Romário dispara contra postura de Pelé: "ele não tem consciência nenhuma"


Deputado Romário voltou a atacar duramente o ex-jogador Pelé nesta sexta-feira
O evento reunia Pepe, um ídolo do passado, e Neymar, o maior astro do presente. Só que o dono da bola foi Romário. O ex-atacante e deputado federal roubou a cena em um evento publicitário, arrancou risadas da plateia com seu lado piadista e atacou duramente o ex-jogador Pelé.
PELÉ: "MESSI NÃO É GRANDE JOGADOR"
 AP
Gustavo Franceschini 
Em São Paulo

Pelé foi entrevistado pelo tabloide inglês The Sun, e listou uma série de avaliações sobre os principais jogadores da história e da atualidade. Para ele, Messi não está no patamar de grande jogador.
O maior atleta de todos os tempos foi questionado sobre a postura crítica de Romário com relação a Ricardo Teixeira, presidente da CBF. Segundo o blog do jornalista João Carlos Assumpção, do diário Lance!, ele teria defendido o cartola sob o argumento de que ataques neste momento afetariam a preparação do Brasil para a Copa de 2014, e que Romário estaria revidando o corte que sofreu na Copa do Mundo de 1998.
“Ele não tem p... de consciência nenhuma. Eu prometi para mim mesmo que não falaria do Pelé. Uma vez eu disse que ele calado é um poeta. Agora isso também vale. Ele tem de calar a boca. E tem mais. Eu não levo nenhuma da CBF. Eu não sei se ele leva”, disse Romário durante a coletiva da marca de antissépticos TenysPé Baruel, que reuniu três grandes camisas 11 em 11 de novembro de 2011.
O desabafo foi um dos poucos momentos de tensão da coletiva, marcada pelas várias piadas de Romário, que tirou sarro da sua fama de marrento, das pensões que paga para suas ex-mulheres e até de desafetos como o ex-técnico Zagallo. O deputado federal, no entanto, prometeu mais problemas no caminho de Ricardo Teixeira ao responder sobre Andrew Jennings, jornalista da BBC que denunciou o cartola recentemente.
“Eu penso que ele é um dos maiores jornalistas da atualidade, porque ele consegue descobrir o que os outros não conseguem. E se preparem que domingo vem mais, sobre os ingressos da copa de 2014”, disse o ex-atacante, sem revelar o “furo” do repórter.
Neymar, mais calado, teve de se esquivar de perguntas capciosas sobre o presidente da CBF e comemorou a oportunidade de permanecer no Brasil até 2014. “Eu estou muito feliz de ficar aqui. Foi mais uma escolha muito feliz que eu tive”, disse o atacante. 

Comentários