Geólogo morre em plataforma de petróleo na bacia de Campos

Empresa não quer comentar o assunto

Um geólogo morreu em uma plataforma de petróleo, na bacia de Campos, no norte do Estado, na noite de sexta-feira (13). João Ernestino de Moura Santos, de 76 anos, passou mal na plataforma, chegou a ser socorrido pelos médicos de plantão, mas não resistiu.



Santos prestava serviço de consultoria na área de petróleo e gás. A assessoria de imprensa da Petrobras informou que não foi avisada sobre a morte e que o incidente não aconteceu em uma plataforma da empresa. A prestadora de serviço responsável pelo trabalho do geólogo não quis se pronunciar sobre o caso.
O corpo chegou de helicóptero no aeroporto de Macaé, também no norte do Estado, no final da noite de sexta-feira. E foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para a necropsia. Até as 11h30 deste sábado (14) não tinha sido divulgado a causa da morte.
O corpo de Santos vai ser cremado neste domingo (15) no Rio de Janeiro.

Comentários