Em Saquarema, trabalhador encontra ossada pré histórica no quintal de casa

Luciano estava fazendo uma buraco no quintal quando teve uma surpresa; os vestígios indicam a existência de um sambaqui no local.


Em Saquarema, um servente de obras encontrou no quintal de casa uma ossada humana que deve ter mais ou menos 4 mil anos. O achado é mais um acervo de sambaqui descorberto na região.
Luciano estava fazendo uma buraco no quintal para a nova caixa de gordura quando teve uma surpresa. O servente de obra não de assustou, pois sabia da existência de ossos na área.
Já a mulher dele, não ficou nada tranquila. Camila, dona de casa, ficou com medo ao se deparar com a inusitada situação.


O material está sendo recolhido pela arqueóloga Filomena Crancio. Ela diz que os vestígios indicam se tratar de um sítio arqueológico; mais especificamente um sambaqui, local de moradia temporária de comunidades muito antigas.
A ossada é pré-histórica, provalvelmente tem mais de 4 mil anos. A identificação do tempo correto vai ser feita por uma avaliação técnica do Museu Nacional, mas a preservação é impressionante. Com a análise dos ossos, é possível descobrir além das características físicas doenças que ocorriam na época.
Após a descoberta, os curiosos estão sempre na volta da casa de Luciano, no bairro Mombaça, área rural de Saquarema.
Para preservar a área, o local foi interditado. Técnicos da Iphan, instituto do Patrimônio Nacional e do Museu Nacional, vem na próxima semana para avaliar a área e fazer escavações.
Alberto Nessrala, coordenador defesa civil, explica que nada pode ser mexido para preservar todas as características a serem estudadas.
Luciano não tem previsão de quando vai poder retomar a obra de ampliação da casa, mas está feliz com a contribuição que fez para cultura.


Intertv

Comentários