Bom dia! Os destaques da imprensa brasileira e mundial neste sábado

Querido leitor, divulgamos as manchetes dos principais jornais e a sinopse dos mesmos para que você não perca seu tempo procurando. Comente e dê sua opinião!


Um oferecimento:


Comente a manchetes!



O Globo

Manchete: Código Florestal - Relatório de Aldo estimula crime ambiental, diz governo

Diretor do Ministério do Meio Ambiente diz que texto dá anistia a desmatadores

Em documento enviado à Casa Civil, o Ministério do Meio Ambiente acusou o relator do projeto de reforma do Código Florestal, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), de estimular os crimes ambientais ao retirar do texto um artigo que proíbe a concessão de crédito rural para produtores que desmataram ou cometeram outras infrações. "Voltamos à situação em que o crime ambiental compensa. A implicação prática disso é desastrosa", criticou João de Deus Medeiros, diretor do ministério. Ao todo, o relatório aponta dez problemas no texto de Aldo Rebelo, que, na noite da última quarta-feira, já tinha sido aprovado pelo líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP). Um dos problemas é a inclusão de uma anistia aos desmatadores, que a presidente Dilma Rousseff havia prometido rejeitar. Vaccarezza alegou ontem que, como relator, Aldo tinha autonomia para acatar ou rejeitar as sugestões do governo. (Págs. 1, 3 e Merval Pereira)


Pressão deixa vereadores a pé
Numa guinada radical, motivada pela forte repercussão negativa da medida, o presidente da Câmara do Rio, Jorge Felippe, decidiu ontem sustar a compra de carros de R$ 69 mil, zero-quilômetro, para os vereadores. O problema agora é reaver os R$ 2,3 milhões já pagos à Volkswagen pelos 33 primeiros veículos. A desistência pode implicar em pagamento de multa. (Págs. 1 e 16)

Justiça manda prender os 'larga-vidas'
Após dois dias de postos de salvamento vazios, o secretário estadual de Saúde e Defesa Civil, Sérgio Côrtes, classificou ontem como criminoso o movimento dos bombeiros. A pedido da Corregedoria Militar dos Bombeiros, a Justiça mandou prender os cinco líderes da greve. (Págs. 1 e 25)

Os 'plural' do MEC
O Ministério da Educação distribuiu para cerca de 485 mil estudantes um livro que defende o uso da linguagem popular, mesmo que com erros grosseiros. Para a publicação, o conceito de certo ou errado deveria ser trocado para adequado ou inadequado. "Posso falar 'os livro'?" "Claro que pode", diz trecho da obra "Por uma vida melhor". (Págs. 1 e 9)

Alckmin dá Habitação a Maluf em SP
O governador Geraldo Alckmin convidou o deputado Paulo Maluf, inimigo histórico dos tucanos em SP, para levar o PP a integrar sua gestão. O partido comandará a Companhia Habitacional do estado. Alckmin tenta atrair aliados em meio à guerra com o prefeito Gilberto Kassab. (Págs. 1 e 12)

Petrobras: lucro foi a R$ 10,9 bi no trimestre
Mesmo perdendo receita por não ter repassado a alta do petróleo ao preço dos combustíveis no país, a Petrobras lucrou R$ 10,9 bi no 1º trimestre. O resultado foi 42% maior do que no mesmo período de 2010. A empresa não divulgou o seu planejamento para 2011-2015. (Págs. 1 e 29)

------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete: Taleban assume autoria de ataque que matou 80

Bombas no Paquistão são resposta a morte de Bin Laden, afirma grupo

O Taleban do Paquistão reivindicou a autoria de um duplo atentado que matou ao menos 80 pessoas, relata Igor Gielow, enviado a Islamabad. O grupo extremista prometeu novos ataques.
A ação foi definida como o primeiro de vários atos de vingança pela morte de Osama bin Laden em uma investida norte-americana na cidade paquistanesa de Abbottabad no início do mês. (Págs. 1 e Mundo)

TIM quer ser sócia dos Correios em celulares
A Telecom Itália, dona da TIM, propôs ao governo duas parcerias: uma com a Telebras no Plano Nacional de Banda Larga e outra com os Correios em uma empresa de telefonia móvel. Nos dois casos, a telefônica entraria com a infraestrutura.
Na banda larga, a TIM prevê preço ao consumidor inferior aos R$ 35 estipulados para o projeto de inclusão digital. A oferta aos Correios visa a atender a recente decisão do governo que permite à estatal lançar um celular próprio. (Págs. 1 e Mercado B1)


Lucro da Petrobras é recorde e cresce 42% no trimestre (Págs. 1 e Poder A10)

Abastecer com álcool volta a ser vantagem em SP (Págs. 1 e Mercado B10)

Alemanha puxa crescimento da zona do euro; Portugal vai mal
A economia dos 17 países que usam o euro cresceu 0,8% no primeiro trimestre em relação aos três últimos meses de 2010. Com 1,5%, a Alemanha puxou essa alta.
Portugal, no sentido oposto, está em recessão. Seu PIB encolheu 0,7% de janeiro a março depois de haver recuado 0,6% no trimestre anterior. (Págs. 1 e Mundo 2)


Ascensão social reduz evangélicos, diz líder da CNBB
Na primeira entrevista como presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), dom Raymundo Damasceno Assis disse que a Igreja Católica não está perdendo fieis porque a ascensão social fez a nova classe média se afastar das igrejas evangélicas.
As pessoas leem mais, estudam mais, "são mais críticas", afirmou. (Págs. 1 e Poder A6)


Kátia Abreu
Lei sobre ambiente virou prerrogativa de burocratas (Págs. 1 e Mercado B6)
Editoriais
Leia "O desafio de investir", sobre o financiamento de longo prazo no país, e "Fissuras na base", que analisa situação do governo Dilma no Congresso. (Págs. 1 e Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Corte de gasto deve afetar investimento da Petrobras
Estatal discute manter inalterado o valor destinado a projetos até 2015, apesar de lucro ter crescido 42%

Por determinação do governo, a Petrobras pode manter inalterado em US$ 224 bilhões o seu plano de investimentos até 2015, frustrando expectativas de analistas do setor, que previam um aumento para, no mínimo, US$ 268 bilhões. É uma forma de tentar reduzir gastos públicos. O novo plano seria divulgado ontem, junto com o balanço financeiro do primeiro trimestre, que registrou lucro recorde de R$ 10,985 bilhões, 42% superior ao mesmo período de 2010. Mas o conselho de administração da estatal não chegou a um consenso sobre a proposta, que será novamente discutida na próxima semana. A determinação do governo para manter inalterado o volume de investimentos pode comprometer parte dos projetos previstos para o período. O processo da Petrobras para contratação de sondas de perfuração para o pré-sal, por exemplo, poderá sofrer novos atrasos. A estatal estuda abrir nova licitação. (Págs. 1 e Economia B1 e B3)


R$ 15,8 bilhões
Foram investidos pela Petrobras somente no primeiro trimestre do ano.


Seleção para o 'Minha Casa' fica mais rígida
Problemas como infiltrações, mofo e rachaduras em imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida fizeram com que a Caixa decidisse adotar regras mais rígidas na liberação de financiamentos. (Págs. 1 e Economia B4)

Incor: 100º transplante cardíaco pediátrico (Págs. 1 e Vida A23)

Um ano depois, banda larga não sai do papel (Págs. 1 e Economia B23)

Líder de Dilma no Congresso será do PMDB
Após pressão do PMDB por cargos, a presidente Dilma Rousseff decidiu que o novo líder no Congresso será o deputado Mendes Ribeiro (PMDB-RS). Petistas se movimentam para reverter a indicação. (Págs. 1 e Nacional A4)

Alckmin dá ao PP o comando da CDHU
Convidado a integrar o governo paulista, o partido de Paulo Maluf indicou Antonio Carlos do Amaral Filho para a companhia habitacional. (Págs. 1 e Nacional A10)

Notas & Informações
Argentina sente o golpe

O governo brasileiro decidiu agir como age o argentino. E tudo indica que o revide terá efeito. (Págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: Senado vai investigar superaposentadorias

Um dia depois de o Correio noticiar que o novo plano de carreira garante a aposentados do Senado o recebimento de gratificação por desempenho — um adicional de 60% que deveria ser pago apenas a servidores da ativa —,o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), disse que será feito levantamento para apurar o caso. Segundo ele, a intenção é “verificar se tem excesso e tomar providências”. Excesso? Vem mais por aí. Os repórteres Ana D’Angelo e Fábio Monteiro relatam que o Sindilegis, sindicato que representa os cerca de 3 mil funcionários da Casa, reivindica mais privilégios. Um deles é elevar para 100% a gratificação de desempenho, que hoje é de 60% do maior vencimento básico de cada cargo. No início de carreira, um servidor de nível médio tem salário de R$ 13.833. E o de nível superior, R$ 18.440. Sem contar o adicional por função e outras vantagens. (Págs. 1, 16 e Visão do Correio, 26)

 

Correios, o concurso de R$ 96 milhões (Págs. 1 e 20)

Justiça desrespeitada e vidas em jogo
Mesmo amparada por uma decisão judicial que obriga o GDF a fornecer o remédio, Thaíssa da Silva não recebe o medicamento que pode salvar André Luiz Júnior, de 11 meses. Portador de uma doença rara, ele é alérgico a proteína e corre risco de morrer por desnutrição. Diversos pacientes também procuraram a Justiça para realização de cirurgias e outros tratamentos, mas nem isso garante o atendimento. A Secretaria de Saúde diz que o novo governo tenta resolver todos esses casos. (Págs. 1 e 34)

 

Polêmica: Pastores condenam a união estável para gays
Depois da CNBB, que se posicionou em nome dos católicos, os evangélicos também rejeitaram a decisão do STF de reconhecer os direitos das uniões homossexuais. Segundo o Conselho de Pastores do DF, a família deve ser constituída apenas por um casal de homem e mulher. Já a Igreja Anglicana do Brasil se manifestou favorável à posição do Supremo. (Págs. 1 e 38)

Ônibus: Empresas usavam piratas e lesavam o sistema
A Polícia Civil apreendeu ontem 168 veículos irregulares nas garagens do Grupo Amaral, da Viplan e da Planeta. Esses coletivos circulavam pela cidade sem licitação ou autorização do GDF e a fraude pode ter provocado um rombo de R$ 14 milhões no transporte público. Três empresários foram indiciados e os carros estão lacrados. (Págs. 1 e 33)

Golpe no IR
PF detém prefeito e servidores em Goiás por fraudar declarações. (Págs 1 e 12)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Negócios da China

Montadora chinesa de máquinas pesadas planeja implantar megafábrica no Sul de Minas

Maior empresa do setor em seu país, a XCMG (Xuzhou Construction Machinery Group) pretende investir R$ 334 milhões na construção de uma unidade em Pouso Alegre para a produção de guindastes, escavadeiras hidráulicas e outros equipamentos voltados à construção civil. A previsão é de que sejam gerados 5 mil empregos, 1 mil deles diretos. A planta deve começar a ser erguida em julho e poderá entrar em operação em 2012. A prefeitura doará parte do terreno de 806 mil metros quadrados e isentará a companhia de impostos por cinco anos. (Págs. 1, 13 e 14)

Aumenta a procura por cursos de mandarim

Estudantes e profissionais de empresas exportadoras se interessam cada vez mais em aprender o idioma chinês. Já há quatro escolas especializadas em BH. A ideia é aumentar a intimidade e a confiança com os empresários chineses e evitar uma ou até duas traduções, que podem truncar negociações. (Págs. 1, 13 e 14)

 

Mineração: Pedidos de pesquisas crescem 71%
DNPM recebeu 1.087 requerimentos em Minas no primeiro quadrimestre, números que confirmam valorização das jazidas no mercado externo. Em Congonhas, Ministério Público quer que empresa avalie impacto das atividades minerárias e siderúrgicas. (Págs. 1, 11 e 12)

 

Petrobras
Lucro no 1º trimestre sobe 42% e alcança R$ 10,98 bi. (Págs. 1 e 15)

 

Educação
Enem será em outubro e terá duas edições em 2012. (Págs. 1 e 19)

 

Segurança em BH
Câmara aprova detector de metal em grandes escolas. (Págs. 1 e 21)

 

Pensar Brasil
Urgência para tirar a saúde pública da UTI

Na teoria, um programa universal com legislação avançada e integração entre os setores público e privado. Na prática, um calvário eterno para milhões de brasileiros. Conheça os desafios do Sistema Único de Saúde. (Págs. 1 e Pensar Brasil)

------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Final com lotação quase esgotada (Pág. 1 e Esportes 4)


Brasil destina pouca verba à saúde
Proporção do orçamento repassada é menor que a média de países africanos. Brasileiro que tem que gastar o dobro do que o europeu em cuidados médicos. Págs. 1 e 11)

Pernambuco é o 2º do país em jovens infratores
Estado possui atualmente 1.647 adolescentes cumprindo medida socioeducativa. Em números absolutos só perde para São Paulo com 6.506. (Págs. 1 e Cidades 9)

Enem terá duas datas por ano a partir de 2012
Provas deverão acontecer os meses de maio e outubro. Além disso haverá tempo de 15 minutos para averiguar erros de impressão. (Págs. 1 e 12)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Concessionárias já programam atraso na entrega de carros



Barreira a veículos produzidos por outros países, imposta em retaliação à Argentina, retém 1,3 mil unidades em Uruguaiana e Rio Grande. (Págs. 1 e 16)
Sem licenças: Para destravar obras, prefeitura cogita pagar por eficiência
Secretário negocia com servidores para dar agilidade às liberações para a construção civil. (Págs. 1 e 18)
------------------------------------------------------------------------------------



Jornal do Brasil



Vereadores do Rio desistem dos carros de luxo, já pagos





Diário do Nordeste
Tranquilidade financeira: dívida do fortalezense abaixo da média do Nordeste

Extra
Alunos de escolas em áreas de risco têm melhores notas do Rio

-------------------------------------------------------------------------------------------------
Jornais internacionais

The New York Times (EUA)
Soldados capturados falam sobre discórdia no exército líbio

The Guardian (Reino Unido)
Caso Madeleine McCann: primeiro-ministro é criticado por chamar a Polícia Metropolitana

China Daily (China)
China está satisfeita com os resultados do diálogo econômico e estratégico com os EUA

Le Monde (França)
Radicais deixarão a UMP, mas não agora

El País (Espanha)
Bom desempenho de Alemanha e França aceleram a recuperação europeia

Clarín (Argentina)
Hurtig Irene: "Não há nenhuma razão para eu ser presa"












Comentários