Reajuste de professor estadual já vale: veja tabelas com salários

Por Alessandra Horto
O governador Sérgio Cabral sancionou ontem as leis que reajustam os salários dos 165 mil servidores da Secretaria Estadual de Educação. Os 148 mil professores terão 5% de aumento a partir de setembro. Já os funcionários administrativos vão receber até 116,04% de reajuste. Também está garantida a antecipação da incorporação de 2012 da gratificação do Nova Escola, retroativa a julho.




Cabral vetou o abono das faltas dos dias parados, que garantia o recebimento integral dos vencimentos aos docentes que fizeram greve em 2011. Com isso, os professores que não repuserem as aulas terão o ponto cortado.
Também foi vetado o artigo que determinava que os atuais professores deveriam destinar 1/3 da carga horária semanal em planejamentos e 2/3 em sala de aula. A medida também atinge os servidores da Secretaria Estadual de Cultura, regidos pela Lei 1.614, de 24 de janeiro de 1990 e Lei 5.584. Também foi vetado o enquadramento por formação, após comprovação, dos profissionais do quadro de apoio e procedentes do concurso de 1994.

AULA NA RUA
Servidores do Colégio Pedro II, em greve há 16 dias, deram uma aula simbólica ontem na rua, em frente ao Campo de São Cristóvão. A categoria quer 14,7% de aumento.

FAIXAS COM PEDIDOS
Um dos objetivos foi chamar a atenção de alunos e responsáveis. Faixas foram estendidas no chão com alguns itens da pauta de reivindicação da categoria.

Comentários