Rio perderá mais de R$ 3 bilhões com nova divisão dos royalties


Cabral mostra à Dilma estudo que mostra o prejuízo com modelo de partilha
O governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, reuniu-se com a presidenta Dilma Rousseff, na sexta-feira (21), em Brasília, para conversar sobre a divisão dos royalties do petróleo. Ele apresentou um estudo que mostra o prejuízo que o projeto aprovado na última quarta-feira (19), no Senado, causará às contas públicas do Estado.
Segundo o estudo, já em 2012, o Rio de Janeiro vai perder cerca de R$ 3,3 bilhões, somados os prejuízos do Estado e dos municípios. Os dados do documento entregue à presidenta Dilma são da Agência Nacional do Petróleo. O governador Sérgio Cabral disse que a presidenta ficou “impressionada” com as perdas e deu exemplos de onde os valores dos royalties são investidos.


- Ela ficou muito impressionada e vai avaliar. Nós tomamos a decisão de colocar a verba do petróleo no pagamento de inativos e pensionistas e, no momento em que esse dinheiro some, eu tenho que pegar isso do meu dinheiro livre, que está comprometido com segurança, educação, saneamento, obras.
Na próxima semana, Sérgio Cabral vai se encontrar novamente com a presidenta Dilma Rousseff para mais uma vez conversar sobre a questão dos royalties.
- Temos que ir passo a passo. Essa é uma conversa com o Congresso Nacional que terá que ter muita serenidade, muita cautela. Temos que sair do debate acalorado e mostrar mais serenamente os números.
R7

Comentários