Em São Pedro da Aldeia, idosa que sofria maus tratos chora e confirma que era agredida pelo sobrinho

Ela chorou muito ao falar do que acontecia. Além das supostas agressões, a aposentada, que é de Niterói, vivia em condições inadequadas.

do RJ INTER TV 1ª Edição

Uma mulher de 74 anos está internada desde terça-feira (9) no Pronto Socorro de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos. Ela alega que era mal tratada pelo sobrinho, mas ele nega tudo. A polícia está investigando o caso.
No Pronto Socorro, a equipe de reportagem da INTER TV encontrou uma senhora abatida, com dificuldades de enxergar e muito abalada. Ela chorou muito ao falar do que acontecia. Aos 74 anos, ela disse que o sobrinho batia nela. Durante a manhã desta quarta-feira (10), ela recebeu a visita de assistentes sociais que acompanham o caso. Além das supostas agressões, a aposentada, que é de Niterói, vivia em condições inadequadas.
A senhora morava com o sobrinho desde o fim do ano passado. Ela foi para a casa dele depois que a irmã que vivia com ela morreu. Ela só saiu da casa com a ajuda da Polícia Militar. O sobrinho confirmou que a senhora vivia em uma casinha separada, nos fundos. Ele concordou em dar entrevista, preferiu não mostrar o rosto e negou as acusações.
O sobrinho prestou depoimento na terça (9) à polícia e foi liberado. As assistentes sociais também foram à casa dele pedir os documentos da senhora para providenciar uma vaga em um abrigo para idosos de Araruama, já que outros parentes ainda não foram localizados. A delegada responsável pelo caso, Cláudia Faissal, disse que já ouviu algumas testemunhas e o sobrinho da idosa. Ela aguarda o resultado do exame de corpo de delito feito na mulher.

Comentários