CBF rebate ataques da imprensa e diz que vai divulgar gravações contra diretor da Globo


Em resposta à reportagem exibida no "Jornal Nacional", no sábado (13), em que denunciara o suposto envolvimento de Ricardo Teixeira em desvio de verbas, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) insinuou que poderia divulgar gravações de áudio com conversas comprometedores com Marcelo Campos Pinto, diretor da Globo Esportes, informa o site F5.
Segundo o F5, o teor das gravações revelaria conversas em que o diretor da Globo fala abertamente sobre a manipulação de horários de partidas de times e da seleção, para atender a seus próprios interesses. Ele ainda teria usado termos "chulos" para se referir à Record e à Band, sua atual parceira no futebol, em um discurso "prepotente e arrogante".
A sugestão de divulgar as gravações é vista como uma vingança de Teixeira, que enxerga as denúncias feitas pela Globo como uma "traição". Em entrevista à revista Piauí, Teixeira afirmou que só vira notícia aquilo que é exibido no "Jornal Nacional". Uma vez que isto ocorreu, o dirigente da maior entidade do futebol brasileiro viu sua relação de parceria com a Globo abalada.
Campos Pinto também seria alvo nos bastidores da emissora, que o culpa por ter perdido a exclusividade das Olimpíadas para a Record.

Comentários