Túlio Maravilha renuncia ao cargo de vereador


Jogador preferiu deixar a política na busca pelo milésimo gol

Agência Gazeta Press
O atacante Túlio Maravilha, que também era vereador da cidade de Goiânia pelo PMDB, renunciou ao cargo político nesta sexta-feira (16).
Em carta enviada ao Tribunal Regional Eleitoral de Goiás e à Câmara Municipal de Goiânia, o jogador comunicou sua decisão e alegou problemas particulares.
O presidente da Câmara Municipal da capital de Goiás, o vereador Iram Saraiva (PMDB), disse ter recebido uma ligação do jogador para confirmar a renúncia.
Em sua incessante busca pelo milésimo gol, Túlio deixou o Canedense de Goiás recentemente e assinou contrato com o Bonsucesso, do Rio de Janeiro, bem distante do local onde exercia o mandato político.
Ele já havia entrado com pedido de licença superior a 120 dias para se dedicar ao futebol carioca, mas preferiu oficializar o seu desligamento do cargo.
O suplente Luciano Pedroso (PMDB) assume no lugar do atacante de 42 anos.

Comentários