Paul McCartney inova músicas no segundo show

Em despedida do Rio

 

Rio - Em sua despedida do Brasil, na última apresentação da Up And Coming Tour no Rio de Janeiro, ontem (23), o ex-Beatle Paul McCartney subiu pontualmente às 21h30 ao palco montado no Estádio João Havelange (Engenhão). Logo na primeira música, o setlist começou com inovação. No lugar de Hello Goodbye da apresentação de domingo (22), o músico iniciou a apresentação com Magical Mystery Tour.

 
Foto: EFE

Em aproximadamente 3h de show, que terminou por volta da 0h10 de terça-feira (24), foram quatro as trocas de música. Logo depois da canção inicial, ele mandou o clássico Jet, sucesso de outra banda que integrou, o Wings, seguiu com All My Loving e, inovou novamente, tocando Coming Up. Neste segundo show, Paul também trocou I've Just Seen a Face por I'm Looking Through e, no bis, Get Back deu lugar a I Saw Her Standing There.

Aproximadamente, 45 mil pessoas, segundo a organização, foram assistir ao último show turnê Up And Coming. Quem deu as boas-vindas ao público, antes de Paul se apresentar, foi o DJ Chris Holmes.

‘Na na na’ histórico

Feliz da vida por voltar ao Rio depois de 21 anos, Paul McCartney, que está hospedado no Copacabana Palace, não esperava tanto carinho. As placas que formavam o refrão ‘na na na na’ de ‘Hey Jude’, erguidas pelos fãs no domingo, foram organizadas através do Twitter @paulmccartneybr e seus 4.042 seguidores dos quatro cantos do Brasil.

Eles imprimiram as plaquinhas e também combinaram de levar bolas de encher coloridas. E Paul também fez das suas. Cantou ‘Here Today’ em homenagem a John Lennon e o hino ‘Something’ para George Harrison. Antes de ‘Blackbird’, Macca dedicou a canção aos negros e falou sobre a questão racial nos Estados Unidos durante os anos 60.
 
Foto: Alexandre Brum/ Agência O Dia

Comentários