Em Macaé, confronto entre policiais e bandidos termina com três mortos

Helicóptero do Exército, cedido a PM, chegou a ser alvejado durante a operação em duas comunidades

Três pessoas morreram durante ação da Polícia Militar em dois bairros de Macaé, nesta terça-feira. Durante os confrontos, foi preciso suspender operação de linhas de ônibus e cancelar aulas. Além disso, um helicóptero blincado do Exército, cedido a PM, foi alvejado enquanto estava sobrevoando a comunidade das Malvinas.


Segundo a Intertv, quarenta homens ocupam as comunidades Malvinas e Nova Holanda desde a tarde da última segunda-feira em resposta aos disparos feitos contra uma viatura da PM que fazia patrulhamento de rotina em Nova Holanda. Na operação desta terça, policias apreenderam um fuzil, uma sub-metralhadora, uma espingarda e uma pistola. Também foram encontrados dois rádios transmissores, três granadas, 2.200 trouxinhas de maconha e 276 papelotes de cocaína.

Três homens morreram no confronto, os corpos foram levados para o Hospital Público de Macaé. A Polícia Militar informou que todos são traficantes de drogas.

Por causa da violência, nove escolas municipais suspenderam as aulas nos bairros onde há operação. E as linhas de ônibus deixaram de circular nas comunidades Nova Holanda, Nova Esperança e Malvinas. A empresa responsável pelo transporte urbano de Macaé informou que os ônibus voltam a circular nesta quarta-feira. O serviço só será suspenso em caso de novos riscos à funcionários e passageiros. A secretaria Municipal de Educação disse que a decisão de suspender as aulas cabe às escolas, mas acredita que também nesta quarta todas vão voltar a funcionar.

Comentários