Aposentado será informado sobre os atrasados do teto


Previdência vai comunicar, a partir de setembro, valor a ser creditado para os segurados

Por Max Leone
A Previdência Social vai informar, a partir do mês que vem, quanto os 131.161 aposentados do INSS com direito a atrasados da revisão do teto irão receber em conta. A forma de comunicação ainda não foi definida. Falta decidir se os segurados tomarão conhecimento por meio da página www.previdencia.gov.br, ligando para a Central 135, por correspondência ou quando conferirem o extrato bancário.
De acordo com a Previdência, na ocasião serão informados valores e data de recebimento dos atrasados. O pagamento começa a ser feito em 31 de outubro a quem tem direito a receber até R$ 6 mil. O restante em 2012 e 2013. Todos os segurados, conforme o teto concedido de 5 de abril de 1991 a 1º de janeiro de 2004, serão informados, garantiu ontem o ministério.


DIREITO RECONHECIDO
Após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de setembro de 2010 e muitas ações na Justiça, o governo reconheceu o direito à correção que chega a 39,35%. Por conta disso, em 14 de julho, o ministro Garibaldi Alves Filho anunciou o pagamento dos atrasados em parcela única. O governo desembolsará R$ 1,6 bilhões da dívida que surgiu com a entrada em vigor de emendas constitucionais.

Com direito a receber a correção pelo teto, o aposentado Orlando Matos, 60 anos, aguarda a liberação do contracheque de agosto para ver se o reajuste foi inserido na folha deste mês. Ele espera a definição da Previdência de como será comunicado dos valores atrasados. “Estou na expectativa de como o governo vai informar”, diz.


Valor médio dos atrasados a ser pago é de R$ 11.586
O valor médio dos atrasados é de R$ 11.586. Segundo levantamento da Dataprev, foram identificados 601.553 benefícios do INSS limitados ao teto entre 5 de abril de 1991 a 1º de janeiro de 2004. Desse total, 193.276 foram cessados há mais de cinco anos e não resultarão em impacto financeiro nos cofres da Previdência. Para 277.116 não há diferenças a serem pagas.



Digital será usada para saque de benefícios na Caixa
Aposentados e pensionistas do INSS, em breve, não vão mais precisar de cartão e senha bancária para sacar benefícios na Caixa Econômica Federal. Bastará usar a digital nos caixas eletrônicos do banco para liberar os pagamentos. Os dados serão coletados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que anunciou ontem parceria com a Caixa. Segundo o banco, o objetivo é aumentar a agilidade e a praticidade para o usuário, que não precisará mais memorizar senhas alfanuméricas. A medida também ajudará no combate às fraudes contra a Previdência. Ao colocar o dedo na máquina para sacar o dinheiro, o aposentado fará espécie de prova de vida.

Comentários