Idoso viaja de Niterói a Cabo Frio para pagar resgate de falso sequestro da filha

Ele viajou por 2h para entregar o dinheiro e, quem recebeu foi a mulher do falso sequestrador, mas ela foi presa em seguida.

Um caso de falso sequestro deixou um idoso de 82 anos em pânico por seis horas. O aposentado, que mora em Niterói, recebeu uma ligação de dentro de um presídio de Campos informando que a filha dele havia sido sequestrada. O pai viajou por duas horas para entregar o dinheiro do resgate em Cabo Frio. Quem receberia o pagamento seria a mulher do presidiário.
Márcia Ribeiro Nascimento, de 30 anos, foi presa minutos depois de receber o dinheiro do resgate. Em depoimento, ela informou que a ordem do falso sequestro partiu do marido dela, que está cumprindo pena no presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos. Segundo a polícia, ele teria feito as ligações de dentro da cadeia. A vítima do golpe foi um aposentado, de 82 anos, que preferiu não se identificar. O criminoso teria pedido R$ 20 mil pelo resgate da filha. Mas, no fim da negociação, aceitou receber um valor menor.
O ponto de encontro para fazer a entrega do dinheiro do resgate foi marcado na rodoviária de Cabo Frio. O aposentado chamou um táxi e viajou durante duas horas de Niterói para Cabo Frio com o falso sequestrador no telefone. Chegando no local, ele foi orientado a dar a quantia a mulher, mas só que a filha dele não estava com ela. Aí ele foi obrigado a continuar andando até que apareceu a polícia.
Foi o taxista quem comunicou à central, que avisou à polícia sobre o sequestro. Em um papel, o idoso escreveu que estava indo fazer o resgate da filha. Só que o crime não passava de uma farsa. Na delegacia, o pai ainda acreditava que o sequestro tinha sido verdade.
do RJ INTER TV 1ª Edição

Comentários