Em Macaé, câmeras começam a monitorar ruas nesta quarta-feira


Áreas mais violentas são as primeiras a receber os 28 equipamentos

câmeras de segurança

Kaná Manhães / Divulgação
Central de monitoramento foi montada no Batalhão de Macaé


O sistema de monitoramento por câmeras de Macaé, no norte do Estado do Rio de Janeiro, começa a operar nesta quarta-feira (20). Ao todo serão 28 equipamentos espalhados pelos principais pontos da cidade.
Nesta primeira etapa, apenas dez câmeras serão utilizadas. Elas foram instaladas nas áreas onde há maior registro de crimes no município. Ou seja, no centro da cidade, próximo ao estádio de futebol, ao terminal central, à rodoviária, à praia Campista e à prefeitura. As outras câmeras continuam sendo instaladas ao longo da semana. Até o final do mês todas elas deverão estar funcionando.
Em fevereiro este sistema de monitoramento vai ser integrado ao da capital, permitindo a troca de informações e a divulgação das estatísticas da região. Macaé é o primeiro município do interior do Estado a fazer parte desta integração.
O tenente coronel Edmilson Jório, coordenador geral do Gabinete de Gestão Integrada, explicou que o sistema vai integrar as viaturas com GPS da PM e a central 190 com a Cobat (Central de Operações).
A central onde vão ser captadas e analisadas as imagens vai funcionar dentro do Batalhão de Macaé (32º BPM). A medida que o material vai sendo exibido na central os agentes vão avaliando a necessidade de enviar alertas para a ação imediata da polícia.


instalação camera
Câmeras estão sendo instaladas nos pontos onde há maior registro de ocorrências criminais

Comentários