Saiba quando é necessário criar um currículo em inglês


Vaga em uma empresa multinacional, oportunidade profissional no exterior ou trabalho de férias em outro país, são várias as situações que exigem do jovem profissional a apresentação do currículo em inglês.
Naamisis Campos, consultora da DMRH, explica que o currículo em inglês pode ser solicitado em dois tipos de situação, em geral por empresas multinacionais. No primeiro caso, as vagas são para atuar no Brasil, mas exigem currículo em inglês, pois o mesmo será avaliado por uma equipe de Recursos Humanos internacional.
A consultora fala que atualmente há um movimento bastante forte no mercado de companhias se estabelecendo no Brasil. “Como precisam montar seu quadro de funcionários e a equipe de RH é estrangeira, os candidatos devem enviar um currículo em inglês.” No entanto, como a oportunidade de trabalho é no Brasil, o CV não precisa ser adaptado aos padrões internacionais, apenas escrito na língua inglesa.
Ana Luiza Jimenez
Já na segunda situação, explica Naamisis, o jovem envia o currículo com o objetivo de conquistar uma oportunidade de trabalho no exterior e, além de ser avaliado por consultores internacionais, também estará disputando a posição com candidatos de diferentes nacionalidades. “Quando o jovem quer sair do Brasil precisa entender algumas regras do país empregador”, esclarece Naamisis.

Nesse caso, apenas traduzir o currículo do português para o inglês não é suficiente, é fundamental ficar atento às práticas e aos modelos internacionais na hora de montar o CV, sempre fazendo as adaptações necessárias.

Ao listar as informações pessoais, por exemplo, o ideal é ser objetivo e direto, ressaltando dados para um futuro contato, como endereço, telefone, e-mail e até Skype. Após esse tópico, é interessante adicionar um parágrafo descrevendo as principais competências profissionais ou até relatar uma experiência de trabalho, desde que seja relacionada à vaga para a qual está se candidatando – essa apresentação é bastante comum nos currículos em inglês.

Fora isso, é esperado que o candidato mencione alguns interesses pessoais, como esportes praticados ou atividades realizadas no tempo livre. O objetivo é oferecer mais material para o recrutador avaliar o perfil e as competências de cada candidato.

Comentários