Calote do consumidor volta a crescer em 2011


Após recuar em 2010, inadimplência chega a 5,34% no ano passado, segundo CNDL
Mariana Londres
O calote do consumidor crescer 5,34% no ano passado, informou nesta sexta-feira (6) a CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas). O resultado vai na contramão do registrado em 2010, quando a inadimplência recuou 1,85%.
De acordo com a CNDL, o principal motivo para a queda na inadimplência em 2010 foi o aumento do emprego e da renda e a injeção dos recursos do 13º salário na economia. 
Desde o final de 2011, indicadores de inadimplência já indicavam que o brasileiro tinha usado crédito em excesso e começava a se envididar. 

Na última quinta-feira (5), um estudo do Ipea mostrou que o número de famílias sem dívidas cresceu, mas o valor das pendências em aberto aumentou entre os endividados e chegou a quase R$ 4.700.

Os números sobre a inadimplência foram adiantados para a reportagem do R7, que em instantes traz as informações sobre o volume de vendas e a saída do cadastro de inadimplentes.

Comentários