Em Arraial do Cabo, educadores se mobilizam para prestar apoio psicológico aos alunos, familiares e funcionários da Escola Municipal Sagrado Coração de Jesus


 Em decorrência do crime que aconteceu na última segunda-feira, dia 12, envolvendo duas irmãs que estudavam na Escola Municipal Sagrado Coração de Jesus, no Morro da Cabocla, em Arraial do Cabo, a Secretaria de Educação do município realizou uma reunião na manhã desta quarta-feira, dia 14, com os todos os profissionais da Escola. A reunião teve como objetivo acolher, ouvir e traçar ações para prepará-los para o retorno dos alunos e atendimento aos pais.


Toda a equipe da secretaria de Educação (diretoras de divisão, coordenadoras de Orientação Educacional, Diretora de Ensino e a Subsecretária) esteve presente, além de uma assistente social, fonoaudiólogas e psicólogas da Sala de Recursos.
            De acordo com a Chefe do Departamento de Ensino da Secretaria de Educação, Linette Barreto, os professores estão muito emocionados com o acontecido, e perplexos, uma vez que a aluna que cometeu o crime era assídua e participativa sem registros de ocorrências de mau comportamento.
– O ocorrido foi um fato isolado, já que a escola tem desenvolvido projetos de amizade, relacionamento e de integração família escola. Semanalmente já acontece, em todas as unidades a visita da psicóloga para auxiliar o processo educacional – afirmou Linette.
A Secretaria de Educação mobilizou toda a sua equipe para estar na unidade escolar nesses próximos dias. Amanhã as aulas retornam normalmente e o comportamento dos alunos e dos seus familiares será observado, e todos eles terão um acompanhamento profissional.
- Trabalhar psicologicamente todos os profissionais da educação, assim como os pais e alunos, é de fundamental importância uma vez que se trata de um assunto muito delicado. Esta tragédia abalou a todos nós e precisamos seguir em frente, mas para isso é necessário estarmos juntos apoiando uns aos outros – finalizou Marcela Mello, subsecretária de Educação.

Comentários