Theatro Municipal do Rio de Janeiro vai exibir ...


... a ópera Nabucco em sua íntegra


Municipal
Quatorze anos após sua última apresentação na casa, a ópera Nabucco, do compositor italiano Giuseppe Verdi, retorna ao palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, para uma série de cinco apresentações, a partir da próxima quinta-feira.
A nova montagem, que tem na direção André Heller-Lopes, apresenta pela primeira vez no Brasil a partitura integral da obra, sem os cortes habitualmente feitos nas partes mais difíceis de execução. A produção envolve 400 profissionais e também pela primeira vez o elenco será inteiramente brasileiro.
Para a presidenta da Fundação Theatro Municipal, Carla Camurati, “é uma grande satisfação reunir grandes solistas brasileiros na encenação de uma maiores obras do repertório operístico mundial”. Os intérpretes principais são os barítonos Rodrigo Esteves e Rodolfo Giuliani, que se revezam no papel de Nabucco, a soprano Eliane Coelho, os tenores Marcos Paulo e Eric Guerrero, o baixo Savio Sperandio e a mezzo-soprano Denise Freitas. A direção musical e a regência são do maestro Silvio Viegas, à frente da Orquestra e do Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.
Nabucco conta a história do rei Nabucodonosor da Babilônia, e estreou em 1842, no Teatro La Scala de Milão, na Itália. O trecho mais marcante da obra é o coro Va Pensiero, cantado pelos hebreus cativos, relembrando sua pátria. Na época em que a ópera foi encenada pela primeira vez, o povo italiano lutava pela unificação de seu país e adotou a ária como uma canção nacional.
As apresentações serão nos dias 21, 23, 27 e 29, às 20h, e 31 de julho, às 17h. Os ingressos variam de R$ 25 (galeria) a R$ 504 (frisas e camarotes, para seis pessoas), com descontos de 50% para estudantes e idosos. O Theatro Municipal fica na Praça Floriano, s/n, na Cinelândia, Centro do Rio.

Assista a um trecho da ópera:

Comentários