Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







sábado, 10 de setembro de 2011

Polícia prende homem suspeito de torturar mulher na frente do filho com ferro de passar roupas


Segundo a vítima, ele não aceitou separação; ela teve pernas, braços e rosto queimados

A polícia prendeu ontem (9) um homem suspeito de ter torturado e queimado a mulher com um ferro de passar roupas, na presença do filho de um ano e meio, na favela do Terreirão, no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio de Janeiro.Segundo agentes da Delegacia da Barra da Tijuca (16ª DP), onde o caso foi registrado, o suspeito é ex-marido da vítima e teria cometido o crime por ciúmes.Paula de Souza Nogueira Farias, de 22 anos, contou aos policiais que Neliton Carvalho da Silva, de 25 anos, a torturou por cerca de quatro horas, suspeitando que ela o teria traído. Ela teve pernas, braços e rosto queimados. Além das queimaduras, Silva escreveu o próprio nome nas costas dela com uma faca quente. Ainda segundo a vítima, ela teria ido à casa do ex-companheiro para buscar dinheiro para comprar fraldas para o filho do casal, quando foi surpreendida com as agressões. Ela disse ainda que o homem seria usuário de drogas.Após a tortura, Silva liberou a mulher, que foi direto para a Delegacia do Recreio dos Bandeirantes (42ª DP) para denunciar o crime. Os policiais foram até a casa do agressor e o prenderam.

Assista ao vídeo:


    Aposentados: Justiça e INSS vão zerar processos


    Corregedoria Nacional de Justiça planeja zerar, em três meses, as decisões pendentes

    Instituição com maior número de processos em tramitação nos tribunais, o INSS está na mira da Justiça. A Corregedoria Nacional quer reduzir, no prazo de três meses, os estoques de processos que congestionam as varas. A ideia é promover um mutirão nacional de conciliação de ações envolvendo o Ministério da Previdência Social.

    Vereador de Araruama, após ameaças, é transferido para presídio em Porto Velho

    A transferência foi por motivo de planos de atentados e ameaças feitas a testemunhas e autoridades da polícia, do Ministério Público e do Judiciário.
    do in360 RJ
    O vereador de Araruama Sérgio Roberto Egger de Moura foi transferido na sexta-feira (9) para o presídio federal de Porto Velho, em Rondônia.
    A transferência foi por motivo de requerimento do GAECO (grupo de atuação especial de combate ao crime organizado) e por planos de atentados e ameaças feitas a testemunhas e autoridades da polícia, do Ministério Público e do Judiciário, descobertas durante investigações realizadas após a prisão de Egger, em 2009.
    Acusado de comandar uma milícia, Egger, que é ex-Policial Militar, foi preso em 25 de setembro de 2009. Ele já foi denunciado por crimes de porte ilegal de armamento de uso restrito, sequestro, coação e desacato, e pelo GAECO, por tentativa de homicídio e denunciação caluniosa.

    No Rio, ONG diz que médicos ginecologistas negligenciam lésbicas


    Mulheres reclamam da falta do exame que ajuda a prevenir o câncer de colo de útero
    Agência Brasil

    Lésbicas no Rio denunciam que médicos deixam de solicitar, durante consultas ginecológicas, o exame que pode ajudar a prevenir o câncer de colo de útero porque elas não mantêm relações sexuais com homens. 
    A organização não governamental (ONG) Grupo Arco-Íris informou que constatou o problema na rede de saúde pública e privada da capital fluminense. Na pesquisa qualitativa Atendimento Ginecológico diante de Práticas Lésbicas e Bissexuais, todas as 20 mulheres entrevistadas em 2010 relataram que depois de revelada sua orientação sexual os médicos não pediram o exame. 

    Deputado é fotografado com material pornô


    Por volta das 8 horas, cinco criminosos armados invadiram a casa, depois de anunciar a entrega de uma cesta de café da manhã e render uma funcionária

    O deputado estadual paulista Padre Afonso Lobato (PV), que foi vítima na manhã de ontem (9) de um assalto à sua residência, no bairro da Independência, em Taubaté, no interior paulista, foi obrigado pelos criminosos a se deixar fotografar segurando material pornográfico trazido pelos suspeitos em uma sacola. O parlamentar também teve de proferir palavras e frases "de baixo calão", segundo nota divulgada por seu assessor.
    Por volta das 8 horas, cinco criminosos armados invadiram o imóvel, depois de anunciar a entrega de uma cesta de café da manhã e render uma funcionária. Além de Padre Afonso, duas funcionárias e o motorista foram amarrados com algemas de plástico e permaneceram assim por mais de uma hora enquanto a casa era revirada.
    Apesar do susto, ninguém ficou ferido. De acordo com o deputado, os assaltantes estavam em busca de 1,5 milhão de reais, valor que supostamente estaria escondido na casa. Os criminosos acabaram levando 9.000 reais que estavam no cofre da residência, além de relógios, óculos de sol, roupas e um celular. O caso foi registrado na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Taubaté.
    (Com Agência Estado)

    Você aceita críticas?


    Pesquisa mostra que 66% das pessoas reagem muito mal ao receber uma avaliação desfavorável. Saiba se você é uma delas e como administrar isso

    João Loes
    chamada.jpg
    APRENDIZADO
    Júlio Thompson aprendeu a criticar e a ser criticado. "Antes ficava na defensiva"
    Ninguém gosta de ser criticado. No ambiente de trabalho ou em casa, as reações a uma crítica invariavelmente envolvem sentimentos pouco nobres. A verdade é que poucos conseguem ver o lado bom dessa valiosa ferramenta social sem antes ter de sublimar, a duras penas, a raiva e o rancor. A aversão a uma avaliação desfavorável é tamanha que, nas empresas, por exemplo, ela ganhou curiosos eufemismos como “feedback negativo”. “Um dos grandes problemas da crítica é que, frequentemente, quem está na posição de fazê-la não sabe fazer direito”, explica a psiquiatra canadense Ilona Jerabek, especializada em comportamento humano e relações de trabalho. No ambiente corporativo, chefes costumam abusar do poder a eles atribuído, além de misturar diferenças pessoais com profissionais. Em casa, frustrações acumuladas se manifestam por meio de críticas excessivamente duras e muitas vezes desnecessárias. “Mas como não podemos mudar os outros, temos que mudar a nós mesmos para aprender a tirar o que há de bom nisso”, afirma Ilona.

    E há muito o que mudar. Um estudo conduzido pela equipe do instituto canadense PsychTests com três mil pessoas no primeiro trimestre de 2011 mostrou o quão despreparados estamos para lidar com as críticas que recebemos no dia a dia. Um dos dados mais reveladores é o de que incríveis 66% dos participantes admitiram que remoem o “feedback negativo” sem necessariamente mudar de comportamento ou conversar com quem deu o puxão de orelha. Mais: 14% acham que quem critica o faz por inveja ou raiva; 29% acham que os comentários são feitos com o intuito de lesar e não ajudar. 

    Trinta e quatro por cento perdem a motivação para trabalhar quando são avaliados desfavoravelmente e 41% já entraram em grandes discussões após ser censurado pelo menos uma vez. A crítica acaba, assim, caindo em uma espécie de limbo, onde não é aproveitada por ninguém. “Pelo contrário, ela só acirra animosidades e compromete o rendimento das relações, sejam elas profissionais, sejam pessoais”, diz Ilona. Mas sair desse ciclo vicioso não é impossível.

    O carioca Júlio Thompson, 37 anos, conseguiu. Responsável pelo treinamento de novos funcionários de uma rede de franquias, ele tinha dificuldade para aceitar as críticas de seus superiores quando começou a trabalhar na empresa, em 2006. “Eu era muito ansioso e temia as avaliações negativas”, diz. “Quando elas vinham, ficava na defensiva e reagia mal, achando que eram pessoais”, admite. Com o tempo, porém, foi ganhando segurança e maturidade e passou a encarar os comentários como oportunidades de melhorar. Depois de promovido, Thompson também reaprendeu a fazer críticas construtivas e aproveitáveis para seus subalternos. “Ninguém quer ter um funcionário em cargo de chefia que tem fama de destruir seu colaborador”, diz Julyana Felícia, psicóloga pós-graduada em administração de empresas e gerente de recursos humanos. “Um supervisor desses é um desastre para todos, principalmente para a companhia.”

    E quando a crítica vem de quem está hierarquicamente abaixo? A mesma pesquisa mostrou que um em cada cinco chefes não aceita “feedbacks negativos” de seus subalternos. Até os gerentes já mostram dificuldade nessa área. “Funcionários insatisfeitos tendem a comiserar entre si e o pequeno incômodo logo cresce, como uma bola de neve”, alerta Ilona. Fazendo eco ao mantra de muitos consultores de empresa, a canadense repete que muitos talentos se demitem do chefe, e não da empresa. “Até a mais dura das críticas pode e deve ser aproveitada”, explica o neurocientista especializado em comportamento Marcello Árias Dias Danucalov. “Na pior das hipóteses, ela expõe ao avaliado as intenções de quem fez o comentário”, diz. E você, acha que sabe lidar bem com as críticas? Faça o teste abaixo criado especialmente para a ISTOÉ pela PsychTests e descubra em qual perfil você se enquadra.

    img.jpg

    Ministro da Economia do Japão renuncia ao cargo após gafe sobre Fukushima

    Região foi devastada por um tsunami e por um acidente nuclear grave, em março
    AFP
    Yoshio HashiroKazuhiro Nogi/09.09.2011/AFP Photo
    O Ministro da Economia, Yoshio Hachiro, chamou Fukushima de “cidade fantasma”, gerando críticas da oposição; a gafe provocou sua renúncia

    O ministro japonês da Economia, Yoshio Hachiro, pediu demissão neste sábado (10), após por ter chamado de "cidade fantasma" os arredores abandonados da central nuclear de Fukushima, que sofreu um grave acidente nuclear depois do tsunami registrado em março deste ano.
    Nomeado há apenas uma semana pelo novo primeiro-ministro de centro-esquerda, Yoshihiko Noda, Yoshio Hachiro vinha sendo objeto de violentas críticas por parte da oposição conservadora pelas declarações formuladas durante visita à região de Fukushima.
    A gafe ocorreu durante entrevista coletiva na sexta-feira (9). Ele se desculpou pela declaração após pedido do primeiro-ministro.
    - Infelizmente, não há nenhuma alma viva nas ruas vizinhas à central. Isto nos faz pensar numa cidade fantasma.

    Ambiente influi em chances de recaída de dependentes químicos


    Segundo ele, “o uso de drogas leva a alterações duradouras no cérebro. Entre as alterações está a sensibilização comportamental, que permeia a dependência”. Acredita-se que em função disso, apesar de o dependente não sofrer mais com os sintomas da abstinência após deixar de consumir a droga, ele ainda pode apresentar desejo por ela.Estudo do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP revela que as atividades e o ambiente que usuários de drogas frequentam podem influenciar na possibilidade de recaídas. De acordo com o biólogo André Veloso Lima Rueda, as memórias que determinado local carrega influem no desejo do consumo da droga e, por consequência, na recaída do paciente.
    Contudo, testes com camundongos revelaram que condições ambientais e as atividades ocupacionais são capazes de diminuir alterações relacionadas a este desejo e, possivelmente, contribuir para melhorar a qualidade de vida do dependente.

    Facebook chega a 30,9 milhões de usuários únicos no Brasil e ultrapassa Orkut


    Twitter também avançou e atingiu 14,2 milhões de usuários, aponta o Ibope


    orkut X facebookR7 - Com 30,9 milhões de usuários, Facebook ultrapassa pela primeira vez o Orkut, que liderava há anos o mercado de redes sociais no Brasil


    O Facebook atingiu 30,9 milhões de usuários únicos no Brasil em agosto e ultrapassou, pela primeira vez, o Orkut – até então a maior rede social no país. De acordo com levantamento divulgado ontem (9) pelo instituto de pesquisa Ibope Nielsen Online, o número representa 68,2% dos internautas no trabalho e em domicílios, enquanto o Orkut atingiu 29 milhões de internautas (64%).

    Segundo a pesquisa, que não contabiliza os acessos a partir de LAN houses e escolas, por exemplo, o Twitter (serviço de microblogs) também manteve a tendência de crescimento no país e atingiu 14,2 milhões de usuários únicos, ou 31,3%.
    Já o acesso geral à internet em qualquer ambiente (domicílios, trabalho, escolas, lan houses ou outros locais) atingiu 77,8 milhões de pessoas no segundo trimestre de 2011, o que representa um crescimento de 5,5% em relação ao mesmo período do ano passado – e 20% a mais que o registrado no segundo trimestre de 2009.
    Em agosto, 87% dos usuários únicos brasileiros participaram de alguma comunidade – redes sociais, fóruns, blogs, microblogs e outras páginas de relacionamento –, o que representa 39,3 milhões de pessoas.
    Já o tempo de uso do computador com internet também aumentou e chegou a 69 horas por pessoa no mês passado, o que representa um aumento de 6,4% em relação a julho, informa o instituto. 
    Os resultados, diz o Ibope, consolidam o Brasil como um “mercado com elevada utilização de sites sociais, com uso diversificado, refletindo o interesse dos brasileiros pela internet”.

    Com hemorragia contida, Sócrates tem balão esofágico retirado


    Segundo informaram os médicos, o ex-jogador reagiu bem ao processo

    Da Gazeta Press
    sócrates democracia

    Após preocupar os médicos e reagir de forma negativa à primeira tentativa de retirada do seu balão esofágico, na última terça-feira (6), o ex-jogador Sócrates teve o aparelho desinsuflado ontem (9) e reagiu bem ao processo. Internado desde esta última segunda-feira (5) no Hospital Albert Einsten, o ídolo do Corinthians permanece estável.

    Segundo informa o último boletim emitido pela equipe médica, o balão esofágico foi desinsuflado às 11h20. Até o presente momento, o paciente não apresentou sangramento. A reação do Doutor a esse procedimento é considerada decisiva.

    Os médicos ainda informaram que ele continua sob cuidados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sob sedação e respirando com o auxílio de aparelhos. Os medicamentos para controle da pressão, ao menos, não estão mais sendo utilizados, o que é considerado um grande avanço.

    Concurso Cabo Frio 2011: O IBASCAF


    Concurso Cabo Frio 2011: O IBASCAF – Instituto de Benefícios e Assistência aos Servidores Municipais de Cabo Frio – abriu inscrições para 36 vagas em concurso público. Neste concurso, as oportunidades vão desde pessoas com Nível Fundamental, passando pelo Nível Médio e chegando ao Nível Superior e salários que variam entre R$ 583,15 e R$ 1.180,26.

    O resumo dos principais jornais neste sábado

    O Globo

    Manchete: Dólar tem novo ciclo de alta e ameaça controle da inflação
    Cotação volta ao nível de março e deve influenciar preço de alimentos e petróleo
    A cotação da moeda americana voltou ao patamar de março deste ano. Só ontem, a alta foi de 1,02% e a moeda chegou a R$ 1,678. Essa disparada de preços aconteceu principalmente de agosto para cá. Em 26 de julho, o dólar era negociado a R$ 1,537, então a menor cotação em 12 anos. A escalada do dólar tira de cena um aliado importante no combate à inflação, justamente no momento de alta generalizada de preços. Até agora, com o dólar em baixa, era mais fácil segurar o custo de vida porque a moeda americana tem impacto direto em preços de alimentos, produtos de higiene e limpeza, eletrônicos e até petróleo. “ O dólar em alta dificulta o processo de redução da inflação”, disse o economista Elton Teles. (Págs. 1 e 27)

    Até eletrodomésticos estão mais caros

    Com vendas aquecidas e crédito ainda farto, o varejo vem repassando ao consumidor reajustes de preços de eletrodomésticos. Geladeiras, por exemplo, que tiveram recuo de 0,29% nos preços em julho, passaram a alta de 3,29% mês passado. (Págs. 1 e 32)

    Nova York, 10 de setembro

    Na véspera dos dez anos do maior atentado da História, americanos enfrentam o medo de nova ameaça
    Sitiada pelo medo após receber novas ameaças da Al-Qaeda, a cidade de Nova York se prepara para as homenagens do décimo aniversário do 11 de Setembro com barreiras policiais, cães farejadores e vistorias em carros. "Sempre manteremos o direito ao uso da força contra grupos que nos atacam e nos ameaçam com violência iminente", disse a secretária de Estado, Hillary Clinton. Em nova polêmica, o prefeito Michael Bloomberg recusou pedidos para incluir atos religiosos no evento. (Págs. 1 e 36 e Zuenir Ventura)

    Enquanto isso, falta emprego

    O presidente Obama pediu à população que pressione o Congresso (por twitter, facebook, fax ou pombo-correio) a aprovar o pacote de US$ 447 bi para criar empregos, maior desafio do país hoje. (Págs. 1 e 30 e editorial "Obama reforça pressão")

    Egípcios saqueiam Embaixada de Israel

    Manifestantes egípcios invadiram e saquearam a embaixada israelense no Cairo, aumentando a tensão entre os dois países, que durante o regime de Mubarak mantiveram relações privilegiadas. Cerca de 200 pessoas ficaram feridas nos confrontos com a polícia. Acuado, o embaixador e diplomatas israelenses seriam retirados nesta madrugada do Egito, num avião militar. (Págs, 1 e 37)

    Justiça libera supersalários na Câmara

    Duas semanas depois de permitir no Senado salários acima do teto constitucional de R$ 26.700, o Tribunal Regional Federal aceitou o recurso da União e liberou supersalários também para servidores da Câmara. (Págs. 1 e 12)

    Cristo, Hitler e Delúbio

    Na defesa entregue ao STF, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares nega o mensalão, mas não o caixa dois. Diz ter sido vítima das limitações da democracia que puniram Cristo e beneficiaram Hitler. O ex-ministro José Dirceu também alega inocência e cita elogios de Lula e Dilma. (Págs. 1 e 10)

    ------------------------------------------------------------------------------------
    Folha de S. Paulo
    Manchete: Anvisa alerta contra uso de antidiabético em regimes

    Medicamento traz risco para a função renal e de distúrbio de tireoide
    A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) emitiu alerta contraindicando o uso do remédio Victoza (liraglutina), aprovado no tratamento do diabetes tipo 2, para emagrecimento.
    "O uso para outra finalidade que não seja como antidiabético caracteriza elevado risco sanitário para a saúde da população", disse o diretor-presidente da agência, Dirceu Barbano.
    Há uma corrida aos consultórios pelo remédio. Até agora, os efeitos colaterais relatados são hipoglicemia, dor de cabeça, náusea e diarreia. Também há risco de pancreatite, desidratação, alteração da função renal e distúrbios da tireoide.(Págs. 1 e Saúde C12)

    Chuvas em SC afetam 800 mil e matam três

    Pelo menos três pessoas morreram em Santa Catarina em decorrência de quatro dias de chuvas no Estado. Até a noite de ontem, mais de 800 mil pessoas haviam sido afetadas de alguma forma em 84 cidades.
    Cerca de 60 mil moradores tiveram que deixar suas casas. Há problemas de fornecimento de energia em 23 municípios, 31 estão sem abastecimento de água e 33 já decretaram situação de emergência. (Págs. 1 e Cotidiano C1 )

    Alemão deixa o BC europeu, e bolsas caem pelo mundo

    A renúncia de Jürgen Stark, representante alemão no BC europeu, e o ceticismo sobre o plano de criação de empregos dos EUA derrubaram as bolsas. Stark saiu por discordar do programa para compra de títulos de países em crise.
    Em Nova York, o Dow Jones recuou 2,69%; a Bovespa perdeu 3,20%. (Págs. 1 e Mundo A16 )

    EUA buscam três por ameaças de novos ataques

    Após interceptar conversas do braço paquistanês da Al-Qaeda, os EUA buscam três suspeitos de tramar um possível ataque em Nova York ou Washington às vésperas dos dez anos do 11 de Setembro. Dois seriam americanos vindos do Afeganistão. (Págs. 1 e Mundo A18)

    Justiça autoriza Câmara a pagar supersalários

    Uma decisão em segunda instância autorizou a Câmara dos Deputados a voltar a pagar valores acima do teto salarial de R$ 26,7 mil a seus servidores. A questão deve ser levada ao Supremo.
    A ação tenta vetar que as gratificações passem o teto. Para o TRF, a definição cabe a cada poder. (Págs. 1 e Poder A10)

    Dilma conta com Senado para criar tributo pró-saúde

    O governo quer barrar no Senado a votação da emenda que define gastos de União, Estados e Municípios em saúde, se não for aprovado novo imposto no setor. Para o planalto, a melhor opção é a Contribuição da saúde. (Págs. 1 e Poder A4 )

    Drauzio Varella: Devemos adotar a vacina injetável contra a pólio?

    A OMS defende que a poliomielite está perto do final. Na era pós-erradicação, deveríamos adotar a vacina salk, injetável, para evitar as raríssimas complicações da Sabin? (Págs. 1 e Ilustrada E16)

    Editoriais

    Leia “Dívida Indexada”, sobre a anomalia da economia brasileira que dificulta a queda da taxa de juros, e “Um sopro de sucesso”, acerca da energia eólica. (Págs. 1 e Opinião A2)

    ------------------------------------------------------------------------------------
    O Estado de S. Paulo
    Manchete: Crise europeia piora e bolsas desabam

    Rumor sobre Grécia, divergência no BC Europeu e dúvida sobre plano dos EUA afetam mercados;dólar sobe e recupera perdas do ano
    As principais bolsas do mundo tiveram queda acentuada ontem por causa da ameaça de calote da Grécia e em razão da saída de um diretor do Banco Central Europeu, possivelmente por divergências sobre o programa de compra de bônus conduzido pela autoridade monetária. A repercussão negativa do anunciado plano americano para estimular a economia contribuiu para o pessimismo. A bolsa de São Paulo recuou 3,20% e o dólar ampliou para 5,46% o ganho no mês - assim, a moeda recuperou as perdas do ano. Houve queda também em Londres (2,35%), Frankfurt (4,04%), Paris (3,60%) e Nova York (2,69%). Para o FMI, o risco de crise aumentou, e os países precisam agir agora. Neste fim de semana, o G-7 se reúne na França sob forte pressão. (Págs. 1, B1, B3, B4 e Economia)
    FMI duvida de liquidez
    A direção do Fundo lançou publicamente dúvidas sobre a liquidez do sistema financeiro europeu. (Págs. 1 e B3 e Economia)

    Na seca

    A estiagem em Brasília provocou incêndio em áreas de preservação. A capital amanheceu sob fumaça ontem e foi decretado estado de alerta. (Págs. 1, A20 e Vida)
    Na chuva
    Área alagada em Blumenau (SC): Defesa Civil do Estado registrava ontem 32 cidades em situação de emergência. Duas pessoas morreram. (Págs. 1 e C5)

    Procurador quer sustar lei para obras da Copa

    O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, enviou ao Supremo ação direta de inconstitucionalidade contra a lei aprovada para viabilizar as obras da Copa e da Olimpíada. Para Gurgel, faltam parâmetros mínimos de identificação das obras. (Págs. 1 e Nacional A4)

    Justiça libera supersalários

    O Tribunal Regional Federal da 1ª Região autorizou a Câmara dos Deputados a pagar salários acima do teto de R$ 26,7 mil a servidores. (Págs. 1 e Nacional A10 )

    Ministério Público vai investigar licitação da luz em São Paulo

    O Ministério Público Estadual vai investigar suspeita de fraude na licitação para os serviços de iluminação pública da cidade de São Paulo, um contrato de R$ 433,8 milhões. O Estado antecipou o resultado da concorrência, vencida pelas empresas Alusa e FM Rodrigues. (Págs. 1 e Cidades C1)

    Passagem aérea tem preço de 2002

    O preço das passagens domésticas atingiu, em 12 meses encerrados em junho, o patamar mais baixo desde julho de 2002. Promoções explicam a queda. (Págs. 1 e Economia B15 )

    Dia de fúria

    Embaixada de Israel é invadida no Cairo: egípcios exigem expulsão de embaixador. (Págs. 1 e Internacional A17 )

    Paul Krugman: O plano de Obama

    Ao ser mais ousado do que se esperava, ele pode finalmente ter preparado o terreno para um debate político sobre a criação de emprego. (Págs. 1 e Economia B4)

    Notas & Informações: Paciência tem limite

    É perceptível a revolta da população contra os desmandos na administração pública. (Págs. 1 e A3)

    ------------------------------------------------------------------------------------
    Correio Braziliense
    Manchete: Em Brasília, alerta. No Sul, calamidade

    Enquanto a capital do país é sufocada pela seca, incêndios e fumaça, chuvas inundam Santa Catarina e 33 cidades decretaram emergência.
    Não bastasse o tempo seco, o DF amanheceu sufocado pela fumaça dos incêndios que se multiplicaram pelo cerrado. Mal dava para enxergar o que havia poucos metros adiante. Motoristas tiveram que andar de farol ligado. Escolas suspenderam aulas. O aeroporto se viu obrigado a operar por instrumentos. Diante do transtorno, o GDF decretou estado de alerta. Só ontem, o Corpo de Bombeiros recebeu 352 chamadas. O combate ao fogo é feito por 274 homens, dois helicópteros e quatro aviões, além de 500 militares e voluntários. Hoje, a Aeronáutica vai reforçar a operação com um avião C-130 Hércules, que pode lançar 12 mil litros de água por voo. Se Brasília sofre com a seca, Santa Catarina amarga o flagelo das chuvas e das inundações. Em Blumenau, o nível da água em ruas alagadas chegou a mais de dois metros de altura. Os temporais causaram estragos em 84 cidades. Dessas, 33 decretaram situação de emergência. E, duas, de calamidade pública. (Págs. 1, 11, 27 a 29 e Crônica da cidade na 35)

    O pesadelo ainda não terminou

    Na véspera dos 10 anos do atentado de 11 de setembro, Nova York tem mais policiais nas ruas. A ameaça de novos ataques terroristas leva medo aos EUA. (Págs. 1 e 22)

    Supersalários

    Liberou geral
    Presidente do TRF da 1ª Região também libera Câmara dos Deputados para pagar salários acima do teto constitucional. (Págs. 1 e 14)

    Seu bolso

    Alimento puxa alta da inflação
    No DF, tudo ficou mais caro: carne, peixe, frutas, legumes. O preço do tomate liderou a carestia. Subiu 101%. (Págs. 1, 12 e 13)

    Transportes: regra antirroubo

    Depois de a CGU mostrar desvios de R$ 682 milhões na pasta, ministro anuncia medidas para controlar obras e gastos . (Págs. 1 e 2)

    A ameaça da anorexia

    O perigo está na internet: sites e comunidades tratam a doença como estilo de vida, uma ameaça à saúde dos jovens. (Págs. 1 e 25)

    ------------------------------------------------------------------------------------
    Estado de Minas
    Manchete: A seca chegou ao seu bolso

    A estiagem prolongada, que em algumas regiões do estado chega a quatro meses, reduz a produção agropecuária e joga para cima os preços. De agosto para setembro, a carne bovina encareceu em média 4,14% em BH. Já o leite acumula alta de 12,21% desde o início do ano. Na CeasaMinas, a comparação entre agosto de 2010 e o mês passado aponta altas de até 140% como no caso da berinjela. Outros produtos com forte elevação de preço são o repolho híbrido (125%), o tomate (100%), a cenoura (70%), o chuchu (32%) e a couve-flor (15%). 
    E destroi o meio ambiente
    Satélite aponta 452 dos 853 municípios de Minas no mais alto nível de alerta para queimadas. Bombeiros trabalham no limite e priorizam incêndios com risco para pessoas ou em áreas de rpeservação ambiental.
    Em Santa Catarina, a destruição é causada pela chuva, que já matou duas pessoas e afeta mais de 800 mil. (Págs. 1, 9, 12, 19 e 21)

    Em 2º turno: aprovado o reajuste para o servidor de BH

    Vereadores votaram a favor de aumentos escalonados entre 13,92% e 24% para os 40 mil funcionários da administração direta e indireta da PBH. Trecho com correções para aposentados por invalidez foi removido. Texto será enviado para a sanção do prefeito. (págs. 1 e 7)

    Congresso: Justiça libera supersalário na Câmara

    Após autorizar horas extras e gratificações acima do teto de R$ 26,7 mil a funcionários do Senado, TRF da 1ª Região concedeu ontem direito semelhante aos servidores da Câmara dos Deputados. (Págs. 1 e 4)

    Classe média de olho na escola pública

    Pelo menos três em cada famílias que buscam vaga para os filhos de até 6 anos nas 61 Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis) de BH já se enquadram no conceito de classe média brasileira. São pessoas como a dentista Bárbara Almeida, de 24 anos, do Bairro Gutierrez. Ela sonha economizar os R$ 520 gastos por mês com a educação da filha em escola particular. Além do alívio no orçamento, pais destacam mudança no modelo pedagógico e melhorias da estrutura física como atrativos. (Págs. 1 e 23)

    Interesses por trás da Copa 2014

    Caderno reúne nesta edição um time de especialistas para analisar e interpretar os fatos que cercam o grande evento no Brasil. Com estádios sendo construídos a peso de ouro e a toque de caixa, população tem demonstrado mais desconfiança que torcida. (Págs. 1 e Pensar Brasil)

    11 de Setembro

    Risco de atentado põe EUA em estado de alerta máximo (Págs. 1 e 17)

    Negócios

    Venda de imóveis cresceu 29% no primeiro semestre na capital. (Págs. 1 e 15)

    ------------------------------------------------------------------------------------
    Jornal do Commercio
    Manchete: Comércio parcela débito em 24 vezes

    Entidade nacional de lojistas lança campanha "Quero meu consumidor de volta" para recuperar crédito de inadimplentes e reforçar vendas de Natal, que em Pernambuco devem crescer até 8%. (Págs. 1 e Economia 1)

    Chuva provoca desespero em Santa Catarina

    Duas pessoas morreram e mais de 800 mil foram afetadas. Rio do Sul e Brusque decretaram estado de calamidade pública. (Págs. 1 e 11)

    EUA de prontidão contra o terrorismo

    A segurança foi reforçada em todo o território americano, ontem, após funcionários da área de segurança do governo terem recebido informações sobre a possibilidade de um novo ataque, para marcar os dez anos do 11 de Setembro. (Págs. 1 e 12)

    UFPE é bem avaliada em guia nacional

    Publicação da Editora Abril classificou 14 cursos da Universidade como excelentes e 32 como muito bons. (Págs. 1 e Cidades 9)

    Política: Atuação do Dnit vai ser reestruturada

    Ministro dos Transportes admitiu falhas de fiscalização e prometeu mudanças. (Págs. 1, 3 e 4)

    ------------------------------------------------------------------------------------
    Zero Hora
    Três anos depois, o drama se repete no Vale do Itajaí

    Duas pessoas morreram e milhares estão desabrigadas devido às cheias que assolam Santa Catarina
    A chuva que atingiu Blumenau e ocasionou a cheia do Rio Itajaí-Açu, responsável pela enchente na região catarinense, dá trégua hoje, mas pode voltar domingo
    Rotas de ônibus do RS para SC foram alteradas
    Como o governo ameniza os estragos
    A previsão do tempo para o fim de semana (Págs.1, 4, 5, 6 e Editorial, 18)

    Recontratados: Assembleia vai aprovar a recriação de 192 CCs (Págs. 1 e 10)
    Aval presidencial: Dilma garante metrô para Porto Alegre (Págs. 1, 16 e 19)
    Crise global: Temor de calote na Grécia derruba bolsas (Págs. 1 e 20)

    ------------------------------------------------------------------------------------