Prisão de Nem é o assunto mais comentado no Twitter


A prisão de um de um dos maiores traficantes do Estado do Rio na madrugada desta quinta-feira ganhou destaque no Twitter. A hashtag #nem ocupa o primeiro lugar nos TT's (assuntos mais comentados do microblog) do Brasil. Em terceiro lugar aparece a expressão #Prenderam o Nem, seguida por #Nem da Rocinha e #Congo, em referência ao motorista do Corolla onde o traficante estava, que afirmou que o veículo pertencia ao consulado do país africano.
Foto: Gabriela Moreira / Agência O Dia
Nem foi fotografado na chegada à sede da Polícia Federal, na Praça Mauá, na madrugada desta quinta-feira | Foto: Gabriela Moreira / Agência O Dia
Bandido estava no porta-malas de carro
O traficante Antônio Bonfim Lopes, o Nem, chefe do tráfico da Favela da Rocinha foi preso durante operação do Batalhão de Choque, em frente ao Clube Piraquê, na Lagoa, na Zona Sul, na madrugada desta quinta-feira. O bandido estava dentro do porta mala de um Corolla preto, tentando fugir do cerco imposto por policiais na comunidade, que vive a eminente possibilidade de uma ocupação. Comparsas de Nem teriam oferecido proprina aos policiais que efetuaram a prisão.

 A prisão aconteceu por volta de 0h, quando policiais do Batalhão de Choque, nas proximidades de um dos acessos a Rocinha, na Estrada da Gávea, próximo a PUC, desconfiaram de um veículo. Após para o veículo, o motorista afirmou que o Corolla era pertencente ao consulado do Congo, tendo assim, imunidade diplomática.
Um dos ocupantes teria se identificado como o próprio cônsul, aparentando nervosismo, se recusou a permitir que o veículo fosse revistado. Junto com eles estavam um homem que se identificou como funcionário do consulado e mais um suposto advogado.

A Polícia Federal foi chamada e o veículo foi encaminhado para a sede da corporação. No meio do caminho, na Lagoa, o motorista desceu do carro e ofereceu aos policiais, primeiro R$ 20 mil e depois chegou a subir a tentativa de suborno para R$ 1 milhão. O homem foi preso em flagrante e quando o carro foi revistado, Nem foi encontrado no porta-malas, no veículo ainda foi encontrada uma mala com cerca de R$ 1 milhão. Além de Nem, os outros três ocupantes do carro foram encaminhados à sede da PF.

 Foto: Reprodução
Nem da Rocinha na fotografia exibida nos cartazes da polícia e, ao lado, quando foi capturado no início da madrugada desta quinta-feira | Foto: Reprodução
Ao chegar na sede da PF, o comandante-geral da PM, coronel Erir Ribeiro Costa Filho afirmou que a prisão do traficante Nem não é uma vitória exclusiva da Polícia. "É uma vitória nossa, do Estado do Rio".

Bonde de fugitivos foi preso à tarde

No fim da tarde desta quarta-feira, um "bonde" com traficantes, escoltado por três policiais civil, um policial militar reformado e um ex-PM, foi preso. A ação foi conduzida por homens Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE).

Vídeo mostra Nem algemado na sede da PF 


Os traficantes presos na ação são Anderson Rosa Mendonça, o Coelho, apontado como chefe do tráfico no Morro do São Carlos, no Estácio, na região central do Rio, Sandro Luis de Paula Amorim, o Peixe, um dos líderes do tráfico na mesma comunidade, Paulo Roberto Lima da Luz, o Paulinho, Varquir Garcia dos Santos, o Carré, e Sandro Oliveira.

Entre os policiais civis, estão Carlos Daniel Ferreira Dias, lotado na Secretaria de Saúde Pública, Carlos Renato Rodrigues Tenório, lotado na Delegacia de Roubo e Furtos de Cargas e Wagner de Souza Neves, lotado na Delegacia de Roubo e Furtos de Cargas. Também foram presos o policial militar reformado José Faustino Silva e o ex-PM,  Flávio Melo dos Santos.
O Dia

Comentários