Panos quentes na disputa entre Serra e Aécio

PSDB, em meio à crise, coloca



Os líderes do PSDB tentavam, ontem (2), esfriar os ânimos da disputa interna entre os grupos de José Serra e Aécio Neves pelo comando da legenda. Oito governadores tucanos reuniram-se, em Belo Horizonte, e apresentaram à direção do partido a proposta de criação de um conselho político com 14 integrantes. O conselho, que precisa ser aprovado pela Executiva do partido, foi a forma encontrada pela cúpula tucana para manter em evidência o candidato derrotado à Presidência da República em 2010, José Serra, que tenta viabilizar seu nome ao comando do partido com foco nas eleições presidenciais de 2014.

Nos bastidores, a informação é de que Alckmin também almeja concorrer à Presidência da República em 2014, e por isso passou a defender internamente Serra para a prefeitura de São Paulo. Os integrantes do conselho serão os oito governadores tucanos, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Serra, um representante do partido na Câmara dos Deputados que ainda não foi definido, o senador Aécio Guerra e o presidente do Instituto Teotônio Vilela, Luiz Paulo Vellozo Lucas. Além de Alckmin e Perillo, os governadores são Antonio Anastasia (MG), Beto Richa (Paraná), Simão Jatene (Pará), Siqueira Campos (Tocantins), Teotônio Vilela Filho (Alagoas) e Anchieta Júnior (Roraima).

Comentários