Bom dia! O resumo das notícias dos jornais deste domingo, 25 de dezembro, Natal.


O Globo
Manchete: O velho jeitinho: Sem campanhas educativas, Rio ignora choque de ordem

Desrespeito às leis ainda é rotina oito meses após inauguração da 1ª UOP
Oito meses depois da inauguração da primeira Unidade de Ordem Pública na cidade, os cariocas ainda resistem a abandonar a cultura do jeitinho e do desrespeito às leis. Faltam campanhas educativas e, apesar de 62.906 veículos já terem sido multados e 1.796 rebocados nas áreas das UOPs da Tijuca, do Centro do Leblon e de Ipanema, motoristas continuam estacionando sobre a calçada e em fila dupla, entre outras infrações. Flanelinhas e camelôs também tentam burlar a fiscalização. Segundo o secretário especial da Ordem Pública, Alex Costa, “esse é um processo longo de convencimento”. Já o antropólogo, Marco Antônio da Silva Mello diz que, para mudar o comportamento do carioca, o poder público precisa fazer sua parte. Até o fim de janeiro, Copacabana também terá sua UOP. (Págs. 1, 15 e 16)

Fazendas recuperam dependentes

Em 28 anos de existência a Fazenda Esperança, ligada à Igreja católica e com 52 unidades no país, recuperou 80% dos 20 mil dependentes químicos que procuraram sua ajuda (Págs. 1 e 3) 

Ações penais desaparecem no Supremo

Sob a justificativa de proteger a intimidade dos réus, o Supremo Tribunal Federal (STF) apagou de seus registros 89 de 330 ações penais contra autoridades, propostas desde 1990. (Págs. 1 e 12) 

Executivos poderão ter até 10 salários de bônus, apesar da crise (Págs. 1 e 25)
Maria Helena Santana

A presidente da Comissão de Valores Mobiliários, que fiscaliza o mercado de capitais, quer que os fundos de investimentos deixem mais claros seus riscos para os aplicadores. (Págs. 1 e 26)

------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete: Litoral de SP restringe o vale-tudo das praias

Folha verão: Ações de prefeituras miram de ambulantes a farofeiros
Na tentativa de disciplinar o grande fluxo de pessoas às praias esperado para este verão, prefeituras do litoral paulista intensificam a fiscalização e preparam a temporada mais restritiva dos últimos tempos. Estão na mira ambulantes clandestinos, som alto e transporte irregular de turistas de um dia (“farofeiros”).
Em São Sebastião, hotéis, bares e restaurantes não poderão espalhar mesas na areia à espera de clientes.
Em Caraguatatuba, carros são banidos da praia. A prefeitura bloqueou os acessos.
É também o primeiro verão do litoral sob a vigilância da proibição da venda e do consumo de álcool por menores. Estão previstas blitze. Quase todas as cidades da região cadastraram vendedores ambulantes de comida e deram cursos de boa prática na cozinha. No Guarujá, a prefeitura tenta proibir que os quiosques façam frituras na praia. (Págs. 1 e Cotidiano C1)

Oposição encolhe e é a menor Constituição de 88

A presidente Dilma Rousseff chega ao fim de seu primeiro ano de governo com a menos oposição na Câmara desde a Constituição de 1988.
PSDB, DEM, PPS e PSOL, as siglas adversárias do governo, somam 91 cadeiras (17,5% da Casa). Lula no segundo mandato, enfrentou 30,5% de oposição. (Págs. 1 e Poder A4)

Editoriais

Leia "Os rumos do emprego", sobre as perspectivas do mercado de trabalho, e "A alma das cidades", acerca da ideia de construir mais shoppings. (Págs. 1 e Opinião, A2)

------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete: Supremo vê crise como a mais grave do Judiciário desde 1999

Juristas consideram o embate atual um divisor de águas para a magistratura
A atual crise do Judiciário brasileiro já é reconhecida entre ministros do Supremo Tribunal Federal como a mais grave desde a CPI que investigou Nicolau dos Santos Neto, o “juiz Lalau”, em 1999. Historicamente reconhecida como uma cidadela fechada, o Judiciário foi fraturado em decorrência da ação do Conselho Nacional de Justiça de mexer na “caixa preta” dos tribunais, ao inspecionar as folhas de pagamento e declarações de bens de juízes. Estudiosos e juristas vêem na crise um divisor de águas para a magistratura – exposta ao risco de perecer avessa à transparência e defenda de privilégios. (Págs. 1 e Nacional A4)
Decisões 'nocivas do país'
Para o constitucionalista Oscar Vilhena Vieira, as recentes decisões tomadas pelo Supremo contra o Conselho Nacional de Justiça "causam insegurança jurídica" (Págs. 1 e Nacional A4)

Empresas estrangeiras são adquiridas por brasileiros (Págs. 1 e Economia B1)
Política interna mobiliza quatro potências em 2012 (Págs. 1 e Internacional A12)
Masha Gessen: Um mundo sem Putin

Com os russos que invadem as ruas 
Em protesto contra as fraudes nas recentes eleições, Vladmir Putin deixou de ser um líder inevitável. (Págs. 1 e Visão Global A13)

Roberto Romano: Acima ou abaixo da lei?

Nos últimos tempos surgiram fortes discussões sobre os elos entre lei e ideologia na imprensa, na universidade e na Justiça brasileiras. (Págs. 1 e Espaço Aberto B12)

Notas & Informações

A sobrevivência do CNJ
Associações de juízes pedem que Eliana Calmon passe de investigadora a investigada. (Págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
Manchete: Um natal para mudar de vida

Eles ganharam o melhor presente de natal: uma noite especialmente feliz. Mas a alegria não custou pouco. Para os brasilienses Dioney, Jaqueline, Thyago, Augusto e Leandro, as esperanças de comemorar conquistas nas festas de fim de ano eram pequenas, quase nulas. Com determinação, sobreviveram a uma temporada de sofrimentos e sacrifícios – e estão prontos para passar um réveillon inesquecível. O Correio narra às histórias de um educador que adotou dois meninos, um casal com o primeiro filho, um ex-viciado em crack e um publicitário que passou a ceia com saúde, ao lado da família, após uma operação de transplante de rim. Contos com o espírito natalino de renovação. (Págs. 1, 28 e 29)

Presidente do STF mantém limites ao CNJ

Cezar Peluso decidiu ontem que a determinação do ministro Marco Aurélio Mello de proibir o Conselho Nacional de Justiça de iniciar processos contra magistrados é válida. O caso será julgado definitivamente em fevereiro. (Págs. 1 e 4)

Trânsito: pardais sem sinalização

Resolução do Contran acaba com a obrigatoriedade de alertar por meio de placas, sobre a localização de radares. (Págs. 1 e 31)

Consumidor: só pague 50% das taxas do 1º imóvel

O desconto, que vale até para escritura, está na lei desde 1973. Mas os cartórios não avisam a ninguém. (Págs. 1 e 15)
------------------------------------------------------------------------------------

Estado de Minas
Manchete : O Natal de Laura

Pai e mãe de Laura, a menina que tinha 2% de chances de sobreviver a acidente com carreta no Anel, comemoram a oportunidade de passar mais uma festa com a pequena guerreira. (Pág. 1)

Ficha Limpa é exemplo da força do eleitor

Só quatro projetos de iniciativa popular viraram leis em 20 anos. Mas foram marcantes para o país, como o que impede candidaturas de fichas-sujas. Expectativa é de de internet estimule mais propostas. (Pág. 1)

------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
Manchete: Brega nada, românticos (Págs. 1, Caderno C 1, 6 e 7)
Gente simples perpetua lições de Jesus (Págs. 1, Cidades 1, Economia 1 e 2 e arrecifes 6 e 10)
Presidente quer aproximar TCE da sociedade (Págs. 1, 4 e 5)
------------------------------------------------------------------------------------
Veja
capa
Manchete: Retrospectiva 2011

Dilma mostra a que veio - Steve Jobs se vai - Amy Winehouse se cala - Os ativistas gritam nas praças - Liz Taylor fecha os olhos 
azul-violeta - o Mundo abre os olhos para o perigo nuclear... 

Rankings

Os Estados brasileiros classificados pela qualidade da gestão pública.
Os senadores e deputados ativistas de um Brasil moderno e competitivo.

História

50 grandes nomes do passado e seu legado para o Brasil atual

Humor: As previsões de 2012

Deus intervém no Oriente Médio - O Brasil legaliza a corrupção - A Apple lança o Iguess

------------------------------------------------------------------------------------
Época
capa
Manchete: Retrospectiva - Os rostos que marcaram 2011

E mais: as frases do ano. Os vídeos que bombaram na internet.
Os destaques culturais. As maiores gafes nas festas em família. A improvável logística do Papai Noel
Perspectivas
A economia em 2012 - O que esperar do maior desafio do Brasil e do mundo, na visão de Eike Batista, Roberto Setubal, José Sérgio Gabrielli, Luiz Carlos Trabuco, André Gerdau, Joesley Batista, Jayme Garfinkel, Ricardo Nunes, Laércio Cosentino, Marcos Lutz, Frederico Curado e dez outros líderes empresariais.

------------------------------------------------------------------------------------
ISTOÉ
capa
Manchete: O ano em que o mundo virou

Os acontecimentos que mudaram definitivamente o eixo da economia e da política global, transformaram a sociedade e vão influenciar a história daqui para a frente.

------------------------------------------------------------------------------------
ISTOÉ Dinheiro
capa
Manchete: Especial - O ano que não acabou

Os fatos mais marcantes na economia, na política e nos mercados que determinaram o rumo dos negócios neste ano e irão definir a agenda dos empreendedores e executivos em 2012. E mais: como tudo isso pode afetar você e sua empresa

Finanças: A estratégia do BB para lucrar com a rede do Banco Postal
Mineração: novo concorrente da Vale nasce com investimento de R$ 8 bilhões
------------------------------------------------------------------------------------
Carta Capital
capa
Manchete: 2011, o ano da tormenta

O primeiro ano de Dilma - Marcos Coimbra
Améria do Sul - Antonio Luiz M. C. Costa
O Brasil e a crise - Yoshiaki Nakano
Todos amam Keynes - Luiz Gonzaga Belluzzo
O mundo e a crise - Demian Fiocca
O Euro ameaçado - Stephany Griffith-Jones
A doença de Lula - Nirlando Beirão
O PSD de Kassab - Rachel Meneguello
A primeira árabe - Issa Goraieb
Os indignados - Stéfhane Hessel
A Comissão da Verdade - Vladimir Safatle
Justiça e Cidadania - Wálter Fanganiello Maierovitch
Wikileaks - Natália Viana
Barack Obama - Eduardo Graça
Os avanços da medicina - Riad Younes

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Manchete: Os bastidores da ação desastrada da polícia

A partir de Curitiba, ZH reconstitui a teia de equívocos que resultou na morte de PM e de refém em Gravataí. (Págs. 1, 4 e 5)

Salário mínimo será de R$ 622 (Págs. 1 e 11)
EBC Serviços

Comentários