Comunidade Homossexual Argentina ...


... comemora resolução de Supremo brasileiro

Enrique Marcarian/ReutersCristina Kirchner recebe placa de homenagem de organizações que defendem os direitos dos homossexuais 

Buenos Aires, 6 mai (EFE). - A Comunidade Homossexual Argentina (CHA) comemorou ontem uma resolução do Supremo Tribunal do Brasil que estabeleceu que a união estável entre pessoas do mesmo sexo é equivalente a um casamento heterossexual. "Esperamos que no Brasil aconteça o que aconteceu na Argentina, com a aprovação (em 2010) da Lei do Casamento Igualitário", afirmou o presidente da CHA, César Cigliutti, em comunicado. Neste sentido, o secretário e coordenador da área jurídica da organização, Pedro Paradiso Sottile, insistiu na "necessidade do Brasil e de todos os países da América Latina e do mundo modifiquem as leis de casamento" para que as pessoas do mesmo sexo possam se casar. A Argentina se tornou, em julho de 2010, o primeiro país latino-americano em autorizar o casamento homossexual, após um acirrado debate no Senado. EFE ms/ar
"Copyright Efe - Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe."

Comentários