Desfalcada, seleção brasileira encara desconhecido Gabão


Mas Mano Menezes aprova amistoso, que deve ser usado para testar jogadores
O novo estádio de Libreville, que receberá o amistoso entre Brasil e Gabão
O novo estádio de Libreville, que receberá o amistoso entre Brasil e Gabão (Sia Kambou/AFP)
Fragilizada pela ausência de diversos atletas considerados titulares, a seleção brasileira disputa um amistoso contra o Gabão, nesta quinta-feira, às 16 horas (de Brasília), no Estádio Nacional D'Angondjé, em Libreville. Esse será o penúltimo amistoso do time em 2011. Na segunda-feira o rival será o Egito, encerrando a série de duelos contra africanos.


O Gabão é apenas o 68º colocado no ranking de seleções da Fifa, onde o Brasil figura em quinto lugar, e está se preparando para sediar a Copa Africana de Nações em 2012, ao lado de Guiné Equatorial. O nível de seu futebol, porém, é muito fraco, e os maiores salários de atletas em clubes locais giram em torno de 1.200 reais. Essa será a primeira vez na história que o país vai cruzar o caminho da seleção brasileira.
Em contrapartida, o técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, vai escalar uma equipe muito distante da que considera ideal. Primeiro porque não pode contar com atletas que atuam no Brasil, como Neymar, Ganso, Lucas e Leandro Damião, uma vez que o Campeonato Brasileiro está na sua reta decisiva.
O lateral esquerdo Marcelo e o meia Kaká foram cortados por motivo de lesão e o meia Luiz Gustavo não pôde entrar no Gabão por ter perdido a carteira de vacinação. Para agravar a situação, o lateral direito Daniel Alves cumpre suspensão por conta de sua expulsão na vitória de 2 a 1 sobre o México.
Fechando a lista de desfalques, o zagueiro Thiago Silva e o volante Lucas Leiva serão preservados por causa de fadiga muscular. Do time considerado titular, apenas o zagueiro David Luiz estará em ação. Bom para alguns atletas que estavam ansiosos por uma oportunidade. Casos do volante Hernanes, do meia Bruno Cesar e do atacante Jonas, todos confirmados na equipe que inicia a partida
"Acredito que seja sempre importante ter uma oportunidade com a camisa da seleção brasileira e, independentemente do adversário, vou fazer de tudo para mostrar serviço e agradar Mano Menezes. Minha ideia é começar a fazer parte do grupo", disse Jonas. Se os jogadores estão preocupados em mostrar serviço a Mano Menezes, o treinador se mostra animado com uma lista bem modificada e não lamenta desfalques.
Na visão do técnico, ele terá uma boa oportunidade de fazer testes. "Convoquei jogadores em idade olímpica e isso é algo muito importante já pensando na próxima temporada. Posso justificar cada nome que está conosco no Gabão e tenho certeza de que vou tirar proveito desta convocação", disse.
Pelo lado do Gabão, o time realizou dois amistosos no último mês, derrotando a seleção de Guiné Equatorial (2 a 0) e clube italiano Genoa (3 a 0). Os destaques do time são o volante Andrew Biyogho, que atua no Bordeaux, e o atacante Pierre Aubameyang, ex-Milan, atualmente do Saint-Etienne, ambos titulares de suas equipes no Campeonato Francês.
(Com agência Gazeta Press)

Comentários