Reforma política:

PCdoB fará campanha em defesa das coligações

O presidente do PCdoB, Renato Rabelo, será um dos palestrantes da “Concentração para a Reforma Política”, evento promovido pela União dos Vereadores do Brasil (UVB), em Brasília, essa semana. O evento coincide com o esforço do PCdoB de realizar, em todos os estados brasileiros, movimento destinado a barrar intentos conservadores de proibição das coligações proporcionais na reforma política. Rabelo fará palestra sobre o PCdoB e a reforma política, na quinta-feira (11).


Durante o evento, que começou nesta segunda-feira (9) e prossegue até quinta-feira (12), o PCdoB vai reunir os vereadores (as) e prefeitos (as) do Partido para discutirem a campanha nacional em defesa do direito a coligação.

O Partido também estuda a criação de um Grupo-tarefa nacional, com vereadores e deputados estaduais, sob a coordenação da Presidência Nacional, a fim de coordenar as ações em todo o país. “A medida tem sentido de alta relevância, como parte da luta por uma reforma política efetivamente democratizante”, explica Renato Rabelo, na convocação da mobilização.

O movimento quer demonstrar e convencer deputados, vereadores e prefeitos do sentido regressivo do intento, particularmente para as eleições municipais. Eventos, palestras e contatos variados podem ser desenvolvidos, mas essencialmente atingir os diretamente prejudicados por essa medida, inclusive aqueles dos partidos mais influentes.

O deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA), que já agendou a presença e acompanhará os políticos baianos nos eventos, destaca que “será uma oportunidade ímpar para ampliarmos os debates em torno da Reforma Política, por isso todos devem fazer um esforço para comparecer", conclamou. O deputado Daniel é integrante da Comissão que discute a Reforma Política na Câmara.

"Nós vamos defender nessas mobilizações que os partidos possam, no marco desta reforma política, discutida nacionalmente, manter as coligações. Julgamos isto fundamental, para que a conquistas dos partidos, sobretudo os partidos como o nosso, possam se consolidar", reforça o secretário de Relações Institucionais do PCdoB na Bahia, Nilton Vasconcelos. Para ele, o encontro dos vereadores e prefeitos com o presidente nacional do Partido vai possibilitar “um alinhamento melhor e uma compreensão da profundidade das discussões e das reformas que estão
em andamento".

Contribuição
dos vereadores

A “Concentração para a Reforma Política” reunirá presidentes e lideranças de diversos partidos políticos para discutir com os vereadores pontos polêmicos da Reforma Política, além de questões ligadas aos interesses dos municípios, como a importância do Banco do Brasil no Desenvolvimento dos Municípios e a Fiscalização de Transferências Voluntárias.

Depois de ouvir as propostas do PCdoB, PTB, PSC, PSDB, PDT e PPS sobre a reforma política e o relator da Comissão da Reforma Política, deputado Henrique Fontana (PT-RS) sobre a Reforma Política e os Conceitos do Congresso Nacional, a União dos Vereadores do Brasil vai elaborar um documento com As Proposições dos Vereadores para a Reforma Política que será entregue na Câmara, Senado e Presidência da República.

No debate sobre a reforma política, os vereadores também debaterão questões como o Aumento do Número de Vagas nas Câmaras Municipais, A Implantação de Escolas Legislativas nos Municípios e O Vereador do futuro.

De Brasília
Márcia Xavier

Comentários