‘Ministro ganhou menos que um automóvel’, diz dono da Wtorre

Política Aflora

Walter Torre Jr. diz ter pago valor \"irrisório\" por consultorias de Palocci, entre 2007 e 2010


Leandro Colon 
O dono da construtora WTorre, Walter Torre Jr., disse, em entrevista ao Estado, que pagou um valor "irrisório" pelas consultorias do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, entre 2007 e 2010.  
Hélvio Romero/AE - 09.04.2008
Hélvio Romero/AE - 09.04.2008
'Aposto nessa porcaria de País', disse Torre


"O valor total é inferior ao de um automóvel", afirmou o empresário. Palocci justifica a evolução patrimonial e o enriquecimento com altos valores recebidos em consultorias.
Questionado se o dinheiro pago era menos de R$ 50 mil, Torre respondeu: "Um pouco mais do que isso". Ele contou que Palocci esteve 22 vezes na sua empresa. "É uma palhaçada o que estão fazendo", disse Torre, sobre a polêmica envolvendo a construtora e a empresa Projeto, de Palocci.

Por que a WTorre contratou o Palocci?
Porque ele é uma pessoa extremamente influente, com alto grau de conhecimento de mercado financeiro, ex-ministro da Fazenda.

Que tipo de consultoria ele prestou?
Ele esteve 22 vezes conosco nas últimas sextas-feiras do mês. Ele ia mês sim, mês não, falou sobre política econômica, macroeconomia. É uma palhaçada o que estão fazendo.

E o sr. poderia revelar os valores pagos?
É um valor extremamente baixo. Irrisório. O valor total é inferior ao de um automóvel.

Menos de R$ 50 mil?
Um pouco mais que isso. É valor total em quatro anos, entre 2007 e 2010.

Comentários