Aumento salarial de 5,58% para bombeiros e policiais civis será votado hoje

Deputados do Rio votarão reajuste e uso de taxa de incêndio para gratificações de bombeiros

A Alerj (Assembleia Legislativa do Rio) irá votar nesta terça-feira (28) a proposta do governo do Estado que concede aumento de 5,58%, a partir do mês de julho, aos bombeiros, policiais civis e militares e inspetores de segurança. A proposta antecipa o pagamento das parcelas referentes aos meses de agosto a dezembro do reajuste aprovado para as categorias há um ano, e que, inicialmente, seria dado em 48 parcelas.
De acordo com o governador Sérgio Cabral, “a proposta irá proporcionar um ganho real às categorias funcionais muito acima da inflação”.


- O reajuste vai gerar um impacto de R$ 323 milhões no caixa do Estado. Vale lembrar que, somados aos reajustes de janeiro a junho deste ano, as categorias passam a acumular 11,5 % de aumento salarial em 2011.

Também será votado nesta terça-feira o projeto de lei que permite o uso do Funesbom (Fundo Especial do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro) com despesa de pessoal.

A intenção da proposta, do Poder Executivo, é permitir o seu uso para pagamento de gratificações, ou, como diz a justificativa assinada pelo governador Sérgio Cabral, “para a remuneração especial por mérito, por capacitação, pelo exercício de encargos extraordinários, por lotação e por desempenho”.

- Atualmente, verifica-se necessário suplementar os recursos financeiros destinados a suportar as despesas de pessoal do Corpo de Bombeiros, pelo que se mostra imprescindível utilizar recursos do Funesbom para tal reforço.

Comentários