Provável quarta morte pela bactéria Streptococcus pyogenes é investigada

A Secretaria de Saúde investiga se a morte de Davi Pereira Gomes Severo, 7 anos, ocorrida no sábado (8), aconteceu em decorrência da contaminação pela bactéria Streptococcus pyogenes, a mesma que causou a infecção generalizada e morte da estudante Fernanda Pires, 10, na terça-feira da semana passada (4). Caso a bactéria seja detectada nos exames feitos com o material coletado no menino, Davi se tornará a quarta vítima da bactéria. Os resultados devem ser liberados em até 10 dias. 



Segundo o Correio apurou, o menino deu entrada no Hospital Regional do Guará com sintomas de uma virose, mas seu quadro clínico teria se agravado rapidamente e ele morreu no sábado. A família da vítima mora no Recanto das Emas. 

A Escola Classe da 305 Sul, onde o menino estudava, passou por esterilização na manhã de ontem (11). Técnicos em higienização da Secretaria de Saúde estiveram no colégio e ensinaram os procedimentos de limpeza adequados a professores, alunos e funcionários de forma a minimizar as chances de contaminação. A ação não alterou as atividades no período vespertino. 

Comentários