Em Maricá, Câmara pode aprovar abertura do processo de cassação do prefeito


A denúncia é baseada em duas acusações: a de que o prefeito teria pagado gratificações a dezenas de funcionários, sem dar a devida publicidade.

do RJ INTER TV 1ª Edição

A Câmara de Vereadores de Maricá pode aprovar na sessão desta quarta-feira (3) a abertura do processo de cassação do mandato do prefeito Washington Luiz Cardoso Siqueira, o Quaquá, eleito em 2007. Um documento com mais de 7.000 assinaturas da população é que deu início ao processo de cassação. A denúncia é baseada em duas acusações: a de que Quaquá teria pagado gratificações a dezenas de funcionários, sem dar a devida publicidade. Além disso, também teria permitido que servidores em cargo de chefia solicitassem para si o pagamento de gratificações.

Comentários