Estudantes que perderam o Enem criticam falta de organização

Candidatos do Enem entram na Universidade Uninove da Barra funda para prestar a prova.
Luiza Sigulem/Folhapress
Candidatos do Enem entram na Universidade Uninove da Barra funda para prestar a prova.

Alguns candidatos que perderam a prova do Enem reclamam que foram atrapalhados pela falta de clareza nas indicações sobre onde deveriam entrar para fazer a prova na Uninove da Barra Funda, zona oeste de São Paulo, realizada neste sábado.


Estudantes que iriam fazer o exame nos prédios B, C e D da unidade, deveriam todos entrar pelo prédio A, que fica no número 109 da avenida Dr. Adolfo Pinto. Essa medida confundiu alguns alunos que, ao chegarem em cima da hora, não acharam a entrada e perderam a prova.
"Cheguei faltando dois minutos para as 13h, e vim correndo para cá", disse Renata Nascimento, 27 anos, que iria fazer a prova no prédio D. Ela iria prestar o Enem para concorrer à bolsa do Prouni para o curso de administração.
"Não é a primeira vez que está essa bagunça, o ano passado também estava muito confuso", reclamou Renata.
O mesmo problema ocorreu com Najara Luana dos Santos, 21, que veio de Pirituba de trem e ônibus. Ela também deveria fazer a prova no predio D. "É um absurdo, você vem um dia antes, vê onde é o prédio, e chega na hora não é o mesmo", disse ela.
Neste sábado, os alunos terão quatro horas e meia para resolver 90 questões de ciências humanas e ciências da natureza --a prova acaba às 17h30.

ELTON BEZERRA
DE SÃO PAULO

Comentários