Resumo dos jornais neste sábado

O Globo
Edição de Hoje do Jornal O Globo
Manchete: Lula manda PCdoB resirtir e Dilma mantém ministro

No mesmo dia, procurador-geral pede ao STF que investigue Orlando

O ex-presidente Lula recomendou ao PCdoB que resistisse e não entregasse o Ministério do Esporte nem o cargo do ministro à presidente Dilma Rousseff, em meio a denúncias de desvio de verbas da pasta para campanhas eleitorais do partido. Após uma hora e meia de conversa com Dilma no Planalto, o próprio Orlando Silva anunciou que fica no cargo e que a presidente lhe recomendara "serenidade e paciência". Pesou na decisão o fato de não ter sido apresentada prova de que o ministro teria recebido propina. Também ontem, a Procuradoria Geral da república pediu ao STF abertura de inquérito sobre o ministro e o governador do DF, Agnelo Queiroz. Em encontro do PCdoB, no Rio, o presidente do partido, Renato Rabelo, contou ter recebido ligação de Lula, recomendando: "Vocês tem que resistir, o ministro tem que resistir".

Anita Prestes, filha de Luiz Carlos Prestes e Olga Benário, enviou carta à direção do PCdoB, dizendo-se indignada com a "utilização indébita" da imagem dos pais no programa do partido na TV, informa Ancelmo Gois. (Pags. 1, 3 a 14 e Caderno Esportes)

Ser vereador é... ter vida de príncipe
Num arroubo de sinceridade descuidada, o vereador Rodson Lima (PP), de Taubaté (SP), escreveu no Facebook sua rotina de mordomias, com viagens, motoristas, assessores e celular pagos com dinheiro público. "O povo me dá vida de príncipe", escreveu. (Pags. 1 e 14)



A volta dos zangões

Um policial da Core com fuzil vigia, na Acadepol, 30 pessoas presas, acusadas de participação num esquema fraudulento de emissão de carteiras de habilitação: 200 por mês no últimos três anos. (Pags. 1 e 21)

Fila para ver Kadafi em frigorífico

ONU pede investigação sobre morte

Exibido como troféu num frigorífico de Misrata, o corpo de Muamar Kadafi tornou-se atração para centenas de líbios que fizeram fila e levaram seus filhos para tirar fotos. As suspeitas de execução sumária levaram o Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU a pedir uma investigação independente sobre sua morte após a captura. Novas imagens mostraram Kadafi vivo e sangrando, golpeado por rebeldes. Surgiram também as primeiras desavenças entre novos grupos que comandam o país: os rebeldes divergem sobre onde sepultá-lo. (Pags. 1, 42 e 43)

EUA sairão do Iraque até o fim deste ano

Sem chegar a um acordo para manter 10 mil soldados no Iraque no próximo ano, o presidente Obama decidiu retirar as tropas até dezembro. Na Tunísia, a apatia e a ascensão dos islâmicos dão o tom, amanhã, das primeiras eleições após a Revolução de Jasmim. (Pags. 1, 44 e 45)

Começa hoje maratona do Enem 2011

Cerca de 5,3 milhões de estudantes do Brasil enfrentam neste final de semana a maratona do Enem. Em dez horas de provas, divididas entre hoje e amanhã, os candidatos deverão responder a 180 questões. Leia as dicas sobre como administrar bem o seu tempo no exame. (Pags. 1 e 28)

Galeão de mal a pior

Porta de entrada de turistas, o Aeroporto Internacional Tom Jobim tornou-se o maior símbolo da vergonha carioca. Dos quatro elevadores, três estão quebrados desde quarta-feira - um deles só voltou a funcionar ontem. Com elevadores novos e rede wi-fi gratuita, a Rodoviária Novo Rio está melhor. (Pags. 1, 16 e 18)

Royalties: perda de 50 bi 'assusta' Dilma

O governador Sérgio Cabral mostrou à presidente Dilma Rousseff que o texto aprovado no senado teria subestimado em quase R$ 50 bi as perdas do Rio e seus municípios produtores até 2012. Segundo Cabral, a presidente teria levado um susto. (Pags. 1 e 32)

------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete: Esporte cobrou 10% de propina, afirma pastor

Fundador de igreja que obteve R$ 1,2 mi afirma que dois emissários do ministério exigiram dinheiro para PC do B

O fundador de uma igreja que obteve R$ 1,2 milhão do Ministério do Esporte diz ter sido pressionado por emissários da pasta a dar 10% da verba ao PC do B, partido do ministro Orlando Silva.

O pastor David Castro é o segundo a acusar a pasta de irregularidade em convênio. (Pags. 1 e A4 / Poder)

Planalto fala que, sem provas, não condena ninguém (Pags. 1 e A8 / Poder)

Fifa já 'demitiu' ministro, e Temer cita o nome de Pelé

A Fifa afastou o ministro Orlando Silva Jr. como interlocutor para assuntos da Copa-2014. Segundo o secretário-geral Jerôme Valcke, haverá novo representante do país nas negociações da Lei Geral da Copa.

Para o vice-presidente Michel Temer, se houver troca, Pelé será um grande nome para a pasta. (Pags. 1 e A8 / Poder)

'Há uma semana sou submetido à execração pública'

Orlando Silva Jr.

Estou sob bombardeio intenso há uma semana. A calúnia máxima, de que recebi dinheiro na garagem do Ministério do Esporte, foi potencializada por uma sucessão e outros fatos. A cada dia me pergunto: que mentira ganhará as manchetes hoje?

Orlando Silva Jr. é ministro do Esporte(Pags. 1 e A10 / Poder)

ONU pede investigação sobre a morte de Gaddafi

A ONU pediu investigação para saber se Muammar Gaddafi foi morto em confronto ou se foi assassinado. EUA e membros da Otan, que prevê encerrar a ação militar no país em dez dias, querem que o conselho de transição que governa a Líbia explique o caso. Vídeo traz imagens de Mutassim, um dos filhos do ditador, fumando e bebendo água provavelmente pouco antes de sua morte. 

Imagem de Mutassim, filho de Gadaffi, morto anteontem (Pags. 1 e A18 / Mundo)

EUA saem do Iraque neste ano, diz Obama

Depois de 3.209 dias, pelo menos 103 mil civis iraquianos mortos, 4.482 baixas militares americanas e mais de US$ 1 trilhão gastos, a Guerra do Iraque chegará ao fim "oficial" em 31 de dezembro deste ano.

O presidente Barack Obama reafirmou compromisso assumido há um ano, prometendo que todas as tropas serão retiradas do país até o fim de 2011, com exceção das que protegem a embaixada. 

Foto Legenda: O presidente Barack Obama anuncia que manterá em Bagdá só os soldados necessários para proteger embaixada (Pags. 1 e A16 / Mundo)

Brasil quer Nações Unidas liderando a reconstrução (Págs. 1 e A18 / Mundo)

Eike avisa a Dilma que negocia ser sócio da Foxconn

Eike Batista, do Grupo EBX, informou à presidente Dilma que está em negociação com a taiwaesa Foxconn para se tornar sócio na produção de tablets no país.

O empresário não falou sobre percentuais e disse que a engenharia financeira para concretar a sociedade ainda está em estudo. Eike não descartou o uso de incentivos oficiais. (Pags. 1 e A14 / Poder)

Para Alckimin, não era preciso demitir assessor

O governador Geraldo Alkimin (PSDB) declarou que não havia "nenhuma necessidade" de demitir, da secretaria de Desenvolvimento Metropolitano, o funcionário cuja empresa fazia obra com verba do estado.

Alckimin argumentou que o ex-assessor não era dono da construtora.

"A empresa não era dele, era de pessoa da família", disse. A mãe do empresário, porém, confirmou à Folha que ele era o dono de fato. (Pags. 1 e A14 / Poder)

José Roberto Torero: O povo prefere estádio, aconselha imperador ao filho (Págs. 1 e D3 / Esporte)

Editoriais

Leia "Além da faxina" que defende a redução de ministérios e cargos de confiança, e "Negócio difícil", sobre o ambiente para empresas no Brasil. (Pags. 1 e A2 / Opinião)

------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete: Mulher de Orlando levou verba pública

Empresa de Anna Petta foi contratada por ONG do PC do B que recebeu recursos para realizar documentário do Ministério da Justiça

Documentos mostram que Anna Cristina Lemos Petta, mulher do ministro Orlando Silva (Esporte), recebeu verba da União por meio de ONG comandada por filiados ao PC do B. A informação foi antecipada pelo estadão.com.br. A descoberta complicou a situação do ministro, de acordo com o Planalto. Anna Petta assina o contrato entre a empresa Hermana e a ONG Via BR. A entidade recebeu R$ 278,9 mil em novembro de 2010 e subcontratou a Hermana, empresa de produção cultural criada pela mulher do ministro e sua irmã Helena. A Hermana foi criada menos de sete meses antes do negócio com a ONG. A empresa de Anna Petta prestou serviços para documentário encomendado pelo Ministério da Justiça. Pelo trabalho, Anna Petta recebeu R$ 43,5 mil. Procurada pelo Estado, ela não se manifestou até o fechamento desta edição. (Págs. 1 e Nacional A4)

Ministério rescinde convênio fantasma

O Ministério do Esporte publicou ontem no Diário Oficial da União a rescisão do convênio fantasma de R$ 911 mil com o Instituto de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Idec) para o Programa Segundo Tempo na cidade de Novo Gama (GO). A decisão do ministério foi oficializada um dia depois de o Estado ter revelado que a pasta renovara, em 25 de agosto, o mesmo contrato até agosto de 2012. A ONG é de fachada e, apesar de ter assinado o convênio no dia 31 de dezembro de 2009, jamais executou o projeto.(Págs. 1 e Nacional A4)

Obama anuncia fim da guerra do Iraque e retirada das tropas

Último soldado sairá em dezembro, após quase 9 anos de campanha; presença no front afegão também vai diminuir

O presidente dos EUA, Barack Obama, anunciou ontem o fim da Guerra do Iraque, que custou US$ 1 trilhão, deixou 4.497 militares mortos em quase nove anos e tornou-se extremamente impopular entre os americanos. Os soldados remanescentes deixarão o Iraque até o fim de dezembro, como previsto no calendário traçado pela Casa Branca em 2008. A segurança interna iraquiana, abalada por frequentes ataques de grupos radicais religiosos e étnicos, passará a ser de responsabilidade exclusiva do governo do primeiro-ministro Nurial-Maliki. "Quando tomei posse, 180 mil soldados estavam nas guerras do Iraque e do Afeganistão. No fim deste ano, esse número será cortado pela metade. E não se enganem: continuará a diminuir", disse Obama. (Págs. 1, A13 e A16 / Internacional)

Foto-legenda: Cresce supeita de execução de Kadafi

Em frigorífico de Misrata, o corpo de Muamar Kadafi, morto anteontem, virou atração: novas imagens de cinegrafistas amadores, somadas aos ferimentos dos cadáveres do ditador líbio e de seu filho, Mustassim, reforçaram os indícios de que ambos foram executados por rebeldes horas após a captura, relata o enviado especial à Líbia, Andrei Netto. A ONU pediu investigação. (Págs. 1 e A18 / Internacional)

Emprego dá sinais de acomodação

A desaceleração da demanda no mercado doméstico nos últimos meses e o aumento do estoque na indústria, hoje no maior nível desde maio de 2009, reduziram as perspectivas de contratação nas fábricas para o último trimestre do ano, quando normalmente as admissões crescem. Em setembro, o indicador do emprego previsto na indústria atingiu o menor nível desde junho de 2009. A queda já contamina o emprego nos serviços. (Págs. 1 e B1 / Economia)

Enem começa com 5 milhões de inscritos

O terceiro Exame Nacional do Ensino Médio, que substitui o vestibular em várias universidades, começa hoje às 13 horas. Dos inscritos, 46% têm mais de 21 anos. (Págs. 1 e A22 / Vida)

Político se diz "príncipe" com dinheiro público

O vereador de Taubaté (SP) Rodson Lima (PP) disse que se sente com vida de "príncipe": "Sou eternamente grato, porque é o povo que me proporciona isso". (Págs. 1 e A12 / Nacional)

Luiz Werneck Vianna: Centralização total

Tem-se instalado no Brasil uma estatolatria doce, justificada pela destinação social. A sociedade abdica da autonomia em favor do Estado. (Págs. 1 e A2 / Espaço Aberto)

Celso Ming: Os mercados não esperam

As divergências entre dirigentes da área do euro sobre o que fazer para controlar a crise parecem insuperáveis. Tudo parece emperrado. (Págs. 1 e B2 / Economia) 

Tutty Vasques: Humor negro

Todo homem de bem, por mais políticamente correto que seja, tem direito de ser mau feito pica-pau quando um notório malfeitor se esborracha. (Págs. 1 e C6 / Cidades)

Notas & Informações: O incerto futuro da Líbia

A selvageria em Sirte indica que será mais do que "tortuoso" o caminho para a democracia. (Págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
Manchete: Dilma segura ministro "demitido" pela Fifa

A presidente decidiu manter Orlando Silva no Ministério do Esporte, apesar do desgaste do governo com as acusações de desvio de dinheiro na pasta. Mais cedo, na Suíça, o secretário-geral da Fifa já dava a demissão como certa. Em entrevista transmitida para todo o mundo, disse que esperava se reunir com "o novo interlocutor" em novembro a fim de discutir a organização da Copa. (Págs. 1 e 2 a 4)

Foto-legenda: Brasília ainda na torcida para abrir a Copa do Mundo

Operários do Estádio Nacional comemoram a confirmação de Brasília como a cidade que, ao lado do Rio, terá mais jogos do Mundial e avisam que a arena estará pronta para a partida inaugural, em caso de atrasos no Itaquerão (SP). A Fifa, que da Suíça acompanha obras em central de vídeos, será mais rigorosa. Quatro estados preocupam a entidade, entre ele, São Paulo. (Págs. 1 e 3 / Super Esportes)

Quer ganhar R$ 23,8 mil?

Saiu o edital do concurso do Ministério Público Federal que vai preencher 126 vagas de procurador da República, cinco delas no DF. (Págs. 1 e 18)

Líbia: Investigação sobre morte de Kadafi

Indícios de execução levam a ONU e os Estados Unidos a cobrarem um "relato transparente" dos últimos momentos do ditador líbio. Otan anuncia fim das operações no país até o dia 31 deste mês. (Págs. 1 e 24)

No DF, 74.624 estudantes encaram o Enem

Hoje, candidatos farão provas de história, geografia, sociologia, química, física e biologia. Amanhã, de matemática, linguagens e códigos e redação. No país, há nada menos que 5,3 milhões de inscritos para os testes. (Págs. 1 e 36)

IPI: revendedoras vão devolver o valor cobrado a mais por causa do imposto

Maioria falta definir como será o procedimento. No DF, Brasília Motors promete fazer o ressarcimento desde já. (Págs. 1 e 16)

------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
Manchete: A Corrida ao carro novo

O decreto que em 16 de setembro aumentou em mais de 30 pontos percentuais a alíquota do imposto basicamente para marcas sem fábricas no Mercosul ou no México deixou de valer e, por determinação do Supremo Tribunal Federal, somente entrará em vigor em 15 de dezembro. Com isso, montadoras e concessionárias que tinham reajustado os preços voltaram atrás e esperam agora grande aquecimento nas vendas.

Como os valores mais baixos terão prazo curto e valerão apenas para os carros em estoque, cuja reposição é morosa, os interessados devem se apressar. Quem comprou veículo sobretaxado, por sua vez, tem direito à devolução do que pagou a mais. A Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva) reuniu seus 27 membros e os orientou a ressarcir os consumidores. (Pags. 1 e 12)

Fifa ataca ministro, mas Dilma o mantém

Em meio a denúncias de envolvimento em desvio de recursos, o ministro do Esporte, Orlando Silva, foi descartado pela Fifa como interlocutor do governo brasileiro para assuntos de Copa. Apesar do desgaste, após reunião com Dilma, ele foi mantido no cargo. (Págs. 1, 3 e 4)

Enem: Campeões dão dicas de como agir nas provas

Testes serão aplicados hoje e amanhã a 5,3 milhões de candidatos, 607 mil em Minas. (Pags. 1 e 23)

Patrimônio pede ajuda

Preservar monumentos modernistas é desafio em Cataguases

Cidade da Zona da Mata mineira tem mais de 30 construções da moderna arquitetura, 11 tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que fazem dela referência de um movimento que completa 70 anos no município. As edificações reúnem obras de gênios como o arquiteto Oscar Niemeyer, o paisagista Burle Marx e os artistas plásticos Candido Portinari, José Pedrosa e Jan Zach. Manter a boa conservação desse conjunto é a preocupação para donos de imóveis e autoridades. (Pags. 1, 21 e 28)

Órfãos do preconceito

Movimento nacional busca indenização do governo para irmãos como Maria e Tereza, separadas entre si e dos pais no nascimento, por serem filhos de hansenianos confinados em colônias. (Págs. 1 e 27)

Morte suspeita

ONU pediu investigação sobre circunstâncias em que o ex-ditador líbio Muamar Kadafi foi morto. (Pags. 1 e 18)

Fora do Iraque

Presidente dos EUA, Barack Obama, confirma retirada de todas as tropas até o fim de dezembro. (Págs. 1 e 18)

------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
Manchete: Ministério da Saúde promete barrar lixo

Ministro Alexandre Padilha falou pela primeira vez sobre o uso de resíduo hospitalar na indústria têxtil e anunciou aumento da fiscalização. FBI levou amostras coletadas em Suape para Brasília. (Pags. 1, 4 a 6 / Economia)

Feras começam batalha do Enem

Em Pernambuco, exame começa ao meio-dia e é aconselhável que alunos cheguem aos locais de prova às 11h. (Pags. 1 / Cidades)

Ministro do Esporte balança mas não cai

Pressionado por denúncias de corrupção, Orlando Silva foi chamado ontem para reunião com Dilma, mas a esperada demissão não ocorreu. (Pags. 1 e 3 a 7)

Atrasos fazem Fifa pressionar o Planalto (Págs. 1 e 5 / Esportes)

Juíz é afastado por extorsão no Piauí (Págs. 1 e 11)

Morte de Kadafi levanta suspeitas (Págs. 1, 13 e 14)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Manchete: Rejeitado pela Fifa, Orlando Silva ganha sobrevida de Dilma

Depois de reunião de mais de uma hora no Palácio do Planalto, ministro do Esporte disse que presidente o orientou a continuar trabalhando. (Págs. 1 e 6)

A quem pertence a terra

Audiência pública na Assembleia reuniu produtores rurais ameaçados de perder terras para quilombolas e indígenas para protestar contra o atual processo de demarcação de terras. (Págs. 1 e 34)

Líbia: Morte de Kadafi será investigada

Há dúvidas sobre se ditador foi executado por rebeldes ou em tiroteio (Págs. 1 e 32)

Violência: Roubo de carros cresce 16% no mês

No acumulado do ano, crime apresenta alta de 3,8%. (Págs. 1 e 43)

Serviço ZH: O que você precisa saber sobre o Enem

Prova será realizada hoje e amanhã em todo o país. (Págs. 1 e 40)
AE

Comentários