Em Macaé, 10 t de lixo eletrônico são arrecadadas


Campanha termina nesta sexta-feira

População entregou monitores, pilhas e baterias
Kaná Manhães / Divulgação
lixo tecnológico
Moradores entregam lixo tecnológico na praça Washington Luiz
Termina nesta sexta-feira (22) a Campanha de Coleta de Resíduos Tecnológicos em Macaé, no norte do Estado do Rio de Janeiro. A campanha começou no último dia 10 e só na primeira semana foram arrecadas 10 t de produtos eletrônicos, como computadores, monitores, pilhas e baterias.
O material coletado é armazenado em um contêiner na praça Washington Luiz, no centro da cidade. O horário de funcionamento é das 8h às 18h.
O secretário de Ambiente de Macaé, Maxwell Vaz, disse que a expectativa é que sejam arrecadadas 16 t de lixo eletrônico, a mesma quantidade que no ano passado. A princípio a secretaria esperava que fossem descartadas 20 t.
Ele explicou que além de tirar um tipo de lixo altamente tóxico das ruas e lixões da cidade, essa trabalho orienta a população sobre a destinação correta desses produtos.
Equipamentos como bateria de celular, pilhas e monitores de computador liberam substâncias químicas a exemplo de chumbo, zinco, mercúrio, entre outros, quando são descartados de forma errada.
- Os objetos tecnológicos, além de prejudicar o meio ambiente, podem causar danos à saúde, se descartados inadequadamente.
Segundo o secretário, os resíduos serão encaminhados para reciclagem e os materiais que não estiverem adequados para este processo terão uma destinação final correta, evitando a poluição do meio ambiente.

Comentários