Bom dia! Os destaques dos jornais e revistas deste domingo, 29 de janeiro.

O Globo

Manchete: O retrato da falta de fiscalização no Rio

No centro, edifício de 12 andares, inacabado e sem emboço, é ocupado por 75 famílias

Vizinho à moderna sede do Tribunal Regional do Trabalho, no Centro do Rio, um prédio inacabado - 12 andares, sem emboço externo e ocupado por 75 famílias - é um retrato perturbador da falta de uma política de fiscalização de obras na cidade. "Ao longo dos anos, a estrutura pode ser danificada", alerta Antonio Eulálio Pedrosa, do Crea-RJ. Rivalidade entre a prefeitura e o Crea - que não têm mais do que 300 fiscais - impede trabalho conjunto contra as irregularidades. (Págs 1, 23 a 28)
Calculista de Niemeyer diz que intervenções no prédio provocariam desabamento. (Págs. 1 e 28)

Dilma verá uma Cuba que vive em dois tempos

A Cuba onde a presidente Dilma Rousseff desembarcará amanhã busca equilibrar-se entre a abertura econômica após a queda da URSS e o controle ferrenho do sistema político, conta o enviado especial Chico de Góis. (Págs. 1 e 31)

Eduardo Campos

Aos 46 anos, o governador de Pernambuco, neto de Arraes, já é chamado de o novo "painho" do Nordeste. (Págs. 1 e 20)



------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete: Polícia na cracolândia é aprovada por 82% em SP

Ação para reduzir droga no centro tem apoio de 83% dos que preferem o PT e 90% dos tucanos

Enquanto pré-candidatos do PT e do PSDB à Prefeitura de São Paulo divergem sobre a ação da Polícia Militar na cracolândia, a maioria dos paulistanos – independentemente do partido de preferência – apóia a operação, mostra o Datafolha.
A ação, conduzida pelos governos municipal (PSD) e estadual (PSDB), é aprovada por 82% dos moradores. São 72% os que dão no mínimo nota 6 para a intervenção, iniciada no dia 3, pouco depois de o governo petista lançar plano anticrack.
Houve reclamações de que tanto a PM colocada nas ruas de forma apressada quanto o plano federal tinham motivação eleitoral. PT e PSDB, principalmente, gostariam de usar o combate à droga na campanha.
Apesar da disputa eleitoral, a PM na cracolândia tem apoio tanto dos paulistanos que preferem o PT (83%) quanto dos tucanos (90%).
Para estudiosos, isso reflete a demanda por uma polícia mais forte e atuante, mas é preciso atenção contra abusos. (Págs. 1, poder e A4)

Remessa de brasileiro ao país é a menor em 9 anos

A retração econômica na Europa, nos EUA e no Japão e o retorno de expatriados derrubaram as remessas de dinheiro de brasileiros que vivem no exterior, relatam Álvaro Fagundes e Patrícia Campos Mello.

No ano passado, segundo o BC, foi remetido ao país US$ 1,97 bilhão, valor mais baixo desde 2002.
Em comparação a 2008, a redução foi de 32%. Cerca de 20% dos brasileiros voltaram dos EUA desde 2008, inicio da crise. As remessas do país caíram 60%.
No cálculo do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), houve queda de US$ 7,37 bilhões em 2006 para US$ 4,04 bilhões em 2010. (Págs. 1, Mercado, B1 e B3)

Medo de perder objetos leva condôminos a depósito no Rio

A preocupação em perder bens valiosos, por causa da falta de cuidado dos órgãos oficiais com o entulho gerado pelos desabamentos no centro do Rio, está levando condôminos dos edifícios a verificarem pessoalmente o depósito onde a prefeitura joga os destroços.

A Folha revelou ontem que objetos encontrados nos escombros estavam sendo furtados. (Págs. 1, e Cotidiano/1)

Leitor de jornal em papel retém mais informações que o de on-line (Págs. 1 e B5)

Julia Sweig

Dilma e Patriota podem reforçar transformação real de Cuba (Págs. 1 e Mundo/ A14)

Clóvis Rossi

Liderança dos ‘brancos de olhos azuis’ cai também na política e na cultura. (Págs. 1 e A19)

Pinheirinho era um ‘lindo jardim’, diz ex-dono do terreno

Benedito Bento Filho, 75, fica nervoso quando ouve que o Pinheirinho, em São José dos Campos – de onde 2.000 famílias foram retiradas -, era área irregular, relatam Laura Capriglione e Juliana Granjeia. Ele diz que o investidor Naji Nahas comprou dele um “lindo jardim”. (Págs. 1, 2, 4 e Cotidiano)

Brasil-2016 começa em Londres-2012

Especial mostra jovens promessas para a Olimpíada (Pág. 1)

Editoriais

Leia “A crise e o Brasil”, sobre reflexos do baixo crescimento nos EUA; e “Patamar de violência”, acerca das estatísticas de crimes cometidos em SP. (Págs. 1 e Opinião/A2)

------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete: Estrangeiro no Brasil envia mais dinheiro para o exterior

País virou fome de recursos para milhares de famílias; em 1995, entrada de dólares era 25 vezes maior

As remessas de dinheiro feitas por trabalhadores mostram que o Brasil deixou de ser apenas receptor de dólares enviados por brasileiros espalhados pelo mundo. Agora, o País também é fonte de recursos para milhares de famílias estrangeiras no exterior, informa o repórter Fernando Nakagawa. Dados oficiais mostram que, em 1995, a entrada de dólares no País era quase 25 vezes maior que o envio de dinheiro por estrangeiros residentes no Brasil. Com o crescimento da te economia brasileira e a crise mundial, para cada US$ 1 que saiu do País, em 2011, entraram US$ 2,43, a menor diferença da história. Bolivianos, peruanos e paraguaios estão entre o que mais remetem dinheiro. (Págs. 1, 81 e 83/Economia)
60% é o quanto caiu, em três anos, a remessa de dinheiro de trabalhadores no Japão para o Brasil

Cerco ao Irã pode dar lucro a países asiáticos

A nova rodada de sanções contra o Irã, adotada por EUA e Europa, depende em grande parte dos países asiáticos para ter sucesso, informa l correspondente Cláudia Trevisan. China, Índia, Japão e Coréia do Sul importaram cerca de 60% do petróleo iraniano em 2011, e sua demanda será crucial para definir o impacto das medidas. Com menos clientes, o Irã será pressionado a reduzir preços. (Págs. 1 e A14/Internacional)

Dama de ferro do petróleo

A futura presidente da Petrobrás, Maria das Graças Foster, tem um perfil partidário bem menos conhecido do que o de executiva rigorosa pouco disposta a aceitar interferência política. Filiada ao PT, carrega três estrelas tatuadas no antebraço esquerdo. (Págs. 1 e B6/Economia)

Dilma escala Gerdau para cobrar ministros

Preocupada com os problemas de gestão da administração federal, a presidente Dilma Rousseff decidiu acelerar a adoção de um modelo empresarial para tentar desemperrar a máquina pública e melhorar o atendimento à população. A estratégia prevê conversas do empresário Jorge Gerdau com ministros, contratação de consultaria privada e definição de metas e prazos. (Págs. 1, A4 e A5/Nacional)

Governo não conclui creches
Para cumprir promessa de campanha da presidente Dilma, o MEC terá que inaugurar ao menos cinco creches por dia até o fim de 2014. (Págs. 1 e A1O/Nacional)

Bombeiros buscam corpos em entulho

Três dias depois do desabamento de três edifícios no Rio, bombeiros determinaram o início das buscas por vítimas a 30 km de distância, no terreno da Baixada em que foi depositado o entulho retirado do local da tragédia. Com cinco desaparecidos, restam poucos pontos onde pode haver corpos soterrados na Av. Treze de Maio. Até o início da tarde de ontem, 17 corpos haviam sido removidos. O comandante da equipe de buscas admitiu que mais vitimas podem ter sido levadas por engano pelas escavadeiras que retiraram o concreto dos prédios. (Págs. 1 e C1/Cidades)

Matarazzo é hostilizado na abertura do MAC (Págs. 1 e C8 / Cidades)

'Estado' cresce e amplia liderança em São Paulo (Págs. 1 e B11/Economia)

Aptos a votar em prévia do PSDB ignoravam filiação

Entre os filiados tucanos aptos a votar nas prévias que definirão o candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, há pessoas que nem sequer conhecem o partido. Elas dizem ter passado seus dados eleitorais a entidades das quais recebiam leite distribuído pelo governo do Estado. (Págs. 1 e A12/Nacional)

Dora Kramer: Aperto na lei seca

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, negocia alterações com o Congresso para evitar que a legislação acabe virando letra morta. (Págs. 1 e A8/Nacional)

João Bosco Rabello: Sem poder de retaliação

Afora malcriações de perfis mais intempestivos, o PMDB pouco pode fazer para causar prejuízo real à presidente Dilma. (Págs. 1 e A10/Nacional)

Notas & Informações

Agora a capital, depois o Estado

Ganhar a Prefeitura em outubro é apenas o primeiro passo do projeto de poder do PT. (Págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
Manchete: Bêbados e, mesmo assim, ao volante

Reportagem do correio flagra, em várias cidades do DF, jovens embriagados dirigindo sem se preocupar com a lei, a polícia e as vidas das pessoas que estão ao seu lado. (Págs. 1, 27 e 28)

O desafio brasileiro

Série de reportagens mostra, a partir de hoje, os contrates de um país que venceu uma inifinidade de obstáculos nos últimos 20 anos para se tornar a sexta economia do planeta. Especialistas avaliam o que precisa ser feito nas próximas décadas para o Brasil ostentar qualidade de vida de Primeiro Mundo. Uma conquista já pode ser comemorada: a possibilidade de fazer planos. O menino Gabreil Guedes, 12 anos, vai lutar para realizar o sonho de ser engenheiro e construir aviões. (Págs. 1, 14 e 16)

Eleições: Rachado, ninho tucano paulista entra em crise

Disputa entre caciques regionais, leia-se Geraldo Alckmin e José Serra, deixa o PDS à beira de um ataque de nervos às vésperas das campanhas municipais em São Paulo. Essa guerra interna pode refletir na escolha de um nome de peso para enfrentar Lula e o PT na capital paulista. (Págs. 1, 2 e 3)

Busca pelos corpos deve acabar hoje

Bombeiros vão fazer um trabalho minucioso nos escombros já recolhidos para tentar encontrar pelo menos vestígios das cinco pessoas que ainda estavam desaparecidas até a noite de ontem. Enterro das vítimas dos desabamentos comove o Rio. (Págs. 1, 10 e 12)

Greve – Brasiliense é quem sai prejudicado

Vigilantes e patrões não chegam a acordo e paralisação afeta hospitais e até pontos turísticos, como o Zoológico e o Museu da República. 

Agências bancárias também serão prejudicadas a partir de amanhã. Governador ameaça romper os contratos com as empresas. (Págs. 1 e 32)

Transações de compra e venda de imóveis na mira do Fisco (Págs. 1 e 18)

A bola está com Aldo Rebelo

Ministro diz que o país vai driblar os problemas para realizar a Copa, mas quer criatividade na Seleção. (Págs. 1, 8 e 9)

Dilma vai atrás do “mercado” e das obras na terra de Fidel (Págs. 1, 22 e 23)

------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
Manchete: Rotina de risco

Acompanhado de especialista com mediador de velocidade, Estado de Minas flagra abusos e festivalde irregularidades na BR-040, na saída para o Rio. (Págs. 1 e 21 e 21)

Radar de chuva falha no primeiro teste (Págs. 1 e 23)

Vereadores gastarão R$ 147 mil em lanchinhos

Valor é estimado em edital de licitação marcado para o dia 2. Inclui iogurte, sanduíches, croissant, coxinha, empadinha, pasteis variados, pão de queijo, balas, entre outras guloseimas. (Págs. 1 e 6)

Naufrágio: Dona de navio oferece indenização a passageiros (Págs. 1 e 18)

------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
Manchete: Como é caro emagrecer (Págs. 1 e Economia/4)

Estudantes aproveitam a força da web

Novos líderes usam rede ssociais para comandar manifestações, a exemplo dos protestos contra a alta das passagens. (Págs. 1 e Cidades/2)

No Rio, segue busca por cinco desaparecidos (Págs. 1 e 20)

Ponte no Litoral Sul fica pronta após dez anos (Págs. 1 e Economia/8)

------------------------------------------------------------------------------------
capa
Veja
Manchete: O melhor professor do mundo

Agora em português, as aulas do fenômeno Salman Khan, que tornou o aprendizado mais atraente, satisfatório, interessante, produtivo e ensina 4 milhões de alunos na internet. (Pág. 1)

Até quando?

Prédios desabam no Rio, mas ninguém é culpado (Pág. 1)

------------------------------------------------------------------------------------
capa
Época
Manchete: Anatomia da corrupção

7 esquemas que os corruptos usam para meter a mão no nosso dinheiro.

O que precisa ser feito para acabar com a roubalheira. (Pág. 1)

Exclusivo

A estranha promoção que a escolhida para presidir a Petrobras traz no currículo. (Pág. 1)
------------------------------------------------------------------------------------
capa
ISTOÉ
Manchete: Horror no Rio: O preço da imprudência

O desmoronamento de três edifícios no coração financeiro do Rio de Janeiro leva pânico e perplexidade aos cariocas e mostra como reformas irregulares podem acabar de maneira trágica. (Pág. 1)

Governo

O que significa a ida de Graça Foster à presidência da Petrobras e quais os seus planos. (Pág. 1)

------------------------------------------------------------------------------------
capa
ISTOÉ Dinheiro
Manchete: Os planos de Graça Foster no comando da Petrobras

Como e por que Graça Foster, uma ex-catadora de papel, foi escolhida para comandar a Petrobras, a maior empresa brasileira. 

Conheça seu estilo de gestão e o que vai mudar na estatal do petróleo. (Pág. 1)

Eike Batista exclusivo

Bilionário começa a produzir petróleo e fala sobre seus novos projetos de investimentos e IPOS. (Pág. 1)

UBS: Por que o banco suíço empacou no Brasil

(Pág. 1)

Maciel Neto, da Suzano

O desabafo de um presidente (Pág. 1)

------------------------------------------------------------------------------------
capa
Carta Capital
Manchete: A guerra da Internet

Trava-se um embate decisivo para a cultura do mundo. (Pág. 1)

Petrobras - Troca da guarda no comando da estatal (Pág. 1)

PM - Sobrevive intocada a velha tática da truculência paulista (Pág. 1)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Manchete: Meninos condenados

91% de ex-internos voltam a se envolver em crimes

Levantamento sobre egressos da Comunidade Socioeducativa da Fase em 2009 e 2010 confirma retrato assustador mostrado por ZH em série de reportagens. (Págs 38 e 39)

Gestão linha-dura: Como encarar o estilo de Dilma

Políticos e assessores dão receita para não levar bronca da presidente. (Págs. 1, 12 e 14)

Em defesa do mar

Manifestantes se reuniram junto à plataforma de Tramandaí em protesto contra o vazamento de óleo. (Págs 1, 28 e 29)
EBC Serviços

Comentários