Google vai fechar rede social que antecedeu Google+



A gigante da internet Google anunciou ontem (14) o fim de vários produtos da empresa, entre eles a rede social Buzz, alvo de duras críticas desde o seu lançamento, em fevereiro de 2010, muito diferente do que aconteceu com a nova plataforma, Google+.
"Dentro de algumas semanas, iremos interromper o funcionamento da Google Buzz, para nos concentrarmos, principalmente, na Google+", declarou o vice-presidente de produtos da marca, Bradley Horowitz, no blog da empresa. "Aprendemos muito com produtos como a Buzz, e essa experiência nos é útil diariamente para produtos como a Google+."
No momento do lançamento da Buzz, o serviço criava de forma automática uma lista de contatos para os usuários do Gmail, acessível a todo o sistema. Após críticas, a Google teve que efetuar mudanças, e concordou em pagar 8,5 milhões de dólares após um processo por violar o sigilo dos dados.

O fechamento da Buzz acontece quase um mês depois que a Google abriu para todos os internautas a rede social Google+, que estava em testes desde o fim de junho. O cofundador da Google Larry Page anunciou ontem que a Google+ atingiu 40 milhões de usuários, e assinalou que o serviço tem o objetivo de unir as ferramentas para a internet lançadas pela Google.
Copyright AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados

Comentários