Senador arranca gravador das mãos de jornalista

Aposentadoria vitalícia motivou a agressão


O fato aconteceu hoje com Roberto Requião (PMDB-PR), após ficar irritado com uma pergunta sobre a aposentadoria que recebe como ex-governador do Paraná, no valor de R$ 24.117,62 por mês. A reação foi imediata: arrancou o gravador das mãos do repórter.
O senador conversava com um grupo de jornalistas sobre a economia nos gastos públicos, especialmente na Previdência Social, quando o repórter Victor Boyadjian, da rádio Bandeirantes, perguntou a Requião se ele estaria disposto a abrir mão de sua própria aposentadoria vitalícia em nome da contenção de despesas.

Logo após o episódio, Requião postou em sua página no Twitter uma mensagem em que se refere ao repórter como “provocador”.
- Acabo de ficar com o gravador de um provocador engraçadinho. Numa boa, vou deletá-lo.
Logo em seguida, publicou outra mensagem afirmando que apagara a entrevista e devolvera o gravador. O jornalista foi ao gabinete do senador e sua secretária entregou o aparelho sem o cartão de memória.
Acompanhado pelo presidente do Comitê de Imprensa do Senado, Boyadjian tentou registrar ocorrência na Polícia Legislativa do Senado, mas foi informado que apenas a Corregedoria da Casa poderia agir em casos envolvendo parlamentares.

Comentários