Câmara de Campos terá mais oito vereadores


Os vereadores de Campos aprovaram por unanimidade na noite de terça-feira (13) o aumento do número de parlamentares no município de 17 para 25. A decisão vale para a próxima eleição, em 2012.
Para valer o aumento, foram assinados dois projetos que alteram a Lei Orgânica do Município e aumentam o número de parlamentares. Os projetos serão enviados para as Comissões Técnicas e de Trabalho da Câmara para voltar ao plenário para votação em primeiro e segundo turnos.
Com a mudança, os gastos da Câmara devem aumentar em até R$ 200 mil por mês. Cada vereador em Campos custa de R$ 20 mil a R$ 25 mil, contando o salário de R$ 9.000 e os gastos com assessores.
Essa alteração foi possível porque a população no município, segundo o censo de 2010 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), passou para 463.731. Uma emenda constitucional de 2009 prevê que os municípios com mais de 450 mil habitantes podem ter 25 vereadores. A emenda relaciona o número de parlamentares com o número de moradores das cidades. Assim, as cidades com até 15 mil habitantes terão nove vereadores; de 15.001 a 30 mil serão 11 parlamentares; de 30.001 a 50 mil, 13; de 50.001 a 80 mil, 15; de 80.001 a 127 mil, 17; de 120.001 a 160 mil, 19 cadeiras no legislativo; de 160.001 a 300 mil, 21; de 30.001 a 450 mil, 23 vereadores e de 450.001 a 600 mil habitantes, 25 parlamentares.
Outros municípios também terão novas cadeiras na Câmara de Vereadores na próxima eleição. Entre eles São João da Barra e Macaé, também no norte do Estado, Rio das Ostras, na Baixada Litorânea e Cabo Frio, na região dos Lagos. Em São João da Barra serão mais quatro parlamentares, atualmente são nove vereadores e vai passar para 13. Em Macaé e Cabo Frio o aumento vai ser de 12 para 21. E Rio das Ostras vai ganhar sete cadeiras na Câmara, totalizando 17 políticos.

Comentários