distrital por quebra de decoro. Benedito Domingos pode ser cassado por favorecer a família em contratos com o GDF. (Págs. 1 e 24)
Passaporte
PF só abrirá vagas para atendimento no DF em julho (Págs. 1 e 15)
Justiça pode ter horário flexível
Após pressão de servidores, o Conselho Nacional de Justiça autorizou os tribunais a concederem intervalos no atendimento, na hora do almoço. (Págs. 1 e 11)
Cortes deixam as nomeações por um fio
Aprovados em concursos correm contra o tempo. Isso porque muitas seleções têm prazo de validade se encerrando nesta semana, casos do Ibama e da Anatel. Como o governo proibiu as contratações, os candidatos podem ficar sem o emprego público. (Págs. 1 e 12)
Gasolina pertinho dos R$ 3
Litro do combustível já custa R$ 2,94 em muitos postos do Distrito Federal. A boa notícia é que o álcool caiu de R$ 2,84 para R$ 2,48. (Págs. 1 e 33)
------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico
Manchete: Argentinos ameaçam cassar concessão de mina da Vale
Os planos da Vale de aplicar US$ 4,5 bilhões na exploração de cloreto de potássio na Província de Mendoza, o maior investimento de uma empresa brasileira na Argentina, estão ameaçados. Em carta de 5 de abril, o governo provincial acusa a mineradora de descumprir acordo para contratar na própria região pelo menos 75% da mão de obra empregada e para dar "prioridade" a empresas locais na compra de bens e serviços. As autoridades de Mendoza citam o Código Nacional de Mineração e dão 30 dias para a Vale adequar-se, sob pena de revogar a concessão para explorar o insumo - usado na produção de fertilizantes - da mina localizada no município de Malargüe. Na Argentina, as concessões de petróleo e de jazidas minerais cabem às Províncias.

Segundo fontes do governo, menos de 60% da mão de obra contratada até agora é da região e a Vale estaria enquadrando como locais funcionários com residência temporária em Mendoza. A prioridade estaria sendo dada a trabalhadores da Província vizinha de Neuquén, para reduzir custos de transporte dos empregados, já que a mina em Malargüe está em área isolada e as concentrações urbanas mais próximas ficam fora de Mendoza. (Págs. 1 e B1)
MT desbanca SP em receita agrícola
A soja e o algodão do Mato Grosso desbancaram as culturas perenes paulistas - laranja, café e cana - e tiraram pela primeira vez a liderança do Estado em valor bruto da produção agrícola (VBP). Levantamento do Ministério da Agricultura projeta o valor das principais lavouras mato-grossenses em R$ 33,4 bilhões neste ano, 55,9% mais que em 2010. Na comparação, o valor paulista recuará 9,7%, para R$ 29,8 bilhões.

O fortalecimento do Mato Grosso deverá levar o Centro-Oeste ao segundo lugar entre as regiões de maior VBP, à frente do Sul e pouco atrás do Sudeste, onde o café, em Minas e São Paulo, ainda é uma âncora importante. As oscilações decorrem do comportamento de produção e dos preços dos produtos. Soja e algodão terão maiores valores brutos em 2011, enquanto a cana, carro-chefe do Sudeste, tende a perder força. (Págs. 1 e B14)
Gestos, acordos e dúvidas entre Brasil e China
A presidente Dilma Rousseff encerra hoje a primeira etapa de sua visita à China com muitos anúncios e gestos de boa vontade do governo chinês, mas sem manifestações oficiais sobre a derrubada de barreiras contra produtos brasileiros de maior valor agregado. O presidente chinês, Hu Jintao, prometeu enviar uma missão comercial
"de compras" ao Brasil, em maio. Os chineses não deram resposta à reivindicação dos produtores brasileiros de aço, como a Gerdau, que se queixam da recusa em autorizar investimentos no setor siderúrgico chinês.

O anúncio mais surpreendente veio de uma empresa de Taiwan, a Foxconn, fabricante do iPad, que prometeu investir US$ 12 bilhões no Brasil para fabricar telas de cristal líquido em Jundiaí. Alguns analistas manifestaram ceticismo sobre o valor do investimento. (Págs. 1 e A3)

Foto-legenda: Dilma recebe boas-vindas do presidente da China no Palácio do Povo, em Pequim: Promessas mútuas de resolver pendências de “forma expedita”.
Comitês de fábrica dão as cartas no ABC
Criado há dez anos, o modelo dos comitês sindicais, que partiu das extintas comissões de fábrica, ganhou espaço no ABC Paulista e hoje se tornou importante canal de comunicação entre os trabalhadores das cinco montadoras instaladas na região e mais 84 fábricas de autopeças. A principal diferença em relação às antigas comissões é que os comitês são criados pelo sindicato, o que torna mais ágil a tomada de decisões e a solução de problemas internos. O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, que representa 105 mil trabalhadores, praticamente não mantém contato com as fábricas onde há um comitê. Formalmente conhecidos como Comitê Sindical de Empresa, eles tomam decisões sobre toda rotina dos trabalhadores - exceto sobre salários -, que são muitas vezes contestadas pelo Ministério Público. O sistema, acertado entre empresas e o sindicato, será levado ao governo ainda este mês, sob a forma de anteprojeto de lei que o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC tem pronto, com o reconhecimento dos comitês pela CLT e tornando-os um modelo
"exportável" para o resto do país. (Págs. 1 e A14)
Gas Natural eleva previsão de investimentos a R$ 1,6 bi
O grupo espanhol Gas Natural Fenosa, que controla a CEG, CEG Rio e Gas Natural, está revendo para cima seus investimentos no mercado brasileiro, antes estimados em R$ 1 bilhão no período de 2010 a 2014. Agora, o valor foi elevado para R$ 1,6 bilhão por causa das possibilidades de negócios com a Olimpíada de 2016 e o programa de habitação popular Minha Casa, Minha Vida.

Bruno Armbrust, presidente da Gas Natural no Brasil, disse que, além dos investimentos a serem feitos pelas concessionárias, o grupo estuda participar do mercado de geração elétrica por meio de térmicas a gás, além de analisar oportunidades de investir em energia eólica e pequenas centrais hidrelétricas. Outra frente de negócios seria entrar em nova distribuidora de gás natural que venha a ser privatizada no Brasil. No total, o grupo está presente em 25 países e tem 20 milhões de clientes. (Págs. 1 e B10)
Obama pode subir imposto dos mais ricos
O presidente Barack Obama anuncia hoje um plano para reduzir o déficit público americano, num esforço para retomar o controle da agenda fiscal, capturada pela oposição republicana. A expectativa é que ele aceite algumas propostas apresentadas em 2010 por uma comissão fiscal interpartidária, como aumento de impostos para os mais ricos e corte em benefícios pagos pelo governo.

O governo Obama enfrenta crescente pressão para cortar o déficit público, que este ano será de 10,6% do Produto Interno Bruto (PIB). Ontem, o Fundo Monetário Internacional (FMI) criticou o atraso dos EUA Unidos em anunciar um plano fiscal com medidas críveis. (Págs. 1 e A13)
Mega-agência de turismo TUI negocia compra da CVC
O fundo americano de "private equity" Carlyle e o empresário Guilherme Paulus, que controlam a CVC, maior operadora de agências de viagem no país, estão em conversas com o grupo alemão TUI. Um dos maiores operadores de turismo do mundo, com faturamento de € 16 bilhões, o TUI mostrou interesse em comprar a CVC e se aproximou há dois meses do Carlyle. O movimento teria levado o fundo a retardar a abertura de capital da CVC, prevista para o segundo semestre.

O controle da empresa é do Carlyle, com 63,6%. Paulus, fundador e presidente do conselho de administração, detém 36,4%. O empresário nega as negociações. O executivo Fernando Borges, presidente do Carlyle no Brasil, diz que não há interesse na venda. "A empresa cresce 25% ao ano, os resultados são excelentes e o potencial é enorme". (Págs. 1 e B9)
Piso dos professores
Estados e municípios terão dificuldades para pagar o piso de R$ 1.187 aos professores. Segundo a Confederação Nacional de Municípios, as prefeituras brasileiras precisarão de R$ 2,3 bilhões extras só para a folha do magistério. (Págs. 1 e A2)
Avanço tímido em TI
O Brasil subiu cinco posições no ranking de exposição às tecnologias da informação do Fórum Econômico Global. Agora, é o 56º entre 138 paises. (Págs. 1 e B6)
Embraer fecha acordos em defesa
A Embraer Defesa e Segurança anunciou ontem acordos para comprar 50% da Atech Negócios em Tecnologias e também transferência de tecnologia em aeronaves não tripuladas com a Elbit, de Israel. (Págs. 1 e B11)
Votorantim investe em não ferrosos
Animada com os bons preços dos metais não ferrosos, a Votorantim vai investir R$ 1 bilhão este ano em suas operações de alumínio, zinco, níquel e cobre, no Brasil e Peru. (Págs. 1 e B11)
Planalto 'intervém' na Embrapa
Disputas internas na Embrapa levam o Palácio do Planalto a intervir no processo de escolha dos diretores e a reduzir a autonomia da instituição. (Págs. 1 e B14)
Álcool cai nas usinas
O avanço da colheita da cana e a queda no consumo de etanol provocado pela alta dos preços fizeram a cotação do produto cair nas usinas. Mas o repasse ainda não chegou ao consumidor final. (Págs. 1 e B14)
Banco chinês no Brasil
Depois de chegar à Europa e Estados Unidos, o Industrial & Commercial Bank of China, o maior banco do mundo em valor de mercado, planeja instalação de um banco múltiplo no Brasil. (Págs. 1 e C7)
Flexibilidade engajadora
Pesquisa internacional realizada pela consultaria da Bain & Company com 3,3 mil executivos mostra que empresas que adotam horários flexíveis têm funcionários mais engajados e satisfeitos. (Págs. 1 e D10)
Ideias:
Cristiano Romero

No Brasil, o índice de popularidade do presidente responde mais ao comportamento da inflação do que à evolução do PIB. (Págs. 1 e A2)
Ideias:
Fernando J. G. Landgraf

Desenvolver tecnologias da cadeia produtiva de terras raras impõe desafios e oportunidades para a indústria nacional. (Págs. 1 e A13)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
Manchete: Fraude + ganância + adulteração + mortes = cadeia
O presidente da indústria de remédios mineira Hipolabor, Ildeu de Oliveira Magalhães, e seu sócio, Renato Alves da Silva, foram presos ontem, acusados de falsificar medicamentos, que teriam causado a morte de pelo menos duas pessoas e danos neurológicos em quatro.

Outras mortes estão sendo investigadas. Os empresários vão responder ainda por sonegação fiscal de R$ 600 milhões, lavagem de dinheiro, fraude em licitações e formação de quadrilha. Uma farmacêutica também foi presa, e um farmacêutico detido para averiguação. (Págs, 1 e 23 a 25)
Foto-legenda: Minha Casa, Minha Vida, 14 meses depois
Não tem mais teto, não tem mais nada...

Catorze de 96 casas construídas pelo governo federal em parceria com a Prefeitura de Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, dentro do programa Minha Casa, Minha Vida, estão sem condições de uso, ameaçadas por erosões. O conjunto habitacional custou R$ 18,8 milhões. Entre as residências interditadas, já parcialmente demolidas, está a que foi usada como modelo pelo ex-presidente Lula e a então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, na inauguração, em fevereiro de 2010. (Págs. 1 e 6)
Deputado do castelo ganha cargo no governo
Derrotado na tentativa de reeleição, Edmar Moreira (PR) ganhou emprego do governador Antonio Anastasia: vice-presidente da Minas Gerais Participações S.A. (MGI), empresa subordinada à Secretaria da Fazenda, com salário de R$ 7 mil. (Págs. 1 e 7)
Imposto de Renda: Contribuinte já pode ver se caiu na malha fina
Receita Federal antecipa o processamento do Imposto de Renda referente a 2010 e permite a pessoas físicas consultar se há pendências com o fisco e fazer correções apenas três dias depois da entrega da declaração. (Págs. 1 e 17)
Dilma na China: Produção de iPad no Brasil terá US$ 12 bi
Enviada especial Denise Rothenburg relata balanço positivo da viagem. Grupo taiwanês anunciou fábrica de tablets no Brasil, com contratação de 100 mil funcionários. No campo político, governo chinês deu apoio tímido à pretensão brasileira de ocupar vaga no Conselho de Segurança da ONU. (Págs. 1, 3 e 4)
Campeão nacional
Mineiro já consome 21kg de carne suína por ano (Págs. 1 e 15)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
Manchete: "Meu Deus, Nanda"
Desabafo enviado para o JC por Laiza, amiga da jovem assassinada, ontem, em Aldeia, reflete a indignação geral. Fernanda Mateus, 26 anos, fazia trabalho na faculdade, parou para pedir informação e foi morta por ladrão. Abaixo, outros depoimentos.

"Muito, muito triste... Uma pessoa iluminada, alegre, inteligente. Onde vamos parar com tanta violência?" Dayse

"Era uma menina brilhante, esforçada e proativa. Estou chocado. É uma guerra civil não declarada." José Afonso

"Esse Pacto pela Vida é pacto com os bandidos. Os números (do governo) não revelam nada." Márcio Andrade

"Violência existe em qualquer lugar. Mas se o poder público não se mostrar presente, vai piorar." Carlos Ribeiro

Foto-legenda: Polícia retira o carro onde estava a vítima. Garota foi morta apenas por se recusar a entregar a bolsa. (Pág. 1 e Cidades, Págs. 1 e 2)
Foto-legenda: O inverno nem começou e o Recife já está totalmente refém das chuvas
Circular pela cidade voltou a ficar insuportável para quem saiu a pé, ônibus ou de carro. No Espinheiro, água destampou bueiro que "engolia" veículos. Cansados de esperar pela PCR, moradores improvisaram barreiras para proteger suas casas em Porto da Madeira. (Pág. 1 e Cidades, Págs. 4 a 6)
Desarmamento cria polêmica
Lançada na emoção do massacre no Rio, proposta de plebiscito sobre rigor contra as armas divide Senado e Câmara. Policiais que evitaram tragédia maior foram promovidos por bravura. (Págs. 1 e 9)
Cartórios com taxas mais altas
Prefeitura do Recife obteve decisão favorável do TJPE para cobrar ISS sobre os cartórios. O setor vai repassar o imposto para o consumidor, que pagará até 5% mais pelos serviços. (Pág. 1)
Informática da UFPE forma amanhã seu milésimo mestre (Pág. 1 e Tecnologia, Págs. 1 e 2)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Manchete: Pesquisa exclusiva fórum da liberdade - Empresas preveem crescer mas temem falta de mão de obra
Inflação e escassez de profissionais podem frear avanço, aponta sondagem. (Págs. 1, 4 e 5)
Foto-legenda: Dilma sela investimento chinês
Em visita à China, presidente celebrou anúncio de US$ 12 bilhões a serem injetados no Brasil por fabricante de tablets. (Págs. 1 e 6)
Santa Maria
Fábrica de blindados investe no RS (Págs. 1 e 14)
Ao MST
Tarso promete assentar mil famílias (Págs. 1 e 27)
Violência: Estudantes com armas põem escolas em alerta
Em colégios da Capital, adolescentes estavam com pistolas, e em Santa Maria menina portava punhal. (Págs. 1, 38 e Rosane de Oliveira, Pág. 10)
Igreja lesada: Portugal investiga diplomata por crime
Vice-cônsul suspeito de golpe milionário contra a Arquidiocese é alvo da Justiça do seu país. (Págs. 1 e 33)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Brasil

Comentários