Lula critica imprensa e diz que blogueiros evitam manipulação

"Vocês evitaram que a sociedade brasileira fosse manipulada como durante muito tempo foi. Vocês evitaram que os chamados falsos formadores de opinião pública que, às vezes, não convencem nem quem está em casa assistindo, ditassem regras. Nunca me preocupei com crítica se ela for verdadeira, me preocupo com inverdades, má-fé, más informações, como aquela pedra, aquele meteorito de papel que bateu na cabeça de um candidato no ano passado"


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fala na abertura do 2º Encontro Nacional dos Blogueiros Progressistas. Foto: Renato Araújo/Agência Brasil O ex-presidente falou na abertura do 2º Encontro Nacional dos Blogueiros Progressistas
Foto: Renato Araújo/Agência Brasil

O ex-presidente Lula fez duras críticas à imprensa na noite de ontem (17), em Brasília, durante a abertura do 2º Encontro Nacional dos Blogueiros Progressistas. Lula exaltou o trabalho feito por blogs independentes durante a campanha eleitoral do ano passado e lembrou do episódio em que o ex-candidato à presidência José Serra (PSDB) foi atingido por uma bolinha de papel.

 
Luciana Cobucci

Durante todo o discurso de abertura, Lula foi ovacionado pelos presentes sempre que criticava a imprensa. "O sucesso dos blogueiros independentes e livres é a seriedade, quanto mais atacarem vocês, mais vocês têm que agir com seriedade. Temos que ganhar deles na imagem que a sociedade vai ter da gente, não digo isso como cidadão, mas como ex-presidente: sei o bem que vocês fizeram para a democracia não deixando a sociedade acreditar em todas as mentiras. Vocês são uma alternativa, uma possibilidade que a sociedade participe que não fique refém desse ou daquele formador de opinião pública, ela pode ouvir, escutar ou ler, mas também pode falar", afirmou.
Lula disse também que é preciso avançar na regulamentação do Plano Nacional de Banda Larga, que procura ampliar o serviço em todo o País, e também no marco regulatório da comunicação. "Nós ainda temos menos computador do que deveríamos, menos internet, menos blogueiros e blogueiras, mas estamos num processo de avançar rapidamente. O que vai acontecer é que precisamos fazer da banda larga um direito de todos. Estou convencido que a companheira presidenta (sic) Dilma Rousseff vai trabalhar agora com mais força e vigor para que consiga fazer da banda larga um direito de todos e não só um privilégio de quem tem dinheiro para pagar", disse.

Comentários