Governo muda de ideia e veta acesso da imprensa a evento de ONGs

A Presidência da República decidiu, de última hora, vetar o acesso da imprensa à abertura de um seminário internacional sobre o marco regulatório de organizações não governamentais, no início da noite desta quarta-feira (9).
As ONGs têm sido foco de polêmica nos últimos meses, por conta de denúncias de desvios de verbas repassadas por ministérios. Representantes de 90 entidades de todo o Brasil estarão presentes ao seminário organizado pela Secretaria-Geral da Presidência.


BRENO COSTA

Irregularidades em convênios com ONGs contribuíram para a recente queda de pelo menos dois ministros, Pedro Novais (Turismo) e Orlando Silva (Esporte). Em meio às denúncias, a presidente Dilma Rousseff assinou um decreto, em setembro, estabelecendo regras mais rígidas para a celebração de convênios entre órgãos do governo e ONGs.
Entre as medidas está, por exemplo, a exigência de comprovação de atividade nos três anos anteriores à assinatura do convênio. Também foi criado um grupo de trabalho, composto por 14 integrantes do governo e de ONGs e que é o responsável pela realização do seminário.
A imprensa foi avisada oficialmente ontem (8), pela Secretaria-Geral da Presidência, sobre o seminário, que terá a participação de representantes de 90 ONGs.
Até mesmo a emissora estatal NBR enviou uma equipe para o Palácio do Planalto na expectativa de fazer a cobertura do evento.
A Secretaria-Geral da Presidência, até o momento, não justificou a decisão pelo veto ao acesso da imprensa. Segundo a assessoria do órgão, foi uma determinação do ministro Gilberto Carvalho, que deve discursar na abertura do seminário.

Comentários

Anônimo disse…
Parabéns pelo Blog ! Um abraço !
Visão La Flora disse…
Obrigada. Mande sugestão. Um abraço.