Delegado de Cabo Frio é afastado do cargo por baixa produtividade

Delegacia deveria instaurar 45 inquérito por mês


A chefe de Polícia Civil, Marta Rocha, determinou a troca do titular da Delegacia de Cabo Frio (126ª DP), na região dos Lagos. O delegado Roldenyr Cravo vai ser substituído por Márcio Petro de Mello, com seis anos de experiência na Polícia Civil.

A mudança foi publicada no boletim interno da corporação e, segundo a Coordenadoria Regional de Delegacia do Interior, aconteceu porque a delegacia não atingiu a meta de produtividade determinada pela Secretaria de Segurança Pública. Cada delegado deve relatar 15 inquéritos por mês à chefia de Polícia. No caso de Cabo Frio, onde existem dois adjuntos, deveriam ser feitos 45 inquéritos, mas em junho, nenhum foi instaurado.
Em entrevista à Rede Record, o delegado afastado se defendeu explicando que a delegacia tem oito mil inquéritos e uma demanda de 30 registros diários.



Assista ao vídeo:

Comentários