Resumo dos principais jornais deste sábado

O Globo

Manchete: Denunciados no STF irão revisar processos judiciais
PT e PMDB indicam João Paulo e Eduardo Cunha para comandar comissão



Para comandar a Comissão Especial da Câmara que discutirá mudanças no Código de Processo Civil, que visam a tornar a Justiça mais ágil e moderna, o PT e o PMDB indicaram os deputados João Paulo Cunha (PT-SP), réu no processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal, e Eduardo Cunha (PMDB/RJ), que responde inquérito no STF. As indicações foram feitas pelos líderes do PT, Paulo Teixeira, e do PMDB, Henrique Eduardo Alves, provocando revolta e mal-estar nos três poderes. O ministro do STF Luiz Fux, que presidiu o grupo de juristas responsável pela proposta de reforma, ficou constrangido com a situação, segundo integrantes do Judiciário, já que os dois deputados não são da área e ainda serão julgados por ele no tribunal.
(Págs. 1 e 3)
Aprovação a jato no Turismo

Em tramitação relâmpago, menos de sete horas, o Ministério do Turismo analisou e aprovou projeto de R$ 8 milhões para qualificar pessoal apresentado por uma ONG que nunca atuou no setor. A ONG já recebeu R$ 3 milhões, sem matricular ninguém. (Págs. 1 e 4)

Avanço rebelde encurrala Kadafi

Tropas avançam rumo a Trípoli por três lados e rumores indicam que ditador prepara fuga

Cada vez mais encurralado em Trípoli pelo avanço rebelde vindo de três lados, o ditador líbio, Muamar Kadafi, é alvo de rumores crescentes de que estaria se aprontando para fugir do país. Ontem, mais três cidades caíram nas mãos dos revoltosos, que aos poucos começam a romper o impasse dos últimos meses na frente militar, mudando a situação em seu favor. Em Brasília, um confronto entre simpatizantes e opositores líbios do ditador na embaixada do país acabou em pancadaria, exigindo intervenção da polícia. (Págs. 1, 38 e editorial "Brasil recai na diplomacia companheira")

Militantes do Hamas encerram trégua
A ala militar do grupo radical palestino Hamas põs fim à trégua que mantinha desde 2009 com Israel. A decisão, que não teve apoio da liderança, foi tomada após o bombardeio da Faixa de Gaza por Israel, no rastro de atentados que deixaram oito israelenses mortos anteontem.(Págs. 1 e 39)

Ditador sírio desafia EUA e Europa, e mata mais 22 civis.(Págs. 1 e 38)

Policiais investigam réus de juíza
A Delegacia de Homicídios, que apura a morte de Patrícia Acioli, concentra esforços em três processos em que a magistrada atuava. PMs que respondem a autos de resistência estão entre os suspeitos de assassinato.(Págs. 1 e 14)

Prosa & Verso
Inspirado em modelos dos agentes de saúde, programa do governo federal procura difundir o hábito da leitura em regiões pobres do país.(Pág. 1)

De 2012 para 2016
A empresa inglesa Aecom, a mesma que desenvolveu o plano master de Londres 2012, venceu o concurso internacional para a concepção do Parque Olímpico Rio 2016, no Autódromo, palco de 15 modalidades. (Págs. 1 e 21)
Estado volta a contratar a Delta sem licitação. (Págs. 1 e 24)

------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete: Quadrilhas já atacaram 500 caixas eletrônicos
Órgãos de inteligência da Polícia Civil apontam presença de PMs nos grupos 



Pelo menos 500 caixas eletrônicos foram roubados ou furtados neste ano no Estado de São Paulo, segundo levantamento dos órgãos de inteligência da polícia, informa André Caramente.

Análise parcial feita pela Folha revela que os principais alvos são as máquinas instaladas nas agências bancárias (37%), seguidas por supermercados (22%) e postos de gasolina (10%).

Em média, cada caixa tem de R$ 70 mil a R$ 100 mil. Os ladrões intensificaram ataques às máquinas, em geral, com explosivos ou maçaricos, para evitar os tiroteios em assaltos a banco.

Até junho, a Polícia Civil havia conseguido rastrear quatro quadrilhas. Em todas, foi detectada articipação de policiais militares - atualmente, 35 estão sob investigação. (Pags. 1 e Cotidiano C1)

SP quer reduzir pedágio com concessão que divide prejuízo (Págs. 1 e Cotidiano C4)

Israel ameaça ataques e Hamas encerra trégua

Em resposta aos atentados de quarta, Israel realizou novos bombardeios na faixa de Gaza e prometeu ampliar a retaliação, relata Marcelo Ninio. Em visita a soldados feridos, Binyamin Netanyahu disse que os ataques são só o começo. Revides deixaram nove mortos e atingiram instalações do Hamas, que anunciou o fim da trégua.
(Pags. 1 e Mundo, A20)


FHC e Marina defendem faxina de presidente

Com o PT e os aliados divididos sobre a faxina no governo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e a ex-senadora Marina Silva decidiram defender a presidente Dilma Rouseff.

FHC quer que o PSDB abandone a articulação pela CPI da Corrupção. Marina defende a adesão no combate à corrupção. (Pags. 1 e A10)

PUC diz que pode devolver valor de licitação fraudada

A PUC-SP se dispôs a devolver R$ 5 milhões que recebeu do Ministério da Agricultura por contrato originado de licitação fraudada. A universidade abriu sindicância para apurar o caso, revelado ontem pela Folha.

A FGV, que teve sua participação forjada com papéis falsos, pediu a abertura de inquérito policial. (Pags. 1 e Poder A8)

Tendências / Debates

É positiva a criação e cotas nacionais de programação na TV a cabo? (Pag. 1)

Sim - Marco Altberg

Indústria audiovisual se fortalecerá com produção contínua. (Pag. 1)



Não - Demóstenes Torres

Planalto revela desejo de interferir até no controle remoto. (Pags. 1 e A3)

Editoriais
Leia: "Diretriz contraditória", sobre a LDO, e "Escravos da moda", acerca de trabalho degradante descoberto em confecções de São Paulo. (Pags. 1 e Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Ditador sírio desafia Ocidente e volta a reprimir opositores

No dia seguinte ao comunicado de EUA e Europa exigindo a saída de Assad, mais 20 dissidentes são mortos

Um dia após o presidente dos EUA, Barack Obama, e seus aliados europeus pedirem a saída de Bashar Assad do poder em Damasco, as forças de segurança do regime sírio mataram cerca de 20 pessoas, segundo ativistas da oposição. O governo negou ter usado violência. Anteontem, Assad havia ligado pessoalmente para o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, comprometendo-se a interromper a repressão contra opositores, que já matou centenas de pessoas. Ontem, milhares de manifestantes, incentivados pelos pedidos dos líderes ocidentais, entoaram gritos exigindo o julgamento de Assad por crimes contra a humanidade no Tribunal Internacional de Haia. Outros chegaram a pedir a morte do ditador sírio. Uma missão da ONU estará hoje no país para verificar a situação. (Págs.1 e Internacional A16)

TV diz que Kadafi pode fugir 

Segundo a NBC, "fontes do Pentágono" disseram que o ditador líbio estaria preparando sua fuga nos próximos dias. (Págs. 1 e Internacional A16)
Internacional / pag. A16


Dilma ignora inquietação do PT e diz que "faxina" segue
A presidente Dilma Rousseff afirmou que o governo federal vai continuar a combater os "malfeitos" da máquina pública e ressaltou que a base aliada no Congresso não concorda com a existência de irregularidades na administração. Sua declaração foi dada em meio à inquietação de petistas com o impacto político da ofensiva. (Págs. 1 e Nacional A4)

Presidente faz convite e PR pode voltar à base

Partido mais atingido pela "faxina" nos ministérios, o PR recebeu convite da presidente Dilma Rousseff para voltar a integrar a base governista. A legenda pediu tempo de "maturação" antes de responder.
(Págs. 1 e Nacional A7)


Crise externa já faz mercado prever juro menor em 2011
O agravamento da crise internacional já leva alguns economistas do mercado financeiro a projetar uma queda da taxa básica de juros (Selic) neste ano, algo impensável duas semanas atrás. Internamente, a inflação continua pressionada: o IPCA-15 de agosto, divulgado ontem, subiu 0,27%. Nos últimos 12 meses, acumula 7,10%. (Pags.1 e Economia B1)

Rodoanel Sul terá pedágio de R$ 2,50
Cobrança comecará na quarta-feira. O trecho foi inaugurado em 2010, tem 61,3 km e vai da Régis Bittencout a Mauá, passando pelas rodovias Anchieta e Imigrantes.(Pags. 1 e Cidades C1)
Enem terá gestão de risco para evitar falhas (Págs. 1 e Vida A24)

Luiz Felipe Lampreia

A mais grave crise

Com a crise econômica de 2008, o sistema de governança global foi confrontado com uma situação que pôs a nu a sua precariedade. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Celso Ming

Solução distante

A falta de vontade política é o maior obstáculo para o resgate do euro. Isso sugere que o forte risco de naufrágio coletivo ainda não foi percebido (Págs. 1 e Economia B2)

Notas & Informações

Aliança contra a miséria

A causa justifica o entendimento entre a presidente e os governadores da oposição (Págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: Proposta de reajuste a servidor vai de 2% a 31%
Os percentuais a serem pagos, em julho do ano que vem, foram apresentados pelo governo à Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público federal (Condsef) e beneficiam os 420 mil servidores das carreiras do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo, Previdência, Saúde, Trabalho e correlatas. O pessoal de nível superior, cerca de 84 mil, terá aumento de até 31%, o que elevará o salário final para R$ 87 mil. Os demais, de nível intermediário e auxiliar, receberão valores fixos de R$ 211 e R$ 105 - resultando em alta de 2,3% a 7,3%. Além disso, o Planalto promete nivelar de forma gradual o contracheque das carreiras de nível superior com o dos servidores contemplados pela Lei nº 12.277/10 - engenheiros, arquitetos, geólogos, estatísticos e economistas, cujo salário final está em R$ 10.209,50. Mas não estabelece prazo para chegar a este patamar. (Pags. 1 e 14)

Um novo aviso-prévio
Empresários aceitam que aumento do benefício proporcional ao tempo de serviço seja de até 90 dias. O STF vai decidir a questão. (Págs. 1 e 15)

Suspeita: Licitação no Turismo só teve uma empresa concorrente
O Ministéiro escolheu a Promo Inteligência Turística, com capital de R$ 210 mil, para um contrato de R$ 10 milhões. A vencedora da concorrência tem ligações com uma ONG acusada de receber recursos ilegais da pasta. (Pags. 1 e 2)

Fidel e os agentes nada secretos
Dois anos de pesquisa, muitas viagens e um livro ousado: em Os últimos soldadinhos dea Guerra Fria, Fernando Morais mostra a ação dos espiões cubanos nos EUA. (Pags. 1)

Guerra na Líbia, pancadaria aqui
Apoiados por diplomatas dissidentes, um grupo de manifestantes ocupou a embaixada do país, no Lago Sul. Houve um confronto com funcionários do governo Líbio. O embaixador deixou o local e os apositores do regime hastearam a bandeira dos rebeldes. À noite, os invasores iniciaram as negociações para deixar a casa. No Oriente Médio, crescem os rumores sobre a fuga de Muamar Kadafi. (Pags. 1 e 24)

Tombos de idosaos podem ser indícios de alzheimer (Pags. 1 e 27)

------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Minas tem 20 juízes ameaçados de morte

As ameaças contra a vida atingem cerca de 2% dos 911 juízes que atuam no estado, conforme levantamento da Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis), ao qual o Estado de Minas teve acesso. A questão preocupa os integrantes do Judiciário que lutam contra a ação de quadrilhas, sobretudo do tráfico de drogas, como a juíza Patrícia Acioli, executada no Rio. Ontem, um dos suspeitos do assassinato foi preso. Em Minas, entre os ameaçados estão os juízes Isaías Caldeira Veloso, de Montes Claros, e Flávio Kretli, de Teófilo Otoni. A polícia descobriu planos para matá-los e eles agora se veem obrigados a redobrar a segurança. 

Vai acabar sendo mais seguro trabalhar numa plataforma de petróleo do que ser juiz” - Isaías CaldeiraVeloso, da 1ª Vara Criminal de Montes Claros (Págs. 1, 11 e 12)

Bebedeira

No câmpus

Pesquisa mostra que estão emMinas Gerais seis das 10 universidades federais em que os alunos mais consomem bebidas alcoólicas. A “campeã” é a de Ouro Preto, na qual 29,18% dos estudantes bebem periodicamente ou sempre, bem acima da média nacional, de 14%. Em seguida vêm as de Lavras (26,4%), Viçosa (25,16%) e Alfenas (23,83%). Ainda aparecem no ranking o Cefet (20,93%), em 7º lugar, e a UFMG (20,47%), em 10º.



Na estrada

A Polícia Rodoviária Federal flagrou três motoristas dirigindo uma cegonheira e duas carretas bitrem depois de beber, dois deles na BR-135, no Norte de Minas, e outro na BR-116, na Zona da Mata. Os três condutores foramdetidos e autuados por crime de trânsito, constatado pelo bafômetro. Na edição de ontem, o Estado de Minas mostrou que veículos de carga respondem por 48% dos acidentes e 25% das mortes nas BRs emMinas. (Págs, 1, 21 a 23)


Show para um só concorrente
Ministério do Turismo contratou por R$ 10,4 milhões empresa que participou sozinha de licitação para evento em SP. Vencedora tinha capital social de R$ 210 mil. (Págs. 1 e 3)
Lula cumpre promessa e ouve cobranças em Minas (Págs. 1 e 9)

Invasão: Opositores de Kadafi ocupam embaixada Líbia em Brasília
Grupo entrou em confronto com a segurança e expulsou o embaixador e sua família. (Págs. 1 e 19)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio


Ladrões atiram em idosa na Zona sul (Pág. 1 )

Investimento da Chesf será ampliado em Suape (Pág. 1)


Helicóptero desaparece na Bacia de Campos-RJ (Pág. 1)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Piratini vai endurecer punição a quem vender álcool a adolescentes
Governo gaúcho cria grupo de trabalho para estudar lei em vigor em São Paulo e já planeja maior fiscalização nos estabelecimentos comerciais. (Págs. 1 e 37)

Foto legenda: Os caras-pintadas do Chile
Estudantes protestam há três meses pedindo mais investimentos na área da educação e Ensino Superior gratuito. (Págs. 1 e 30)

Hospital São Pedro provoca bate-boca na Saúde
Secretário estadual da pasta e diretor que pediu demissão trocam farpas e acusações. (Págs. 1 e 34)

Reviravolta: Justiça libera médico reconhecido por juiz
Polícia tem indícios de que aspirante a oficial do Exército não participou de assalto. (Págs. 1 e 44)
------------------------------------------------------------------------------------

Comentários