Coluna de Victor Viana deste sábado


Imagem blogmidia8.com



Rede Social e Jornalismo Cidadão


Já sabemos  que a Blogsfera é formadora de Redes   Sociais e sabemos que hoje é o usuário da internet o principal desenvolvedor de conteúdo.  Com a internet e o avanço da telefonia móvel vemos crescer o numero dos Chamados “Jornalistas Cidadãos”  que também tem formado redes sociais em torno do objetivo comum de divulgar a noticia sem intermediários, como as empresas de comunicação tradicionais.

Esse tipo de jornalismo já existia antes da Web e ainda existe fora do espaço virtual, podemos da como exemplo os Zines e jornais circulares das associações de moradores. Mas com os recursos da Web ele se popularizou e alargou seu campo de atividade e suas conseqüências na sociedade.
Vamos citar os tipos de jornalismo cidadão que vem se desenvolvendo por meio da Internet:

Jornalismo Participativo:

Ocorre em veículos de comunicação que mantém espaço para o comentário dos leitores. Os comentários acabam por se juntarem ao artigo, formando assim um conjunto novo de informações e reflexões sobre a noticia ou o tema abordado. Isso é mais freqüente em blogs independentes, mas já há paginas de grandes jornais trabalhando parcialmente com esse processo de inclusão do  cidadão comum a ação jornalística.

Jornalismo Colaborativo

È quando mais de uma pessoa contribui para o resultado  final  do que é publicado. Pode ser um texto escrito por duas ou mais pessoas ou toda uma pagina que agregue vídeos, sons imagens de vários autores com intuito de passar uma informação relevante.

Jornalismo Código Aberto

Define um tipo de vanguarda jornalística  feito em sites que comportem o sistema Wiki- o mesmo da Wikipédia-  que permite a qualquer internauta  alterar o conteúdo  de uma pagina. Também está incluído nesse tipo jornalístico  vídeos, fotos, sons e textos distribuídos na rede com licença para serem alterados e retrabalhados.

Jornalismo Grassrooots

È a definição para a participação  na produção  e publicação de conteúdo na Web  das camadas periféricas da população. Aquelas que geralmente não participam das decisões da sociedade. Quando elas passam  a divulgar  as próprias noticias, causam  um efeito poderoso no mundo da comunicação.
Os jornalistas que usam este termo defendem a idéia de que o Jornalismo cidadão está literalmente  relacionado a inclusão dessas comunidades no universo criado pelas novas tecnologias de comunicação.

E você em que tipo deste novo jornalismo quer atuar?

Victor Viana @VianaBuzios
Jornalista e escritor

Comentários