Rio de Janeiro tem estradas cheias na saída para o feriado de Natal


Movimento promete ser mais intenso nesta tarde e na manhã de sábado
Natal
Lucas Lacaz Ruiz/ Agência Estado
Começa nesta sexta-feira (23) o movimento de saída do Rio de Janeiro por conta do feriado de Natal. As principais rodovias têm esquema especial para melhor atender aos motoristas e evitar os longos engarrafamentos. Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o tráfego deverá ficar mais intenso das 16h às 20h. Já no sábado (24), os viajantes devem evitar as estradas entre 10h e 14h.
Veja a previsão do movimento das principais estradas


BR-101 (Niterói - Espírito Santo)
A Autopista Fluminense, concessionária que administra aBR-101 RJ/Norte entre Niterói e a divisa com o Estado do Espírito Santo, preparou uma operação especial para o período de fim de ano. O reforço na operação de atendimento ao usuário começou na quinta-feira (22) e segue até a noite de 2 de janeiro. Para o feriado do Natal, a previsão é de que cerca de 90 mil veículos trafeguem nos dois sentidos da rodovia. Uma frota de 11 ambulâncias, sendo quatro UTIs e sete unidades de resgate, trabalha 24 horas para atender aos usuários. Nos dias de maior fluxo, as praças de pedágio funcionarão com sua capacidade máxima. Arrecadadores adicionais estarão de plantão para fazer a cobrança à frente das cabines (papa-filas), quando necessário. A tarifa básica para automóveis é de R$ 2,80. Motos pagam R$ 1,40. Veículos comerciais pagam conforme o número de eixos. No km 272, na região de Tanguá, a concessionária realiza obras de recuperação e alargamento de ponte na pista sentido Niterói. A faixa de rolamento da direita estará bloqueada ao tráfego. Haverá sinalização e poderá ser montada uma faixa reversível, quando necessário, com cerca de 500 m.
Via-Lagos
A CCR (concessionária que administra a Via-Lagos) acredita que o período de maior movimento será entre as 14h e 22h, nesta sexta-feira, e entre das 17h às 23h, no domingo. Para garantir o conforto e a segurança dos motoristas, o serviço SOS Usuário será reforçado com mais colaboradores e viaturas, que  estarão nas pistas para prestar atendimento gratuito àqueles que precisarem. Para a operação haverá, ainda, 61 bases operacionais, 2026 telefones de emergência, 153 paineis de mensagens variáveis e 245 câmeras. As praças de pedágio vão operar com capacidade plena nas cabines de arrecadação e, para evitar congestionamentos, sempre que necessário, será acionada a operação “papa-fila”.
BR-040 (Rio - Juiz de Fora)
Cerca de 215 mil veículos devem passar pela BR-040 neste período de festas. Por isso, a Concer (concessionária que administra a via) vai aumentar o número de atendentes nas praças de pedágio e de reboques, desta sexta-feira até segunda (26). Nas três praças de pedágio da rodovia, a concessionária colocará em ação 65 papa-filas. As praças ficam em Duque de Caxias (km 104), Areal (km 45) e Simão Pereira (km 816, em Minas Gerais). Os motoristas devem redobrar a atenção em Itaipava, no km 54/RJ, e em Areal, no km 35/RJ, devido a obras. 
 
Via Dutra

A CCR Nova Dutra (concessionária que administra a BR-116) estima que 5.900 veículos passem pela Dutra no sábado, por hora, e 6.700 na véspera de Natal. No domingo, das 16h às 20h, a estimativa é de que 7.000 carros circulem pela rodovia, por hora. A CCR colocará  à disposição dos usuários equipes extras para agilizar o atendimento nos dias de maior volume de veículos, na saída e retorno do feriado. Mais de cem viaturas e 500 profissionais, entre médicos e equipes de emergência, estarão distribuídos em 11 bases operacionais ao longo da via, 24 horas por dia.
RJ-116  (Itaboraí – Nova Friburgo – Macuco)
A RJ-116 (Itaboraí – Nova Friburgo – Macuco) deverá receber cerca de 250 mil veículos e, para organizar o trânsito, a Concessionária Rota 116 S/A, responsável pela administração da rodovia, iniciará uma operação, às 12h de sexta-feira, que vai até o dia 2 de janeiro. Motoristas devem ficar atentos, pois no quilômetro 91,1, logo após a praça de pedágio de Nova Friburgo, há obras de recuperação da rodovia no trecho destruído pelas chuvas e no local há operação Siga e Pare, onde equipes da concessionária fazem a retenção e liberação alternada do fluxo de veículos.
BR-116 (Rio-Teresópolis)
A CRT (Concessinária que administra a BR-116) montou um esquema especial para o Natal, que começa nesta sexta-feira. Cerca de 75 mil veículos devem passar pela rodovia entre a tarde de sexta e a manhã de segunda-feira (26), quando o esquema será encerrado. Durante este período, todas as obras com interferência no trânsito terão uma pausa.
Nestes dias, estarão de prontidão na Rio-Teresópolis-Além Paraíba seis guinchos, cinco viaturas de inspeção, dois carros resgate, uma UTI e uma ambulância. Nos horários de maior movimento de veículos, papa-filas serão disponibilizados na praça de pedágio principal, de Piabetá, e a frota de plantão será reforçada. Para orientação e atendimento aos usuários, haverá cinco painéis de mensagens variáveis na via. A tarifa do pedágio para carros de passeio é R$ 11,20 e R$ 7,80 nas praças auxiliares de Santo Aleixo, no km-144, e Santa Guilhermina, no km-122. Veículos pesados têm o valor da tarifa multiplicado pelo número de eixos. Motocicletas pagam R$ 5,60 nas praças principais e R$ 3,90 nas auxiliares. 

BR-101 (Rio-Santos)

Já na BR-101 (Rio-Santos), o fluxo de veículos, no período do Natal deve aumentar em torno de 20% em relação aos dias normais. A PRF faz a fiscalização. As operações têm ênfase no teste do etilômetro (bafômetro), para impedir que motoristas circulem pelas estradas sob efeito de álcool. 
Dicas de Segurança
A PRF alerta que, além do check-list que todo motorista precisa fazer antes de viajar, durante a viagem é necessário que as pessoas fiquem atentas aos diferentes cenários de trânsito que vão encontrar no seu percurso.
Nos trechos de pista simples, devem ter atenção redobrada e só ultrapassar com segurança. Em rodovias duplicadas, a atenção deve se voltar para o velocímetro, pois a velocidade incompatível é a causa direta de um em cada cinco acidentes fatais neste período do ano.
Já ao passar por cidades cortadas pela rodovia, o motorista deve se lembrar de que encontrará trânsito local, de menor velocidade, além da presença maior de motociclistas, cliclistas e pedestres.
Ainda segundo a Polícia Rodoviária Federal, a maioria dos acidentes em estradas federais ocorre durante o dia e em retas. A principal causa dos acidentes é a falta de atenção (21% neste ano) e este fator provocou a maior quantidade de desastres com mortos (68). Em seguida, surgem como causas não manter distância suficiente do veiculo da frente, alta velocidade, consumo de álcool e drogas e ultrapassagem indevida.
Ao volante, os motoristas estão vulneráveis a fatores psicológicos e, por isso, não devem usar a direção como "válvula de escape". Alta ansiedade também é prejudicial porque atrapalha a concentração. Em época de festas de fim de ano, não trafegue pelo acostamento para driblar congestionamentos.

Comentários