Em Cabo Frio, Ana Carolina se apresenta hoje


No Centro de Cabo Frio, a festa começa hoje (12), com o show da cantora Ana Carolina, a partir das 21h, na Avenida do Contorno, Praia do Forte.  No domingo, dia 13, a competição começa às 8h e está prevista para encerrar às 18h, com premiação para os vencedores.
Também no dia 13, domingo, no Centro, a programação começa às 18h com missa na Igreja Matriz Auxiliar, em ação de graças pelo aniversário da cidade. Às 19h, haverá lançamento do livro “O Sal da Terra” do fotógrafo cabofriense Wolney Teixeira, no Teatro Municipal de Cabo Frio. Mais tarde, às 21h, o músico Alex Cohen apresenta-se na Praia do Forte, e, fechando a noite, às 23h, o grupo Roupa Nova promete animar a festa até a madrugada.
Na segunda-feira, dia14, a banda católica Anjos de Resgate sobe ao palco na Praia do Forte, às 21h. Com canções como “Maria, Mãe do Filho de Deus” e “Amigos pela Fé”, o grupo pretende reunir o público em um ato de fé e oração. 
Encerrando a programação de aniversário da cidade, na terça-feira, dia 15, às 11h, terá a tradicional Cavalgada, com concentração, às 9h, no CIEP do bairro Jardim Esperança e com destino à Fazenda Campos Novos, no Distrito de Tamoios, onde os participantes serão recebidos com um evento de confraternização e forró. Segundo os organizadores, 800 pessoas deverão acompanhar a cavalgada que totalizará 12 km de percurso. A previsão de término do evento é às 20h. 


Livro de fotos inéditas de Wolney Teixeira é lançado durante aniversário da cidade – Reconhecendo a importância do trabalho de Wolney Teixeira para a cidade, Cabo Frio aproveita a data de seu aniversário para homenagear o artista, que, com suas fotos, perpetuou a memória histórica do município. O livro contendo fotos inéditas do fotógrafo falecido em 1983 retrata a beleza e o cotidiano Cabo Frio e seu acervo, sendo um importante documento histórico da Região dos Lagos.

As fotografias selecionadas para o livro “O Sal da Terra” por Mauro Trindade, curador da exposição de mesmo nome, são as mesmas apresentadas ao público no mês de abril, na Caixa Cultural Rio de Janeiro. São 52 fotos, todas em preto e branco, de diversos tamanhos, que fazem parte da coleção de cerca de 10.000 fotografias, deixadas pelo fotógrafo. Entre as imagens selecionadas, ruínas de construções históricas, praias desertas e salinas, além de personagens conhecidos que estiveram de passagem pela região, como, por exemplo, o músico Pixinguinha, que posou para o artista.

Comentários