Em Petrópolis, homem é encontrado morto com sinais de pauladas; suspeita é de vingança por dívida

O crime teria acontecido por causa de uma cobrança de aluguel; o casal de inquilinos não queria pagar e o proprietário queria receber.
A Polícia investiga a morte de um homem encontrado com marcas de pauladas e pedradas em Petrópolis.O crime teria sido cometido por uma cobrança de aluguel.
O corpo foi encontrado em uma trilha no meio do mato, no distrito de Itaipava. Magno de Araújo Magrani, de 25 anos, foi morto a pedradas e pauladas, segundo o laudo da polícia. O carro dele estava abandonado, a 50 metros da trilha, em um terreno baldio. O crime teria acontecido por causa de uma cobrança de aluguel. O casal de inquilinos não queria pagar e o proprietário queria receber. Na quarta (5), o filho do dono da casa foi morto, e o crime teria sido cometido pelo inquilino.


João Vitor Lourenço da Silva, o inquilino, e a mulher dele se recusavam a pagar o aluguel de R$250, e estavam sofrendo ação de despejo. No depoimento na delegacia, João Vitor, que tem 8 passagens pela polícia, por agressão e roubo, negou que tenha cometido o crime. Ele permanece preso porque já havia um mandado de prisão preventiva contra ele, por outro crime. Os investigadores procuram testemunhas e aguardam a perícia das digitais no carro. Para a polícia, o inquilino é o principal suspeito, porque havia ameaçado de morte a família do dono da casa.
Antônio Carlos Almeida da Rocha, delegado titular da delegacia de Itaipava, confirma que hoje, ele é o principal suspeito do crime. O suspeito continua preso na delegacia de Itaipava.
do RJ INTER TV 2ª Edição

Comentários